Coloque Jesus no centro da sua vida

Padre Fabrício
Foto: ArquivoCN

No Evangelho de hoje, dois discípulos, a caminho de Emaús, comentam o que havia acontecido com Jesus. Um homem se aproxima deles e vai se revelando até que eles percebem a presença de Jesus. Os discípulos voltam para se encontrar com os outros apóstolos e contar o que havia acontecido.

Jesus, naquele momento, colocou-se no meio deles e se apresentou, mostrando Suas mãos e pés. Não mais as mãos de um carpinteiro ou daquele homem que realizou milagres; nem os pés de um peregrino. Mas mãos e pés que agora trazem a marca daquilo que Ele viveu e agora atesta: “Sou eu”.

Como Cristo conhecia bem seu povo, faz-lhes um convite: “Vede [as minhas mãos] e tocai em mim”. Se fosse com você, iria acreditar apenas ao vê-Lo? Muitas pessoas não se contentam em ver, mas precisam tocar, “ver com as mãos”. E Jesus está disposto a ser reconhecido, por isso se coloca no meio. Neste momento, os homens fazem uma experiência com o Ressuscitado.

O Senhor faz aos apóstolos uma pergunta: “Por que estais duvidando?” Eles duvidavam porque faltava a eles fazer uma experiência pessoal.

Hoje, a liturgia nos convida a viver o testemunho dos discípulos, a viver numa comunidade que vai colocar Jesus no meio, porque Ele é o centro.

Na Primeira Leitura, Pedo diz: “Israelitas, por que vos espantais com o que aconteceu? Por que ficais olhando para nós, como se tivéssemos feito este homem andar com nosso próprio poder ou piedade?” (Atos dos Apóstolos 3,12). Pedro não estava achando bonito os aplausos que estavam dando a ele, porque a estrela, o centro daquilo era Jesus e, por meio d'Ele, é que as curas acontecem.

"A conversão do cristão começa na escuta da Palavra."
Foto: ArquivoCN

Num outro momento, o Evangelho nos convida a colocar Jesus no centro de nossa vida, pois estamos vindo de um tempo quaresmal, um tempo forte de conversão. A liturgia nos convida a fazer uma Páscoa (passagem) da vida velha centrada em mim mesmo, para uma vida nova em Cristo.

Quem é o centro da sua vida? É Jesus? Colocá-Lo no centro da sua vida é converter-se.

Depois, no resgate do mistério pascal, Pedro vai dizer: “Arrependei-vos, portanto, e convertei-vos, para que vossos pecados sejam perdoados” (Atos dos Apóstolos 3,19-20). Assim podereis alcançar o tempo do repouso que vem do Senhor. E ele enviará Jesus, o Cristo, que vos foi destinado”. Mas como, se a liturgia não nos convida a viver nenhum mistério sem nos dizer como vivê-lo? O próprio Pedro também vai nos dizer: “Escutai tudo o que ele vos disser”.

A conversão do cristão começa na escuta da Palavra. Ela começa no ouvido e percorre o caminho do coração.

“Após ter ressuscitado o seu servo, Deus o enviou em primeiro lugar a vós, para vos abençoar, na medida em que cada um se converta de suas maldades” (Atos dos Apóstolos 3,26). Aqui há um segredo libertador, porque a conversão acontece de forma particular a partir do momento em que cada um se empenha em sua própria conversão. Coloque Jesus no cento da sua vida, pois, a partir daí, as coisas vão se equilibrar na sua vida.

Faça a experiência da Páscoa colocando Jesus no centro da sua vida. Que o Evangelho de hoje converta o seu coração, colocando Jesus no centro da sua vida.

Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso

 

 


Padre Fabrício Andrade


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo