Com licença, obrigada, desculpa

Márcio Mendes
Foto: Daniel Mafra/ cancaonova

O matrimônio é um compromisso do casal diante de Deus e da sociedade, para estarem unidos até o fim. A união de vocês, na verdade, se torna uma fonte de cura para cada um. O casamento é uma bênção para nós, não é só um vínculo que nos prende, mas um instrumento de cura nas mãos de Deus para a nossa salvação e para a salvação de nossa (o) esposa (o). Mas há uma maneira certa para isso acontecer que está escrita em Efésios 4, dos versículos 22 a 31: “Renunciai à vida passada, despojai-vos do homem velho, corrompido pelas concupiscências enganadoras”. Isso só será possível à medida que formos deixando nossa antiga maneira de viver, velha, desgastada, enganadora.. Deixando-a em virtude de uma troca, trocar pela maneira nova que Deus nos propõe: “Toda amargura, ira, indignação, gritaria e calúnia sejam desterradas do meio de vós, bem como toda malícia”.

Se no seu casamento havia amargura, se não havia conversa, somente discussão, isso precisa ser deixado para trás. Se quisermos um relacionamento novo, nosso coração precisará ser renovado pelo Espírito Santo. “Antes, sede uns com os outros bondosos e compassivos. Perdoai-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou, em Cristo.

Há uma promessa de Deus, na Bíblia, a quem aceita fazer essa troca de postura, da maneira velha e caduca de proceder para admitir, na sua vida, uma maneira renovada pelo poder do Espírito Santo de Deus. O Senhor diz: “Meu filho, fazes o que fazes com doçura e mais do que a estima dos homens, ganharás o afeto deles.

O homem também pode ser terno e doce. Então, mais do que ganhar a valorização das pessoas, você vai se tornar uma pessoa querida e amada e ganhar não só a estima, mas a afeição de quem convive com você. E o que é preciso fazer para que isso aconteça? É simples: você não precisa fazer nada além do que você já faz. Só precisa fazer tudo isso com doçura, de maneira terna. Se você já tem que trabalhar, por que fazer isso com grosseria?

Existem coisas que teremos de fazer e de nada vai adiantar fazê-las reclamando. Faça o que é preciso com doçura, com gentileza e com carinho. As pessoas vão amá-lo por isso, porque seu gesto as afetará.

No relacionamento de vocês, quem começou a gostar do outro primeiro? Pode ser que ela (ele) tenha sido vencida (o) pelo cansaço, pela insistência, e foi se abrindo, quando percebeu já estava gostando dele (a). Quando você ama, de verdade, uma pessoa você cativa o coração dela e a faz amá-lo (a) também.

"Um casamento se alimenta do amor mútuo que damos um ao outro", destaca Márcio.
Foto: Daniel Mafra/ cancaonova

                                                                                                                                                                                 : Veja fotos no Flickr

Quando começamos a ver as coisas desse jeito descobrimos por que tantos casamentos têm acabado. O principal motivo que leva as mulheres a abandonarem uma relação duradoura não é a violência, a crueldade, nem a opressão do marido. O grande motivo é o fato de não se sentirem valorizadas. Geralmente os relacionamentos começam por causa do homem e terminam por causa da mulher por essa razão. Quando ela não se sente valorizada no relacionamento, este começa a sofrer e a esfriar.

O casamento se alimenta, dia após dia, do amor mútuo que oferecemos um ao outro. O marido mostra que valoriza a mulher quando ele faz a barba, corta as unhas, troca a roupa íntima, usa desodorante, escolhe a roupa que ele vai vestir… Valorizar a esposa não é complicado. Ele mostra que ama sua mulher quando limpa os pés antes de entrar em casa, quando não deixa o vaso sanitário sujo de urina, lava as louças e a ouve quando ela está estressada. Valoriza sua esposa o homem que cuida dela, cuida da saúde dela, preza pela alegria dela. Quanto tempo faz que você não leva sua esposa para jantar fora e não lhe dá flores? São delicadezas que vão construindo o relacionamento, porque este se destrói por causa de pequenas coisas, que vão desgastando o casamento no dia a dia. Eu já vi relacionamentos sobreviverem ao adultério porque sempre houve carinho, respeito e dedicação dos dois aos pequenos detalhes. Muitas vezes os homens não valorizam os detalhes, as pequenas coisas.

O marido nota quando o lençol foi trocado e quando ela usa aquela roupa íntima de que ele gosta. Precisamos elogiar, agradecer, pedir licença e perdão e tratar o outro com respeito, com carinho, com gratidão. Quanto tempo você não agradece a seu esposo por algo que ele fez? Se quisermos fazer da nossa casa um lar, sejamos exigentes ao máximo com nós mesmos, compreensivos ao máximo com o outro e joguemos fora a cara feia. Sei que em casa é o lugar de sermos o que somos, mas nossa família precisa e merece receber o melhor de nós.

Homem irritado quer ficar quieto. Deixe-o quieto. Mulher irritada quer falar. Deixe-a falar. Se ela não se desabafar com você, vai fazê-lo com quem? Se ele gosta de futebol, vá junto com ele e lhe faça companhia. O marido deve ajudar a mulher com o jantar e com a louça sempre que ela precisar. Se essas mudanças fossem aplicadas em casa, seu relacionamento não mudaria? Precisamos honrar a pessoa com a qual aceitamos viver a vida toda e parar com as críticas, a indiferença e o desprezo. As palavras de reprovação são verdadeiras maldições e tudo isso recai sobre os filhos. O remédio para salvar o casamento e resgatar o amor é voltar a amar, pois o amor é decisão. O verdadeiro amor é para sempre!

Nunca vai conseguir dizer: “eu te amo” quem não tiver coragem de dizer: “perdão” e “eu te perdoo”. O amor e o perdão são coisas que precisam ser exercitadas todos os dias. Reze pedindo que Deus abençoe seu (a) marido (esposa), refaça sua família e salve seu matrimônio. Tudo o que o demônio quer é uma chance para destruir sua família. Então peça: Vem, Senhor, fique conosco, entre mim e minha esposa. Dê uma chance não só a Deus, mas a vocês mesmos.

Transcrição e adaptação: Thaysi da Silva Santos.


Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo