Como está a nossa vida de católicos?

Como vimos na primeira leitura fazíamos parte do povo excluído, mas por causa do amor de Deus, a salvação foi revelada a todos os povos. O amor de Cristo nos deu a salvação.

Ouça esta pregação na íntegra

Padre Rogério Andrade (Fraternidade Toca de Assis)
Foto: Ana Paula Assis/cancaonova

"Eis que uma mulher cananeia, vindo daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim: minha filha está cruelmente atormentada por um demônio!” Mas, Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Então seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: “Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós”. Jesus respondeu: “Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel”. Mas, a mulher, aproximando-se, prostrou-se diante de Jesus, e começou a implorar: “Senhor, socorre-me!” Jesus lhe disse: “Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos”. A mulher insistiu: “É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” Diante disso, Jesus lhe disse: “Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!” E desde esse momento sua filha ficou curada." (Mateus 15,21-28)

Nesse Evangelho a mulher é desprezada, mas ela reconheceu o Cristo como o Mestre, nós também precisamos viver assim com o Cristo.

Como está sua busca da Santa Missa? Porque o mandamento de Deus diz “guardai os domingos e os dias de festas”. O domingo é o dia de Santa Missa.

A Igreja também nos pede nos confessarmos ao menos uma vez por um ano, mas se podemos fazê-lo mais vezes claro que é muito bom, porque a confissão é para todas as vezes que caímos em pecado mortal.

Como está a nossa vida de católicos?


 

Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo