Como reagir a ação extraordinária do demônio

Padre José Antônio Fortea
Foto: Natalino Ueda/Cancaonova.com

Nesta palestra vou aprofundar a cerca da ação do demônio nos homens. Algumas pessoas me perguntam se elas estão ou não possuídas, ora existem pessoas que quando os sacerdotes rezam por elas, logo caem no chão, tremem, sentem dor, enfim, existem casos assim que de fato a pessoa está possuída. Porém, há outros casos que trata-se de doenças mentais.

O certo é que não é normal que uma pessoa diante de um sacerdote manifeste sentimentos assim, certamente estas estão sobre a influência de algum espírito mal, pois, a ação do inimigo agem nas pessoas, porém, existem outros casos que são os objetos que "trazem" a influência do inimigo, como imagem, de fato isto atrai os demônios, e certamente quando trazem estes objetos, estas pessoas são mais tentadas.

Em todos os casos sempre são recomendados a oração, o jejum que é como a oração do corpo, e os sacrifícios, através destes atos, as almas se aproximam de Deus, e automaticamente os demônios são afastados.

O mais importante, antes mesmo do exorcismo, é a evangelização, existem pessoas que sofrem a influência do demônio em sua alma, porém, antes de receberem um exorcismo, elas necessitam de receber o Senhor, o anúncio do evangelho.

Quando as pessoas chegam até os sacerdotes elas devem encontrar-se com os apóstolos, os padres não são curandeiros, mas sim, anunciam Jesus que é o Senhor da cura, desta forma, a mesma audácia, coragem, força, anúncio e fidelidade dos apóstolos devem ser encontrados nos sacerdotes.

Outro ponto que deve ser observado é quanto o tratamento com as pessoas que estão possuídas pelo demônio, ou que, são satanistas, pois o evangelho não fala nada sobre isso, mas sim, nos ordena a amar a todos, caso você tenha um contato com alguém assim, e estes lhe convidam para comer, por exemplo, tenha a fé, que o amor de Deus é maior do que tudo, e que a caridade cobre uma multidão de pecados.

"As pessoas devem encontrar nos sacerdotes os apóstolos", afirma pe. José Fortea
Foto: Natalino Ueda/Cancaonova.com

:: Veja mais fotos no Facebook
:: Mais fotos no Flickr

Jesus não perdeu tempo com isso, muito menos em ensinar métodos específicos sobre o exorcismos, penso que quando ocorriam coisas assim, Jesus ensinava o bom senso, assim como quando alguém que está doente, e todos sabem que ela está precisando de um médico, através do um senso comum, nas pessoas que estão supostamente sobre a ação do inimigo e se há duvída se elas precisam ou não de oração, há um senso comum que precisa ser usado nesta hora.

Mas o fundamental é centrar a nossa vida no mistério da Eucaristia, pois a Santa Missa é o lugar por excelência onde recebemos o maior número de bençãos, também precisamos dedicar tempo a imaginarmos a presença da Santíssima Virgem Maria na Santa Missa, desta forma, tomamos posse a presença de Deus em nossa vida.

Como vocês podem ver podemos fazer exatamente o contrário que fazem os santanistas, na Santa Missa nós invocamos os anjos, eles os demônios, nós queremos o bem, a comunhão com Deus, eles já querem o mal. Meus irmãos, na comunhão Cristo está em nosso corpo fisicamente. Por isso, devemos amar muito a Santa Missa, e dedicarem um tempo para irmos ao encontro do Senhor, pois Ele é o Senhor do tempo, se dedicamos tempo para o oração, Ele mesmo nos indica como não desperdiçarmos nosso tempo.

Nós precisamos guardar sobretudo o domingo que é o dia do Senhor, neste dia, além de rezarmos, podemos passear com os familiares, assistir um filme, visitar um amigo, almoçar em família, enfim, devemos, dedicar este dia para amar a Deus, nossa família e nossos amigos. Este dia precisa ser sagrado para nós, e certamente muitas bençãos serão derramadas sobre nós, se o santificamos.

Meus irmãos, não podemos ter medo de amar, mesmo que seja através dos sofrimentos, vejo que muitos casais sofrem muito com o outro, mas se eles assumirem que esta é uma via para a sua santidade, e para isso precisam amar, ora, podem alcançar o céu por meio do amor que é derramado. Saibam que a vocação ao matrimônio é divina, o mesmo Deus que chama os sacerdotes, é o que chama os casais.

Portanto, não tenha medo, procurem viver uma vida no amor, e certamente vocês alcançarão frutos de santidade, pois ela é a melhor forma de reagir a ação do inimigo. Desejo que vocês cheguem ao cume da santidade em vossas casas.

Deus nos abençoe.

Transcrição e adaptação: Ricardo Gaiotti 

Confira um trecho desta pregação:


Padre José Antonio Fortea


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo