Como responder o grito de Jesus na cruz?

Vera Lúcia Reis
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova

Não tenhais medo. Abre a porta do teu coração ao teu Redentor. A Palavra de Deus tem o poder de mandar para fora do nosso coração tudo aquilo que não proclama Deus.

“Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede. Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissope, lha chegaram à boca. E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.” (João 19, 28-30)

“E, chegada a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra até a hora nona. E, à hora nona, Jesus exclamou com grande voz, dizendo: Eloí, Eloí, lamá sabactâni? que, traduzido, é: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” (Marcos 15,34)

“E desde a hora sexta houve trevas sobre toda a terra, até à hora nona.E perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” (Mateus 27, 46)

A maneira como Mateus fala do grito de Jesus é diferente dos demais evangelistas. Mateus revela o grito de angústia de quem está sofrendo na alma. Na cruz, Jesus assume o rosto de pecado, assumindo os nossos pecados. Naquele momento nem o Pai poderia estar com Ele, e o Cristo viveu a dor do abandono.

O grito de Jesus foi o grito de quem experimentou o maior e mais profundo abandono. A cruz revela o amor e a dor. A cruz foi o lugar onde Jesus foi abandonado.

O evangelista Lucas trás o grito de Jesus traduzindo a angústia não de alguém que está desesperado, mas o grito de quem confia em Deus. Lucas diz que Jesus gritou: “Tudo está consumado, entrego o meu espírito em tuas mãos ao Pai.” Jesus transforma este abandono em entrega, em oferta.

"A cruz revela o amor e a dor."
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova

João falou que o Cristo gritou: “Tenho sede.” João mostrou a sede do coração do Senhor, de que os homens voltem a se relacionar com Deus. Um Deus que não precisa de nós, mas Ele quer precisar e quer me mostrar o seu amor. O grito que João narra é: Deus nos ama. O Senhor quer ser o nosso amigo. O Senhor quer revelar a mim e a você que Deus Pai não deixa de nos amar.

Jesus só conseguiu permanecer firme no Pai porque sua vida foi de constância experiência com Deus. Jesus orava sem cessar, e assim como Jesus, precisamos fazer de nossa vida, uma vida de constante oração. Ore sem cessar.

Madre Tereza de Calcutá fez a experiência com o grito Jesus: 'Tenho sede'. Ela ouviu o grito de um homem que estava na rua, mas ali ouviu o próprio Deus, que disse que tinha sede dos pobres de Calcutá.

Ouça: Vera fala sobre a história de Monsenhor Jonas Abib

Eu perguntou para mim e para você: Como responder ao grito de Jesus na cruz? Para responder é preciso ter intimidade, é preciso conhecê-Lo. Deus vem atrás de mim e de você, na condição que nós estamos. E o desejo de Deus é amar a mim e a você.

Transcrição e adaptação: Elcka Torres

 

 



Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600


Conheça mais do nosso conteúdo:


:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

 

 


Vera Lúcia Reis


Missionária da Comunidade Canção Nova e Teóloga

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo