Como salvar seu casamento antes de conhecer seu futuro esposo(a)

Jason Evert
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Minha meta é ajudá-lo a encontrar o amor de Deus. Há dois anos, meu avó faleceu. Eles tinham dez filhos, mas eram sempre enamorados. No velório de minha avó, ele foi até o caixão dela, deu-lhe um beijo no nariz e lhe disse: “Tchau, baby”. Eles tinham quase 100 anos e ainda se amavam. Isso é amor!

Hoje, quando falamos em relacionamentos, pensamos em sexo. Como você fará um casamento dar certo se você tem essa mentalidade? Há diversos "especialistas em casamento" que estão vivendo seu quarto ou quinto matrimônio. Mas saibam que um grande homem falou muito sobre o amor, embora ele nunca tenha sido casado: João Paulo II. O saudoso Papa polonês escreveu o livro 'Amor e Responsabilidade', e nele lemos que a castidade é uma virtude que devemos sempre conquistar.

Certa vez, uma jovem disse para seu namorado que não queria mais viver uma vida sexual com ele. Ela o estava testando, e ele não aceitou a proposta dela! Então, ela terminou o namoro e, acredite, estava feliz, pois viu que ele estava interessado apenas no sexo.

Onde devemos procurar o amor como uma virtude? Nos Estados Unidos da América há uma revista que, em um de seus artigos, falou sobre castidade. Em entrevista com mais de dois mil jovens, eles descobriram que os rapazes e moças que não tiveram relação sexual antes do casamento eram mais saudáveis e felizes, pois sabiam conversar e dialogar. Mas nós não podemos parar apenas nessa leitura, pois temos a Sagrada Escritura, temos o livro do Cânticos dos Cânticos, o qual fala sobre o amor de uma forma verdadeira.

Vocês já viram algum filme que fala de um sincera amizade entre o homem e a mulher, sem que eles tenham uma relação sexual? Por vezes, os relacionamentos acontecem de forma tão intensa que um não consegue esperar o tempo do outro. Daí, acontece que uma menina conhece um cara bonito, e, por começarem a se gostar, trocam mensagens. Tempos depois, ela começa a fazer a descoberta de que ele assiste a filmes pornográficos e outras coisas. Por isso, o tempo é necessário para que você possa conhecer gostos do seu parceiro e saber como ele trata outras meninas ou até mesmo como ele trata a mãe dele. Quanto aos homens, o tempo serve para que eles saibam se a namorada deles será ou não uma boa esposa, uma boa mãe. Se você começa um relacionamento muito rapidamente, não conhece de forma profunda o outro.

As mulheres são conquistadas por aquilo que elas escutam; já os homens são conquistados por aquilo que eles veem. Mesmo que os homem sejam bonitos, é pelo que eles falam que a mulher é atraída. Mulheres, ensinem os homens a olharem para a sua dignidade.

Penso que uma mulher não vai convencer um rapaz da sua dignidade se antes ela mesma não se convencer da sua própria dignidade. Vista-se com modéstia, mas não de forma feia, mas porque os estranhos não são dignos de ver tanta beleza. Só um homem é capaz de ver a glória do mistério que ainda não foi revelado, e isso se dará após o casamento.

Para encontrarmos o amor que queremos, devemos superar nossos medos. Para o homem, o medo é iniciar um relacionamento, têm medo de perder sua liberdade. Ele tem estampado em seu corpo a iniciação para o amor. É o homem quem deve iniciar um relacionamento, mas também não estou dizendo que as mulheres devem ser passivas; no entanto, cabe ao homem a iniciativa no relacionamento.

Ouvi certa vez de um sacerdote: “Não sejam indecisos, façam o convite! Chamem-nas para sair!”. Na arte, o homem é sempre ativo também. 

"Quando o tempo é o certo, não podemos ser passivos", diz Jason Evert.
Foto: Maria Andrea/cancaonova.com

Quando o tempo é o certo, não podemos ser passivos. Se o homem tem medo do compromisso, a mulher tem medo do comprometimento, de ser aceita por ele. Há jovens que perderam a sua virgindade e são frustradas, acham que um outro homem não vai mais querê-las pelo fato de não serem mais virgens.

Quando as meninas têm dois anos de idade querem ser notadas. Se elas não têm um bom pai, não ouvem coisas bonitas dele, quando chegam à idade adulta, elas começam a ouvir isso dos homens, e, aparentemente, isso vai lhes bastando. A mulher anseia pelo amor, mas não é desse jeito que ela irá encontrá-lo, pois ela procura o amor do pai. Você precisa rezar e pedir que ela seja curada do seu relacionamento com seu pai.

Certa noite, fui colocar minha filha para dormir e dei um abraço nela; depois disso, ela não me deixava sair de perto dela. Retornei, dei-lhe um outro abraço e ela me disse: “Nossa, pai, foi muito amor!”. E eu lhe disse: “É isso mesmo, é muito amor!”.

 

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Jason Evert


Pregador internacional sobre Teologia do Corpo

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo