Como superar as diferenças?

Padre José Augusto
Foto: Robson Siqueira

Quero que vocês recordem o dia dos vossos casamentos, a promessa que vocês fizeram. Exemplo: Eu João, "Prometo ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-a e respeitando-a até que a morte nos separe." Lá no altar você disse: “Eu Débora prometo ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-o e respeitando-o até que a morte nos separe”.

Há diferenças entre homens e mulheres. Vocês prometeram no dia do casamento, casar com a diferença e permanecer com ela ou com ele na saúde e na doença, na tristeza e na alegria, essa foi promessa que vocês fizeram.

Quero que você pegue a Bíblia em Mateus capítulo 19, versículo 3 que diz: “Respondeu-lhes Jesus: Não lestes que o Criador, no começo, fez o homem e a mulher.” Há muita diferença entre o homem e mulher começando pelo no físico. A primeira diferença é o órgão genital, depois a barba, os seios. Deus quis assim homens e mulheres diferentes. Padre Paulo falou que o homem e a mulher têm o jeito diferente, olhem a diferença entre o andar do homem e da mulher, a mulher anda delicadamente, o homem anda firme.

Como superar essa diferença?

A primeira coisa para se superar tudo isso está em Apocalipse capítulo 23 versículo 24, “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo.”

Nenhuma família, nenhum casal vai superar as diferenças sem Jesus, pois as diferenças sempre vão existir. A mulher é detalhista, o homem é direto e objetivo.

Tinha um casal da Igreja, que a esposa me procurou, com 20 anos de casada. Ela disse que não agüentava mais, perguntei o porquê e ela me disse que ele não colocava a pasta de dente no local certo. Uma coisa aparentemente pequena, mas quantos casais se separando por estes detalhes. Humanamente não agüentamos, mas quando trazemos Jesus para dentro da nossa família, tudo muda. Muitos casais precisam levar Jesus para dentro de casa, esta é a solução para a “pasta dente”.

Só Jesus pode me ensinar a superar estas diferenças.

“Conhecereis a verdade, e ela vos libertará” Essa verdade é Jesus. Quando você encontrar esta verdade, vai ser liberto para amar e suportar a diferença. Quando o casal sai do altar Jesus precisa sair junto.

Quando se namora tudo é diferente, pois não estão todos na mesma casa. Mas quando casam as diferenças vem à tona. Primeiramente vê as diferenças externas, a mulher acorda descabelada, sem a maquiagem; homem até tem dúvida se é a mesma mulher com quem ele casou, pois quando namorava era toda lindinha maquiada, depois de casados é diferente, e a mulher vê que o homem ronca muito alto.

'Quando o casal sai do altar Jesus precisa sair junto', diz padre José Augusto
Foto: Robson Siqueira

Em Lucas capítulo 23 versículo 34 Jesus diz: “Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Eles dividiram as suas vestes e as sortearam”

Para a superação acontecer é preciso perdoar, pois picuinhas vão existir. Há uma diferença entre nós e Deus, pois Deus nos perdoa, para não se separar de nós. A única forma de nos unir a Deus é com o perdão. E assim acontece com o casal, o segredo é perdoa-se.

A mulher é detalhista. Você marido vai ter que perdoar sua esposa pelos detalhes. Ela vai ao supermercado olhar todas as pastas de dentes, daí você vai ter que esperar ela vê todas, para depois voltar e levar a primeira. Perdoe sua esposa pelos detalhes. Morra para você, e viva com os detalhes da sua esposa.

E você mulher entenda e perdoe seu marido que é objetivo. Nem todo dia ele vai ter paciência de escutar suas histórias detalhistas. A mulher vai contar um acontecimento – ‘Bem, fui assaltada. – o esposo pergunta como? – Ela fala: ‘Amor de manhã quando acordei senti algo diferente, quando coloquei o açúcar no café’… E daí vai contar a historia super detalhista. Acaba que o homem desiste de ouvi. Já o homem conta o mesmo acontecimento – Fui assaltado levarão x valor. O homem é objetivo e a mulher é detalhista por isso tem que ter o perdão e a compreensão.

Em Mateus capítulo 7 versículo 12: “Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles.” Faça o que seu esposo não faz, mas que você queria que ele fizesse, e vice versa.

Eu atendi um casal que estava brigado, simplesmente porque há muito tempo ele não alisava a mão dela. Homens cheguem em casa observe o brinco dela, elogie, amoleça seu coração em casa, seja afetivo.

'Sua família é uma bênção, não é uma maldição', afirma padre José Augusto
Foto: Robson Siqueira

Quando as mulheres se juntam elas percebem o cabelo que cortou uma das outras, o brinco novo, mas os homens não percebem. Às vezes a mulher cortou as pontas, ela faz de tudo para o esposo perceber e homem nem percebe. Por isso homem, seja mais detalhista com sua esposa.

Quantos esposos esperando o perdão, e quantas esposas que não dão perdão. Tenho uma boa notícia você precisa perdoar até o último dia da sua vida. Perdoe. É simples peça perdão, depois dê um selinho, e se quiser faça tudo completo, você pode é autorizado.

Paulo também nos diz em primeira Colossenses: “Suportai-vos uns aos outros e perdoe-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra outrem. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai também vós. Mas, acima de tudo, revesti-vos da caridade, que é o vínculo da perfeição. Triunfe em vossos corações a paz de Cristo, para a qual fostes chamados a fim de formar um único corpo. E sede agradecidos.” O perdão é uma virtude que precisa ser dado, não é para você, é para ser dado.

As diferenças se superam com Deus dentro de casa. Perdoando uns aos outros, vai ser uma bênção seu casamento. Sua família é uma benção, não é uma maldição, mas ele tem barba e ela tem seios, são diferenças que com Jesus podem ser superadas.

No amor de Cristo vocês se tornam todos iguais.

Transcrição: Elcka Torres


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO NOSSO TELEFONE
(12)3186-2600


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo