Confie no Senhor e nada temas!

.: Ouça esta homilia na íntegra

Confie no Senhor e nada temas!

Nós precisamos fazer isso que cantamos no salmo: Eu confio no Senhor e nada temo. Neste mundo no qual a fúria do inimigo vem para destruir aqueles que buscam a santidade. Diante desta fúria, nós precisamos proclamar: é no Senhor que eu confio e nada temo. E graças a Deus, todas as pessoas que foram até Jesus, na Judéia, Galiléia, foram porque O ouviram falar.

E queriam verificar se era verdade tudo o que dizia. E Jesus quando via aquela multidão se compadecia e os tocava e os curava. E os espíritos malignos se manifestavam porque sabiam que Ele era o filho de Deus.

No ano de 1980, em um retiro de carnaval em Taubaté a minha surpresa foi ver jovens falando para outros jovens. E eles falavam com autoridade, com ardor, com o fogo do Espírito. Então, certo dia, meus amigos me chamaram para ir ao grupo de jovens, e perguntei-lhes: \”Vai ter muitas meninas lá?\”

Mas, certo dia, em uma experiência de oração, senti um ardor muito grande. Fui tocado profundamente e minha vida mudou da água para o vinho. Eu lembro que a última vez que havia beijado meus pais tinha 10 anos. Mas, depois desta experiência, a primeira coisa que eu fiz foi dar um beijão neles.

Eu tenho mais sete irmãos e abracei a cada um deles e estes estranharam, porque cada um vivia sua própria vida. Mas, a partir daí, tudo mudou em minha vida.

Aquela multidão, que escutava Jesus, teve uma experiência com Ele. E da mesma maneira aconteceu comigo. Jesus operou maravilhas em minha vida e uma delas foi a de me dar forças para eu nunca mais falar palavrões, e desde aquele dia, até hoje, nunca mais xinguei.

E naquele mesmo ano, me decidi a me dedicar o ano inteiro para escutar o que Deus tinha para minha vida.

E passado algum tempo apareceu uma garota e pensei: \”É ela!\” Mas, se não for ela, põe alguém na vida dela, Senhor. Passaram-se duas semanas e o Senhor colocou um \”bendito\” na vida dela.

Então, comecei a falar para Deus: \”E os meus sentimentos Senhor?\” Passou algum tempo, apareceu outra garota. Então, eu falei: \”É ela, mas se não for, me dá um sinal, Senhor\”. Aí certo dia, ela chegou até mim e disse:

\”Deus está pedindo-me que eu me consagrar inteiramente a Ele. Vou ser monja. E eu disse (engasgado): \’que legal!\’. Aí, em agosto daquele mesmo ano, me coloquei inteiramente a Deus e falei-Lhe: \”Faça-se a Tua vontade em minha vida Senhor!\”

E através da Palavra de Deus foi se confirmando a minha vocação.

Dois amigos meus me chamaram para fazer um encontro vocacional com eles. Em novembro, fiz o encontro vocacional. Fui aprovado e meus dois amigos, não. Isso aconteceu no ano de 1981.

\”Senhor, é isso que Tu queres de mim?\” É no Senhor que eu confio e nada temo. Fiz minhas malas e fui embora para o seminário. Fui o primeiro filho a sair de casa. Fiquei dez anos no seminário e em 19/01/91/ fui ordenado sacerdote.

E eu sempre tive o ardor dos dons carismáticos em mim e eu tinha que ser um padre do jeito que Jesus quer. Com isso, arrumei um monte de inimigos. O inimigo tenta de tudo, para de qualquer jeito me derrubar.

Mas, já são 15 anos lutando, celebrando a Eucaristia, dizendo: \”É no Senhor que confio e nada temo!\”

Talvez você pense: \”Família de Padre não tem problemas\”. Só para vocês saberem, antes de subir no presbitério, deixei meu irmão na casa de Bethânia.

Essa é minha missão, me doar inteiramente. É isso que vocês, aqui, também têm de fazer. Vocês ouviram a história de Davi, um menino pequenino que não tinha armadura, não tinha nada, só tinha a confiança no Senhor. Esse mesmo Davi entra na cidade do rei e é aclamado pelo povo: \”Davi matou dez mil e Saul matou só mil.\”

Mas, se olharmos para história de Davi, veremos que ele também falhou muito, porém, abriu o seu coração diante do Senhor e se arrependeu verdadeiramente e foi o que foi.

Em 1995, depois de uma crise muito grande, vim aqui para conversar com o padre Jonas Abib e este falou-me para eu procurar um lugar para refletir e me ofereceu a Canção Nova para isso, e em abril, eu vim para cá para ficar um ano me restaurando.

Então, falei para o meu provincial: \”Preciso de mais de um ano, preciso de mais três anos\”. E fiquei sete anos.

E a vida nesta comunidade restaurou o meu sacerdócio e já faz dez anos que estou na Canção Nova e minha vida é assim: Senhor, o que Tu quiseres que eu faça, eu faço. Onde quiseres que eu vá, eu vou!\”.

Porque minha vida está nas mãos do Senhor, minha vida é d\’Ele. E, hoje, nestes 15 anos de sacerdócio eu continuo dizendo: \”É no Senhor que eu confio!\” E saiba que em sua vida isso também funciona.

Peça ao Senhor discernimento para que você possa viver bem o casamento, o namoro o sacerdócio, etc.

Porque estamos em uma batalha terrível contra as forças do mal e sozinhos nós não temos força.

Por isso, precisamos dizer mais do que nunca: É no Senhor que eu confio, porque preciso realizar a Tua vontade em minha vontade, porque no Senhor somos vitoriosos.


Padre Carlos Alberto Victal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo