Convém que Cristo cresça

Márcio Mendes
Foto:Wesley Almeida

O mestre de nossas vocações e das nossas consagrações precisa ser a Palavra de Deus. Vamos partilhar o evangelho João 3,22-30

Não importa os motivos que as pessoas se chegam a Jesus, não importa se as pessoas O busca por causa de cura ou milagres, o mais importante é que fomos chamados a proporcionar o encontro dessas pessoas com Deus. Como São João diz: É necessário que ele cresça e que eu diminua .

Nós enfrentamos uma tentação de querer de crescer e amadurecer diante de Deus, para só depois responder ao Senhor, mas quando somos chamado a corresponder é com as nossas limitações, e talentos.

Só Deus pode mudar um coração de uma pessoa. Muitas vezes trazemos dentro de nós uma aflição, pois as pessoas que nós amamos não pode seguir na nossa caminhada. Mas Jesus nos dá a graça de seguir, o seu chamado é de amor.

Nós estamos em processo de conversão. O que é crescimento em Cristo Jesus? Jesus diz “Apendei de mim que sou manso e humilde de coração” Manso é aquele que deixa se governar pelo o Cristo. Se quisermos crescer na nossa espiritualidade é preciso se dobrar para o Espírito Santo.

Quando dizemos ao Senhor que queremos ser manso, nós pedimos para que não calejemos, não nos endurecemos.

Nós entramos em uma comunidade com a idéia de uma comunidade perfeita, mas daí percebemos os limites uns dos outros, e corremos risco de embrutecer, de nos fecharmos para o amor.

Quem não é manso, é embrutecido. Se você quer crescer na sua espiritualidade renuncie toda dureza de coração. Não se prenda as coisas mesquinhas. Levanta os olhos para Jesus. Tire os olhos das misérias humanas, isso é humildade.

Quando nos consagramos, nos unimos a mais irmãos que padece , e luta como nós, estamos em batalha. Só um coração manso é capaz de abrir-se para a experiência com o Espírito Santo todos dias, mesmo em meio as decepções.

O nosso coração fica calejado, duro, porque nos detemos na decepção, e passamos a murmurar e assim perdemos a capacidade de amar. Um coração orgulhoso impede do Espírito Santo de trabalhar, e assim corremos o risco de perder a nossa vocação.

Paulo diz: “É Cristo que vive em mim”, esse Cristo é o crucificado. Paulo foi perseguido, correu risco, passou fome, frio. E nós quando sentimos chamados também estamos dispostos a viver tudo como São Paulo, mas por muito menos já nos endurecemos.

Dentro das comunidades sempre somos visitados pela provação. Deus nos prova naquilo que nos derrete, naquilo que doí, como o ouro ´preciso passar pela prova do fogo.

Todos os dias precisamos vencer o homem velho que está dentro de nós, temos que matá-lo novamente. Para que eu seja um homem do Espírito, eu tenho que manter no cabresto esse homem velho, aprender a mortificá-lo.

Jamais podemos trazer para as nossas comunidades a mentalidade mundana
Foto:Wesley Almeida

Tem duas maneiras de entender a palavra Vida Nova. Ela pode ser nova porque algumas coisas foram modificadas e ficaram com cara de nova, como mudar de trabalho, de casa, se casar… Mas existe aquela experiência das pessoas que fizeram a experiência de perder Deus, e ingressaram em trevas profundas e, mesmo sem morrer, experimentaram um pouco do que é o inferno, mas de repente, brilhou a Luz, que é Cristo, e entrou em suas vidas e as libertou do abismo, e agora ela pode dizer "eu tenho uma vida nova".

Quando a Palavra de Deus nos fala de vida nova, ela fala de uma "guinada" na sua vida. O Espírito Santo nos dá uma vida nova, uma vida divina, que nasceu de Jesus Cristo, da ressurreição, e somente com essa vida nós podemos ter um progresso espiritual.

Nós entramos numa comunidade para sermos santos, porque queremos ser de Cristo, queremos que as pessoas vejam Cristo Jesus em nós e isso custa lágrimas, sofrimentos, renúncias… a vida de um consagrado, de alguém que se entregou a Cristo, não é facil, mas é maravilhosa, não tem outra melhor.

Nós estamos em uma vida onde Aquele que nos chamou constantemente se volta para nós e diz: "Se você está com sede, venha a mim e beba".

Se você não tem água para você, como vai oferecer aos outros? Se você não cresce espiritualmente como vai fazer os outros cresçam? O Espírito Santo é a água que corre do lado do Redentor, e que transforma nosso mundo.

Esse mundo doente onde vivemos tem cura e a cura é Jesus Cristo. E nós cremos nisso, por isso entregamos nossa vida a Ele.

Existe um rio que jamais seca capaz de transformar a sede desse mundo. Se o seu coração está seco. existe uma água viva capaz de tornar seu coração palpitante, capaz de dar a vida.

Jesus disse "as minhas palavras são Espírito e Vida". A Palavra de Deus nos dá a vida através do seu Espírito Santo, uma vida divina. Nossa vocação não é um estilo de vida, é uma vida nova. O Senhor nos inseriu numa vida divina que tem sua fonte no Pai, em Jesus Cristo, essa vida que você recebeu de Deus não se opõe a vida que você conhece, mas constrasta ao que você já viveu.

Nossa alma vive dividida entre duas coisas, é como se Deus sempre nos permitisse escolher o bem ou o mal. O que está acima ou o que está abaixo. A vida nova é uma intervenção de Deus, que arrasta o homem para o bem. Essa vida nova é uma força interior que se manifesta em nós, mas é mudança de mentalidade.

Nós jamais podemos trazer para nossa comunidade uma mentalidade mundana (um espírito do mundo que ameaça nossas comunidades – ciumes, comparação, disputas, inveja…). Nós corremos o risco de abrir mão das pessoas que Deus colocou ao nosso lado. As pessoas são a maior riqueza da comunidade, tem muita gente pecadora e santa, que merece nossa honra. Só pelo fato dessa pessoa ter entregado sua vida junto com você ela merece seu respeito e sua honra.

E honrar é falar bem dela, promovê-la, dar espaço pra ela… e essa não é a mentalidade do mundo. Quando você assumiu a vida nova, você se despediu do homem velho. O Senhor te fez e você escolheu ser uma nova criatura, deixa passar as coisas de outrora.

Uma das tentações que o diabo coloca no coração das pessoas que se consagram, é que elas não se desapeguem ao passado que não existe mais. Ficamos com saudade da vida velha. Aí, se por algum motivo, vamos passar um tempo em casa, percebemos que era verdade, que aquela vida velha já não existe mais, realmente já passou. Os amigos se foram, a rua mudou, até o próprio quarto é diferente, as coisas de outrora já não te satisfazem… mas eu pergunto, porque ainda insistimos em ficar apegados as mesmas coisas?

Se você não caminha para cima, no meio você não fica, mas se volta para as coisas mais baixas e inferiores.

Temos ter coragem de voltar a Deus em meio as nossas trevas
Foto:Wesley Almeida

Nós não matamos o nosso corpo, mas o mortificamos. Jesus entregou sua vida porque tinha um sentido, Ele não era louco. Ele nunca fez nada sem sentido. Nós mortificamos nossa vida para dá-la. Nós morremos para que os outros vivam.

E se na sua comunidade não se morre para que os outros vivam, sua comunidade não vale a pena. O que faz valer a pena é nos unirmos a Cristo e gastar a nossa vida para que os outros vivam. É no gastar a vida que o Espírito Santo libera todo o Seu poder.

Vale a pena você se mortificar, se sujeitar a uma autoridade, ter que perdoar, depois de ter tido de largar tudo, recomeçar…porque sua vida está salvando muitos mesmo que você não saiba.

Assim como o escultor pega o pedaço de madeira e vê a figura que precisa tirar de dentro dela. Deus olha para nós e vê seu Filho Jesus dentro de nós. Então pega o martelo da cruz, para nos esculpir e tirar as lascas, para que seu Filho apareça. Quando começar a cair suas lascas não pergunte "porque comigo?", mas levante seus braços e diga: "Deus me ama e quer tirar de dentro de mim seu Filho Jesus, para que Ele apareça".

O nosso sim é feito de muitos "sins". E só cresce quem é capaz de renovar seu sim a cada dia. Uma história de sofrimentos é sempre uma história muito bela, é sempre uma história pra contar… Quanta história Deus já escreveu com a sua vida.

Veja também:
:: Divulgue sua paróquia na Canção Nova
:: Conheça o conteúdo Canção Nova disponível no iPhone

:: Faça parte do grupo "Eu acesso o cancaonova.com"
:: Escolha um canal e acompanhe a CN on line



Acompanhe as pregações pelo twitter @cancaonova e retuite a mensagem que mais falar ao seu coração.


 ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:

(12) 3186 2600

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo