Coragem em crer

Padre Paulo Ricardo
Foto: Robson Siqueira

Meus queridos irmãos é uma grande alegria começarmos esse PHN cujo lema é “Jovem sê forte, sê corajoso”.

Quando somos jovem, temos uma tendência de achar que tudo na nossa vida vai terminar bem, isso é típico do jovem, mas essa esperança que cresce, diminui com o passar do tempo, termina murchando, mas muitas vezes os jovens nem percebem isso, mas nós que já temos uma caminhada percebemos. O mundo material tem a tendência de passar, a coisas desse mundo passam. O tempo passa e vamos passando com o tempo.

O jovem tem essa infeliz coragem de pecar e mergulhar no sexo depravado, mas o que o jovem experimenta hoje é que a primeira relação sexual é boa, a segunda é boazinha, e quanto mais ele se entrega ao pecado sem medida, mas vai diminuindo a recompensa desse pecado, até chegarem ao ponto de terem sexo sem prazer, ou quase sem prazer, só pela revolta para ter a relação sexual.

Eu já atendi jovens que tem esse tipo de experiência na masturbação, estão viciados no pecado da masturbação, e eu já disse para eles que isso não compensa o pecado, que virou um vício. Você passa por um problema e se masturba de raiva, assim acontece com a droga, é uma viagem, e o prazer que a droga dá diminui, ele usa a droga para viver porque a vida perdeu o sentido.

Tudo isso que conseguimos experimentar passará, se o mundo material passa, podemos começar a nos preocupar, estamos num mundo que está afundando, isso é real. E se você num navio que está afundado diz que tem esperança que não vai afundar, é uma esperança tola, não tem fundamento, foi criada pela sua cabeça.

'A morte não é última palavra, Jesus está vivo'
Foto: Robson Siqueira

“Deus quando ressuscitou Jesus dos mortos nos deu uma esperança viva”. É isso que a natureza nos diz, tudo passará, mas Deus nos dá a esperança. A pedra rolada sobre o túmulo não é a última palavra.

Tomé teve 10 testemunhas, sabia que os apóstolos não mentiam, mas ele não acreditou que Jesus estava vivo. Tomé ficou sem acreditar uma semana inteira. Imagina aqueles 10 amigos dizendo para ele que haviam visto Jesus. Talvez os discípulos tenham dito que viram a chaga no peito aberto de Jesus, e sua identidade não foi o rosto, Ele foi reconhecido pelas suas chagas, foi reconhecido pelas marcas de seu amor por nós. E Tomé disse: “se não por as mãos no seu lado chagado eu não terei fé”.

Tomé quer tocar no amor de Deus, quer fazer uma experiência. Não sei com que fé você veio ao PHN, mas esse Evangelho é a prova da ressurreição de Cristo. Eu peço a Deus nessa Santa Missa por todos os jovens que irão participar conosco: “Senhor, dai-nos nesses dias uma experiência do vosso amor, de tocarmos no amor que tendes por nós”.

Depois de uma semana com 10 testemunhas argumentando e sete dias, Tomé continua sem crer, até que Jesus entra em cena. Ele entrou com as portas fechadas, Deus muitas vezes invade a nossa vida porque Ele quer nos salvar; mas existe uma coisa que Deus não invade, Ele não invade a nossa liberdade.

'Uma pessoa que corta relacionamento com Deus não se ama, porque é Deus a fonte de nossa existência'
Foto: Robson Siqueira

Infelizmente as mortes de nosso país são coisas do “dia a dia”, morre mais gente no Brasil que na guerra do Iraque, essa é a verdade de nosso país. Certamente você já viu um colega morto no caixão, é Jesus quem desafia você e diz: “Jovem você tem coragem de crê? Olhe para as chagas do meu lado, a morte não é a última palavra”.

A morte não é última palavra, Jesus está vivo, Ele é verdade; é esse o testemunho que precisamos dar no mundo hoje. Deus nos deu uma esperança de verdade com a morte e ressurreição de Jesus, por isso eu posso esperar, e para que você tenha a virtude da esperança você precisa ter a virtude da fé. Você precisa ousar, talvez você sempre tenha deixado de lado a fé, mas Jesus desafia você, creia.

Você não se ama, você não se quer bem, sabe por quê? Se você se amasse não desistiria de você, quantas vezes você desistiu de você mesmo dizendo: “não, eu não vou conseguir”. Quantas vezes você olhou para os desafios da vida e disse: “eu não dou conta”. Quantas vezes você quis perdoar seu pai e sua mãe e você disse: “eu não dou conta”. Você desiste de você, não se ama… mas saiba de uma coisa, Deus não desiste de você, Ele não vai largar de seu pé. Ele mostrou até onde Ele segue a nossa loucura, Ele vai até o abismo da morte nos resgatar. Não existe inferno tão profundo que Jesus não possa lhe buscar, Jesus não desiste de você. A fidelidade de Deus por nós é a expressão do seu amor. Deus ama você, apesar de sua incredulidade, não interessa que infidelidade você fez, Deus ama você e não desiste, Ele foi ao inferno resgatar sua alma.

Deus ama você, você que não se ama. Uma pessoa que corta relacionamento com Deus não se ama, porque é Deus a fonte de nossa existência.

O salário do pecado é a morte. Compreenda que se você voltar para Deus não experimentará a morte, porque quando Jesus ressuscita nos dá uma esperança viva. Tenha coragem! Tenha fé!

Transcrição e adaptação: Willieny Isaias

 


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Veja mais:
:: Acesse nossa página pelo iPhone
:: Conheça o movimento PHN
:: Cobertura completa no Mashup Canção Nova


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo