Crê na boa notícia

Dom Dimas
Foto: Clarissa Oliveira

Existe um conceito na Bíblia que quem não tem presente, não vai entender quase nada da história sagrada: o conceito de aliança.
O nosso Deus é aberto a aliança. E várias delas são descritas na Sagrada Escritura:. a que Ele fez com Abraão, com Moisés. Mas antes, temos a aliança com Noé, uma aliança com toda a criação.

Aqui está mais uma vez a grandeza da dignidade do ser humano, que não é apenas aquilo que Deus quis ter. Ele é o que Deus quis ser. Jesus é o que Deus quis ser: um de nós.
No Catecismo diz que o ser humano é a única criatura que Deus quis em si mesmo.

No evangelho vimos o inicio da pregação de Jesus. O evangelho resume a pregação de Jesus em poucas palavras: 'Cumpriu-se o tempo, o reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no evangelho.' Mc 1,15. E essa palavra merece reflexão.

'Cumpriu-se o tempo': na Bíblia, a palavra 'tempo' tem suas densidades.

O Antigo Testamento narra os momentos precisos e preciosos de Israel. Palavra de Deus não é só aquilo que se fala verbalmente. A história do povo é uma grande Palavra de Deus. A travessia do mar vermelho, a libertação do Egito, o exílio e escravidão, são uma Palavra de Deus. A nossa própria história é Palavra de Deus. É Ele que continua a nos falar.

Tudo o que Jesus fazia, era Deus fazendo. Se Jesus acolhia, era Deus acolhendo. Se Ele curava, era Deus curando. O que Ele ensinava não era apenas repetição do que Ele ouviu de outros mestres, era o próprio Deus. Ele é a Palavra de Deus que se fez carne e habitou entre nós.

Nesta plenitude de densidade do tempo a história se resume, se recapitula, e tudo se faz novo.

'Reino de Deus': Conceito fundamental. O reino de já está no meio de nós. Ele mesmo instalou, é Ele mesmo, presente em germe na própria Igreja que Ele fundou e que vai desabrochar na sua plenitude no final dos tempos.
Somos chamados a ser parceiros na construção desse Reino.

'Esse processo de santificação, de cristificação dura até o fim de nossa vida'
Foto: Clarissa Oliveira

Meditemos agora nas palavras: “Convertei-vos e crede no Evangelho.”

'Evangelho': boa notícia, notícia de vitória. É a vida, a missão, o anúncio da pessoa de Jesus Cristo. Para aqueles que não queriam se desinstalar, o Evangelho era uma péssima notícia. Para Herodes, a chegada do Rei dos reis era uma ameaça. Assim também para os fariseus, auto-suficientes.

Para nós, como é acolhida a Palavra do Senhor? Ele espera que seja como uma boa notícia. Seria tão bom se vibrássemos com as coisas do Evangelho.

'Crer': é muito mais do que acreditar em uma série de verdades. A fé é adesão pessoal de corpo e de mente. Adesão de coração e de alma a uma pessoa. O cristianismo começa com um encontro com alguém vivo: Jesus Cristo. Conhecê-lo é nossa alegria, comunicá-lo é nossa missão.

'Convertei-vos': Tem aquela conversão 'casca grossa', que é daquela pessoa que está fora da Igreja, vivendo no mundão de forma desregrada e abandona essa vida, passando a procurar viver os caminhos do Evangelho. Essa é uma forma de conversão.
Tem uma outro conversão mais empenhativa, do dia-a-dia. Conversão é mudança de vida. Estou indo numa direção e de repente na meditação da Palavra, que me ilumina e me mostra o que preciso mudar, a verdade sobre mim mesmo, e me ajuda a mudar de vida.
Precisamos aprender a ler a Bíblia em espirito de oração, para que ela se torne acontecimento em nossa vida. Em cada um desses momentos, a Palavra de Deus vai me mostrando onde preciso mudar. E na medida que me disponho a graça de Deus me ajuda para que eu mude.
Esse processo de conversão, santificação, de cristificação dura até o fim de nossa vida.

Fica para nós então esse convite que resume toda a pregação de Jesus, segundo São Marcos: “O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!” Mc 1,15

E assim, discípulos, missionários, sairemos por onde o Senhor nos enviar, a comunicar essa experiência.

Transcrição e adaptação: Nara Bessa

 


Dom Dimas


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo