Curados para amar

Padre Arlon
Foto: Natalino / Fotos CN

A liturgia de hoje é muito bela, hoje vemos Paulo e Barnabé que se decidem a pregar o evangelho. Se Paulo e Barnabé não tivesse vivido a primeira leitura de hoje, talvez não chegaríamos o evangelho.

'No sábado seguinte, quase toda a cidade se reuniu para ouvir a palavra de Deus. Ao verem aquela multidão, os judeus ficaram cheios de inveja e, com blasfêmias, opunham-se ao que Paulo dizia.

Então, com muita coragem, Paulo e Barnabé declararam: “Era preciso anunciar a palavra de Deus primeiro a vós. Mas, como a rejeitais e vos considerais indignos da vida eterna, sabei que nos vamos dirigir aos pagãos.”

Para quem não olha o contexto, parece que Paulo é petulante. Paulo não se cansou de levar o evangelho.

Se voltamos em Atos dos Apóstolos, capitulo 7, vemos na morte de Santo Estêvão que Paulo aprovava a morte de Estêvão. Paulo que estava na morte de Estêvão, é o mesmo que agora estava a pregar.

Mas em Atos dos Apóstolos, capitulo 9, vemos Saulo se transformar em Paulo.

“Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote. E pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém. E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.

E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.

E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer. E os homens, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém.

"Eu ou você podemos ser como Saulo, amargurado, perseguindo os cristãos, matando com as palavras e com a indiferença" Padre Arlon
Foto: Fotos CN/ Natalino

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco.

E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu. E havia em Damasco um certo discípulo chamado Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu: Eis-me aqui, Senhor.

E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e vai à rua chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando; E numa visão ele viu que entrava um homem chamado Ananias, e punha sobre ele a mão, para que tornasse a ver.

E respondeu Ananias: Senhor, a muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém; E aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.

Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel. E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome. E Ananias foi, e entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo.

E logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista; e, levantando-se, foi batizado. E, tendo comido, ficou confortado. E esteve Saulo alguns dias com os discípulos que estavam em Damasco.” Atos 9:1-19

Saulo não era um ladrão, drogado, mas ele era um assassino, e assassino de cristão. E ele gostava do que fazia. Ele perseguia os cristãos. Quando você odeia um cristão, ou persegue cristão, é próprio Deus que persegue.

"O que você precisa ser curado na sua história, para que você deixe de ser Saulo para ser Paulo? " questiona padre Arlon
Foto: Fotos CN/ Natalino

Eu ou você podemos ser como Saulo, amargurado, perseguindo os cristãos, matando com as palavras e com a indiferença.

Aquele Paulo que pregava o evangelho, é o mesmo homem que perseguia os cristãos, depois de ter o encontro com o Cristo, Paulo foi transformado e só saiu a pregar porque ele foi curado.

Paulo foi Paulo porque foi curado, Saulo foi curado para amar, para evangelizar. Saulo foi curado para ser Paulo. Saulo viveu uma cura na sua história de assassino.

Apesar de Paulo ser tocado por Deus, muitas pessoas quando via Paulo pregando, dizia você pregando? E todo tempo o seu passado era jogado na sua cara, mas isso não fazia Paulo desanimar. Precisamos ser como São Paulo.

Para ter a experiência com Deus, você precisa querer. Deus respeita a sua liberdade. Você precisa desejar o encontro com Deus.

Conversão é mudança de caminho. É como estivesse indo para São Paulo, vejo que o caminho está errado e faço uma conversão e vou para o Rio de Janeiro.

O que você precisa ser curado na sua história, para que você deixe de ser Saulo para ser Paulo?

O que você viveu no ventre da sua mãe? O que talvez precisa ser curado lá atras? Talvez seja na sua infância?

Talvez você viveu complexo inferioridade. Talvez você fosse não fosse bom na escola, talvez alguém disse que você era feio e que nunca iria namorar. Ou talvez você fosse muito pequeno, ou talvez você muito grande. O que você que apresentar para Deus e dizer cura Senhor.


Padre Arlon Cristian


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo