Curados para Vencer a Dependência Química

Padre Vicente, SCJ
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com

O processo de Cura se faz por um caminho educativo, de repetição, cuidado e paciência. E feito sobretudo de Acolhimento.

Junto a Liturgia de hoje olhando para a casa do pai, que acolhe o filho que vende todos seus bens, este pai o acolhe de volta, Ele não para nos seus erros. Ele apenas ama.

Nós não tratamos ninguém, não aplicamos terapia, o que nós fazemos é viver Bethânia. Pois os nossos filhos somente potencializam o que já tem em si. Dizia Pe Léo.

Estando ele numa cidade, apareceu um homem cheio de lepra. Vendo Jesus, lançou-se com o rosto por terra e lhe suplicou: Senhor, se queres, podes limpar-me. Jesus estendeu a mão, tocou-o e disse: Eu quero; sê purificado! No mesmo instante desapareceu dele a lepra. Ordenou-lhe Jesus que o não contasse a ninguém, dizendo-lhe, porém: Vai e mostra-te ao sacerdote, e oferece pela tua purificação o que Moisés prescreveu, para lhes servir de testemunho. Entretanto, espalhava-se mais e mais a sua fama e concorriam grandes multidões para o ouvir e ser curadas das suas enfermidades. Mas ele costumava retirar-se a lugares solitários para orar.”(Lc 5; 12-16)

A cura desse leproso é identificado por nós em Bethânia como uma lepra que não apenas como doença de pele, mas a olhar para esta lepra nos ajude a perceber esta situação em nós , o nosso pecado, nosso afastamento de Deus.

Portanto retomo aquilo que comecei a dizer. A falta de recuperação potencializa a fragilidade do homem! Um homem e uma mulher sem Deus, se torna fraco. A lepra faz isso conosco. Nos torna fracos. A vícios piores que nos escravizam , não somente as drogas. Muitas das vezes consideramos mortos-vivos.

Para nós Bethânia, sempre tem jeito! Nós acreditamos nas tantas pessoas que vão ao nosso encontro. Mas é preciso trilhar um caminho.

Esse Leproso somos nós, precisamos caminhar nessa Trilha da Cura. Não podemos desanimar. Creia, acredite, tem solução é possível.

No final do versículo 12, esse leproso se jogou aos pés de Jesus com o rosto por terra. Esse jogar o rosto por terra traduz em Jesus, faça o que quiser comigo, nessa condição que me encontro. É uma atitude de abandono total nas mãos do Senhor.

Quem não tem um porque serve qualquer como! Quando perdemos o rumo de nossas vidas tornamos como birutas de aeroporto, sem direção, sem norte. Precisamos ter Norte. Chega de ser Biruta de Aeroporto, Precisamos ser bússolas, orientadas na direção de Jesus.

Por isso Consagrados de Bethânia, não se cansem de falar com os nossos filhos, repita, repita de novo quanto for necessário. Não desista!

Nossa mente é um campo de Batalha, toda a conquista da psicologia da antropologia social, é uma batalha. Não caia nessa onda de que você é um doente irrecuperável. Você tem jeito sim. Não desanime! Retome diante de Jesus seu processo. Somente diante de Jesus você pode dar esse primeiro passo. Viva Bethânia.

Não alimente seu inconsciente com coisas frívolas. Deixe a vida passada, e corra pra essa vida nova que Jesus quer te dar. Somente assim a desintoxicação Física acontecerá. Você filho de Bethânia, você é acompanhado. Deixa Deus cura-lo pelos seus irmãos.

Ao invés de Jogarmos a culpa no outro, devemos nos perguntar, o porque da irritação? Muitos dizem que nós vendemos uma imagem falsa de cura, que nunca serão curados. Mentira, vai em Bethânia e veja se Jesus não cura!

Deus não te chamou para tornar –se derrotado, mais pelo contrario, Ele te chama a vitória. Deixe –se ser restaurado. É preciso tomar consciência, permita ser moldado. Se for preciso deixa Deus quebrar para Ele fazer o vaso novo.

"Viver Bethânia é se desvencilhar da Mentira."
Foto: Natalino Ueda/cancaonova.com
 

Viver Bethânia é se desvencilhar da mentira. Quem vive na mentira, não se recupera dizia Pe Léo.

As vezes ser consagrado é ser fazer de bobo, porque as vezes o filho conta a mentira mais lavada, e você precisa deixa-lo perceber que a mentira não leva em nada.

Quem mais sofre as consequências da sua mentira, é você mesmo. Então pare com esse Vício. Pois essas mentiras tem consequências sérias.

A maior dor de um filho é não ter um Pai de verdade. Essa é a maior crise da humanidade. A imagem que nossos filhos tem de pai, é de um pai ausente, que está longe, que fez e não cumpre a responsabilidade.

Como dizia Pe Léo, Filho e filha de Bethânia, ou deixa a mentira ou nunca vai ser curado e transformado. Pois o Pai da Mentira é o diabo! (Pe. Léo)

A cura se faz dando passo perceba nesse texto de São Lucas que acontece duas curas: a física e a da alma. Jesus viu-os e disse-lhes: Ide, mostrai-vos ao sacerdote. E quando eles iam andando, ficaram curados. Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano.”(Lc 17, 14-16).

A nossa cura, se passa pelo encontro com Jesus, Somente o Senhor pode fazer o que os olhos humanos não conseguem tocar. Deus não desiste de você meu amado.

Transcrição e Adaptação: Carlos Biajoni (@cncarlos)


Padre Vicente Neto


Sacerdote da Comunidade Bethânia

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo