De graça recebestes e de graça deveis dar

Padre Anderson Marçal
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“De graça recebestes e de graça deveis dar.” Essa é uma afirmação de Jesus e uma motivação para nós. Se parássemos para pensar quantas coisa recebemos de Deus, nós nos surpreenderíamos. Não me refiro às coisas extraordinárias, mas aos detalhes do nosso dia, como a chuva que molha a terra.

Como temos administrado todas as coisas que o Senhor nos concede? Amados, até mesmo o dom da vida é uma graça! Mas eu os questiono: Como estamos administrando todas essas coisas?

Tudo temos recebido de graça, e devemos dar de graça aquilo que d'Ele recebemos. O que Deus nos deu de mais fundamental é o amor e a misericórdia! Outras coisas são secundárias, pois, ao nos amar, Ele nos coloca para sermos também essa expressão de amor pelo mundo.

Na primeira leitura, no livro do profeta Oseias, vemos a beleza do cuidado de Deus conosco desde a nossa infância. Desde criança, somos embalados pelo amor do Pai.

Amor, meus irmãos, exige amor. Não há como amar sozinho, pois não há, nesse sentido, a reciprocidade. Deus é amor e exige que nós O amemos. Quem ama verdadeiramente não é pegajoso, mas quer estar perto. Muitas vezes, entramos numa aventura de amor para apenas satisfazer nosso desejo e nosso ego.

Até quando vamos correr atrás dos falsos amores? O amor, ao mesmo tempo que gera liberdade, exige compromisso. Na leitura de hoje, nós somos o “Israel” que, quanto mais o Senhor amava, mais Ele se distanciava de Deus. Um amor verdadeiro é aquele que nos coloca de pé e nos torna livres.

Às vezes, queremos ser durões e nosso amor é machista. Amados, até nós homens, que agimos assim muitas vezes, precisamos desse amor de Deus. Quantos de nós não recebemos amor dos nossos antepassados nem nos perguntamos se eles receberam amor ou se aprenderam a amar.

Nós podemos ser amor para o mundo! Fomos criados à imagem e semelhança de Deus e não fomos chamados a ser outra coisa.

"O amor exige Amor", recordou padre Anderson
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Se você vive se vendendo por pequenas demonstrações de amor ou de aplausos, saiba que você tem “se amado nesta pessoa”, pois ela o aplaude. É como se existisse uma troca de uso. Se isso não acontecer, você viverá chamando à atenção.

Quanto mais nos afastarmos de Deus mais nos deixaremos ser amados por outras situações. Quanto mais Deus nos amar, mais poderemos nos afastar d'Ele; e quanto mais nos afastamos d'Ele, mais nos ficaremos expostos e iremos atrás do primeiro amor que nos aparecer.

A quem você tem buscado? Se você é uma pessoa realizada, se não é carente, está pronto para se casar. Você não casa para fazer o outro feliz, porque você não tem poder para isso. Você se casa para ser feliz primeiro!

Deus está disposto a nos atrair para Ele por meio de Sua misericórdia. O Pai é misericórdia, mas só vamos receber essa graça se nós, de fato, O seguirmos. Quanto mais nós seguirmos o Senhor, mais próximos d'Ele ficaremos e a Palavra de Deus se cumprirá!

Transcrição e adaptação: Luana Oliveira


Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo