Declarada a Guerra

.: Assista ou ouça essa pregação, na íntegra

Leitura: Livro do Êxodo capítulo 14

Rezemos juntos: ‘Eu sou de Jesus e quero testemunhar Jesus Cristo, porque Ele é o único Senhor, que ressuscitou e está a direita do Pai. Ele virá e fará novos céus e nova terra.

Eu me ponho como guerreiro para guerrear em favor de Jesus Cristo. Eu me coloco ao lado de Jesus para ser seu defensor.

Eu sou pequeno, Senhor, mas eu me ponho ao Seu lado para fazer a Sua defesa com a minha vida, com o meu testemunho. Abençoa-me para isso, Senhor!’

E para entender melhor a guerra, a batalha que nós estamos travando, abramos a Sagrada Escritura no livro do Êxodo, no capítulo 14, que fala de um povo que era escravo há quatro séculos e o Senhor os libertou do Egito. Da escravidão para a vida nova.

O Senhor libertou o Seu povo da escravidão para vida nova. O Senhor me liberta da escravidão também.

Eles estavam nesta Páscoa, nós estamos nesta Páscoa, nesta passagem em guerra, e nós somos guerreiros. Estamos em guerra e eu estou nessa guerra ao Seu lado, Senhor. Tu estás comigo e eu estou contigo.

Naquele lugar, eles ficavam encurralados, porque de um lado eles tinham uma cadeia de montanhas, do outro lado o mar, e atrás o deserto. E aconteceu que, de repente, o Exército do faráo começou a persegui-los. Os israelistas foram tomados de espanto e clamaram ao Senhor. Imagine o desespero daquele povo, que estava sendo perseguido: mães, pais, jovens, velhos, crianças. Humanamente, eles não tinham escapatória.

‘Não temais, tende ânimo e vereis a libertação que o Senhor vai operar, hoje, em nosso favor’

Primeira coisa não temais! Mas como não ter medo naquele momento? Mas era o próprio Senhor lhes dizendo: "coragem! tende ânimo!"
Era a hora de agir, porque o medo tira as nossas forças.

Meus irmãos, é isso que o Senhor está nos falando!

‘O Senhor combaterá por vós. Quanto a vós, nada tereis a fazer’.

O Senhor tinha de provar que era Ele quem estava combatendo.

Digamos juntos: ‘O Senhor combaterá por nós, pela nossa causa e, por isso, acolheremos a ordem do Senhor. Eu creio, Senhor, mas aumentai a minha fé!’

O Senhor instrui a Moisés e ele obedeceu. O Senhor o mandou caminhar.

O Senhor entrará em ação no momento em que você se puser em ação. É preciso fé, porque fé não é agir naquilo que é seguro, mas é caminhar onde não vemos caminho, e quando caminhamos na direção, o Senhor começa a agir.

Moisés precisava levantar aquele cajado. E é realmente isso, irmãos: você precisa ‘levantar’ a sua fé. Quando nós levantamos a nossa fé, Deus manifesta o Seu Poder.


Depoimentos:
O que essa pregação causou na vida de algumas pessoas


Qual é o seu "mar vermelho", qual é a sua "cadeia de montanhas"? Quais são os problemas que você está enfrentando?

O pior que é o inimigo de Deus que quer nos encurralar nesses problemas. Ele quer acabar com você, acabar com o seu casamento, com a sua família, com a sua juventude… Ele vem encurralando você no seus problemas e, muitas vezes, você se vê sem saída.

Repete comigo: ’Não temais! Coragem!’
E vereis a libertação que o Senhor vai operar, hoje, em seu favor.

Esse ‘hoje’ é a libertação do Senhor em cada situação.

E, por isso, como Moisés, é preciso levantar a nossa fé, para alcançarmos essa libertação.
Quando a gente levanta a nossa fé, o Senhor entra em ação.

Livro do Êxodo, capítulo 14, versículo 21:“Moisés estendeu a mão sobre o mar. O Senhor fê-lo recuar com um vento impetuoso vindo do oriente, que soprou toda a noite. E pôs o mar a seco. As águas dividiram-se e os israelitas desceram a pé enxuto no meio do mar, enquanto as águas formavam uma muralha à direita e à esquerda.

O Senhor fez o vento soprar e esse vento que levou as águas, mas o leito do mar ficou o mesmo. As águas saíram , mas a areia continuava molhada, ficaram as plantas próprias de mar e o povo teve de entrar. Com certeza, muitas vezes, as pernas daquelas pessoas se enterravam naquela areia.

Eles atravessaram o mar carregando os seus pertences, levavam as pessoas mais velhas, as crianças… Era realmente preciso avançar, porque o exército do faraó vinha vindo atrás. No mesmo mar já estava vindo aquele exército. Imagine o pavor desse povo.

É isso que nós vivemos no tempo presente, na nossa vida. Quanto ‘atoleiros’ nós encontramos: muitas esposas arrastam seus maridos, mães/pais que arrastam filhos etc, etc.

Nós, muitas vezes, culpamos Deus pelos nossos problemas. O que Deus pôde fazer, Ele o fez: Ele "abriu o mar", mas quem "anda no mar" somos nós. Quando se diz ‘a pé enxuto’, não se quer dizer com isso que o mar estava sequinho. Aquelas pessoas se atolavam na terra, e não é verdade que nós nos "atolamos" e ainda temos de arrastar pessoas conosco?

Tem gente que atola o pé, tem gente que atola a canela, tem gente que se atola até a cintura, outros ainda atolam até o coração… Atolados nas próprias fraquezas, nos próprios pecados, e os outros precisam nos arrastar. Eu arrasto outros, mas os outros, também, me arrastam.

E além dessas ‘atolações’, o "faraó" desse mundo (das revistas, da mídia, das músicas, etc) vem atrás nos encurralando.

O Senhor vai fazer verdadeiros milagres nas nossas vidas, mas o paraíso na terra não vai acontecer por nosso conta, só por Jesus.

Há pessoas humanas que fazem essa guerra com nosso Senhor Jesus Cristo. Essa guerra é desleal contra Jesus e contra nós, cristãos. É uma guerra contra o nosso Senhor é contra nós. Não seja tolo! Essa guerra não é só contra Jesus, é contra nós, porque querem acabar com os cristãos.

Essa ‘onda’ de droga que percebemos é do príncipe desse mundo ( representado pelo "faraó"), mas há pessoas humanas por trás disso (representadas pelos "cavaleiros de faraó").

Talvez o seu marido tenha perdido a cabeça por uma mulher, com mais de 20 anos de diferença da idade dele. Mas veja: não é apenas o seu marido. Perceba toda a ‘onda’ de imoralidade que está nesse mundo. O inimigo influencia através de novelas, músicas, revistas e tantas coisas que ele usa para causar isso.

Quantos pais e mães sofrendo porque filhos/filhas têm levado namorados/namoradas para dormir em casa. De onde vem tudo isso, causando todo essa imoralidade, esse liberalismo?

Nós somos ‘vigias esperando a aurora’, porque na vigia da manhã, o Senhor vai entrar em ação. Eu creio nisso! Vai chegar esse momento. É a esperança!

Livro do Êxodo capitulo 14, versículo 25: “Embaraçou-lhes as rodas dos carros de tal sorte que, só dificilmente, conseguiam avançar. Disseram então os egípcios: "Fujamos diante de Israel, porque o Senhor combate por eles contra o Egito." O Senhor disse a Moisés: "Estende tua mão sobre o mar, e as águas voltar-se-ão sobre os egípcios, seus carros e seus cavaleiros.”

Jesus vai chegar ‘embaraçando’ as rodas dos carros. A mão do Senhor não é impotente como muitos pensam.

Êxodo 14, versículo 27: “Moisés estendeu a mão sobre o mar, e este, ao romper da manhã, voltou ao seu nível habitual. Os egípcios que fugiam foram de encontro a ele, e o Senhor derribou os egípcios no meio do mar”.

Será o dia da vitória, dia da Salvação!

Nós aguardamos o dia do Senhor, mas enquanto isso nós agüentamos firmes.

Digamos juntos: “Tu virás e implantarás aqui o seu Reino de Justiça, de amor e de Paz. E nós cremos nisso!
Eu confio em Ti, confio na Tua Igreja governada por Bento XVI, as portas do inferno não prevalecerão contra elas. A vitória é tua, Senhor!”

.: Ouça música do diácono Nelsinho Corrêa,
própria para a Sexta-feira Santa

Transcrição: Tatiane Bastos
Fotos: Anderson Nunes
Edição de Áudio: Fernando Fantini


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo