Deixe Deus ser mais forte na sua vida

Padre Paulinho
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN
Hoje pela manhã, Laércio Oliveira falou da importância da contemplação, pois, muitas vezes, nós nos esquecemos de olhar para a natureza, de ver aquilo que Deus fez. Precisamos fazer essa experiência com o Senhor. Agora, convido você a olhar para a sua história a fim de sentir o amor do Pai.

Abra a sua Bíblia em Jeremias 20, 7-9:

“Persuadiste-me, ó Senhor, e persuadido fiquei; mais forte foste do que eu, e prevaleceste; sirvo de escárnio todo o dia; cada um deles zomba de mim. Porque desde que falo, grito, clamo: Violência e destruição; porque se tornou a palavra do Pai um opróbrio e ludíbrio todo o dia. Então disse eu: Não me lembrarei dele, e não falarei mais no seu nome; mas isso foi no meu coração como fogo ardente, encerrado nos meus ossos; e estou fatigado de sofrer, e não posso mais”.

Paulo foi um profeta muito perseguido porque trazia em seus lábios a Palavra de Salvação. Precisamos, também, nos deixar conduzir pelo Senhor. Quantas coisas nos impedem de buscar o Pai? Quantas coisas aparecem na nossa vida quando saímos para ir à Santa Missa, ao grupo de oração ou para ler a Bíblia?

Faça como o profeta Jeremias e diga: “Eu não tenho mais como fugir de Ti”. Deixe que Cristo seja mais forte em você, pois Ele se manifestará à medida que você se mostrar fraco diante d'Ele.

Não tenha medo do que o Senhor quer de você, apenas aceite o chamado. Mas, prepara-se: quando nos aproximamos de Deus as pessoas costumam zombar de nós. Tenha fé e perseverança! Com cada um Ele trabalha de uma forma até conquistá-lo. Renda-se ao Pai!

"Não tenha medo do que o Senhor quer de você! Apenas aceite o chamado"
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN

Paulo teve sua experiência com Cristo a caminho de Damasco. Ele era um fariseu, conhecedor da Sagrada Escritura, mas ainda não tinha tido um encontro pessoal com Deus.

Agora veja o que nos é ensinado em Atos dos Apóstolos 9, 1-9:

“E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote. E pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém. E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?

E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões. E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer. E os homens, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém. E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco. E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu”.

Um homem que perseguia Deus foi vencido pelo Seu amor! Muitas vezes, estamos vendo, mas não enxergamos nada. O Senhor quer a nossa felicidade, mas, para isso, nós precisamos dar o primeiro passo.

"Muitas vezes estamos vendo, mas não enxergamos nada"
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN

E para dar esse passo nada melhor do que lembrar a história de São João Vianey. Esse santo tem um ministério lindo de confissão. Ele ficava horas atendendo as pessoas. A confissão é o primeiro passo para a nossa salvação.

“O salário do pecado é a morte” (Romanos 6, 23). Precisamos nos desvencilhar deles. Deixemos Deus conduzir nossas vidas, pois Ele é fiel em Suas promessas. Não podemos perder tempo, não fiquemos mais na ignorância de fé!

Transcrição e adaptação: Ariane Fonseca


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE (12) 3186 2600


Padre Paulinho


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo