Dentro de nós borbulha o desejo de sermos santos

Padre Carlos Antonio Xavier
Foto: Gustavo Borges

Quando a Palavra de Deus nos é dirigida ela tem um propósito, que é a nossa conversão. Hoje o Senhor quer que façamos algo diferente daquilo que estamos acostumados a fazer, por esta razão sua Palavra provoca em nós conflitos entre o nosso espírito e a carne, o que deve nos fazer olhar para dentro de nós levando-nos a uma ascese.

Quem quer seguir Jesus não pode ser pela metade, deve se entregar por inteiro. Esta é uma decisão íntima de cada um, por isso o Senhor nos chama a verificar a nossa vida.

A Palavra de hoje nos mostra em três momentos, pessoas que O querem seguir.  Nesse caminho Ele nos mostra os obstáculos que todos nós enfrentamos.

Deus quer experimentar você nesse sim, no sim que você deu ao Senhor, pois todos nós somos provados a cada dia. Por isso Ele disse: “Quem quer me seguir renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

E a cada dia temos que renunciar algo em prol do Senhor, e queremos fazê-lo, porque dentro de nós borbulha a vontade de sermos santos, mas por sermos humanos, nós fraquejamos e ao fraquejar nós caímos, pecamos e muitas vezes nos recusamos fazer a vontade de Deus.

Padre Carlos Antonio Xavier
Foto: Gustavo Borges

É tão difícil as pessoas dizerem um sim para Deus, e muitos dão um sim preguiçoso. Jesus quando nos chama, Ele não quer um cristão preguiçoso, mas alguém que deseja cumprir a vontade de Deus na sua vida custe o que custar. E quantas coisas Deus está nos tocando hoje, nos fazendo relembrar situações e acontecimentos que nos impediram e nos impedem de seguir e até mesmo de ter conhecido Jesus antes. E até pensamos: “Quanto tempo eu perdi na minha vida vivendo como um pagão”!

E nessa caminhada Jesus encontra uma pessoa que aqui não diz se é velho, mas me parece um jovem aspirante, e veja que a resposta de Jesus para ele é desanimadora, Jesus poderia ter florido a resposta, mas Ele foi firme, dizendo que o Filho do Homem não tem onde recostar sua cabeça, e com os seu dicípulos não seria diferente.

Padre Carlos Antonio Xavier
Foto: Gustavo Borges

O seguimento de Jesus, não é um seguimento que nos faz viver num estrelato, mas é carregar a cruz, a cruz da nossa historia de vida, e meus irmãos é preciso entender isso.

Mais um pouco Jesus encontra outro que pedia para ir primeiro enterrar o seu pai. Ás vezes pensamos: “Como Jesus pode fazer isso com este homem?” E Jesus quer nos mostrar que quem acolhe o seu chamado e deseja segui-lo tem que deixar tudo.

A Palavra de Deus questiona o nosso coração, porque às vezes, ou quase sempre colocamos Deus em segundo plano na nossa vida, e aí está o problema na nossa caminhada, quando dizemos: “Mas…hoje tenho outro compromisso”. E assim não tenho coragem de deixar os meus desejos da carne e colocar a vontade de Deus em primeiro lugar.

Fazemos a escolha de seguir a Deus, damos três passos na nossa conversão e quatro para trás, poque não entendemos a escolha que fizemos. Ninguém foi obrigado a segui-lo. Se você seguiu, foi porque Deus lhe tocou, mas por favor siga Jesus por inteiro e não pela metade.

E quantas coisas nós precisamos queimar na nossa vida que nos impedem de servir livremente e ter uma vida plena na missão que Deus nos confiou. São essas coisas que nós precisamos queimar da nossa vida. Assim fez Elizeu. Deus clama, Deus lhe chama para que você tome essa decisão.
 

Padre Carlos Antonio Xavier
Foto: Gustavo Borges

E Paulo vai dizer que nós estamos nos apegando a coisas que estão destruindo a nossa vida, porque a caridade para com o nosso irmão é o amor, e nós somos livres, mas esta liberdade deve ser usada com sabedoria. Deus nos libertou e as coisas passadas já se foram, e não é porque você é um líder na sua comunidade que você pode voltar às coisas erradas do passado. Deus nos libertou para servi-lo na liberdade e sermos ousados no seguimento de Jesus.

Aprendamos a não deixar que os desejos da carne sejam mais fortes que a vontade de Deus nas nossas vidas. Porque é uma briga constante dentro de nós, pois o Espírito quer e pede que sejamos santos para mudar as coisa dentro da nossa casa, no nosso trabalho. E o Espírito precisa vencer, porque o Senhor não nos quer cristãos mornos. E a oração é o combustível, o carro chefe para seguirmos Jesus por inteiro.


Padre Carlos Antonio Xavier


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo