Deus cuida de nós pela nossa consciência

Muitas pessoas dizem que reagem conforme a consciência delas, mas temos de pensar no que Deus quer de nós. É preciso pensar assim em cada momento: "Como o Senhor agiria nessa situação?".

O Senhor está, constantemente, cuidando de nós e nos vigiando, mesmo que não percebamos. Se quisermos ser mais santos, teremos de escutar Jesus que nos fala na consciência.

Vamos refletir: “Senhor, tu me sondaste e me conheces…” (Salmo 139).

Deus não nos abandona, porque tem um carinho enorme por cada um de nós, e isso se manifesta na nossa consciência. Até mesmo aquelas pessoas que fazem maldade, o Senhor também fala no pensamento delas para que não façam o mal. Ele fala, a todo momento, tanto para os bons quanto para os maus.

Vamos ao Sacrário, porque Deus habita ali, mas nossa mente também é um Sacrário onde o Senhor nos fala a todo momento. Claro que devemos visitar a Igreja, no entanto, em nossa casa, em nosso trabalho, na escola também podemos falar com Deus por meio do nosso pensamento.

Jesus Cristo sabe do que precisamos e o que estamos pensando; então, podemos estar sempre com Ele por meio da nossa consciência.

A voz de Deus nos acompanha sempre. Ele habita nossa consciência, por isso, quando pensamos em fazer o bem às pessoas, sabemos o certo e o errado, é Deus falando conosco.

“Então, meu Senhor, não te será por tropeço, nem por pesar no coração, o sangue que sem causa derramaste, nem tampouco por ter se vingado o meu Senhor a si mesmo; e quando o Senhor fizer bem a meu senhor, lembra-te então da tua serva” (1 Samuel 25,31).

"A consciência é a voz de Deus!", afirma o padre Mário Marcelo.
Foto: Arquivo CN

Sempre, ao levantarmos e antes de iniciarmos nossos afazeres, precisamos entregar o dia ao Senhor para que possamos agir conforme Sua vontade e fazer o bem. Assim, ao deitar, podemos refletir e agradecer a Jesus por tudo o que fizemos; e mesmo diante de uma situação na qual podemos fazer o mal, não o fizemos, mas agimos conforme aquilo que o Senhor fala ao nosso coração.

Precisamos ser virtuosos, praticar o bem, mas também corremos o risco de ser uma pessoa amarga e mentirosa, pois as virtudes pertencem à intimidade das pessoas. Temos sempre de ser semelhantes a Deus!

O Espírito Santo que habita em nós também nos ajuda a agir conforme o que Deus quer.

Temos sempre de perguntar ao Senhor qual é a vontade d'Ele, pois ser uma pessoa virtuosa e boa não é fácil, pois exige esforço, luta, vontade e disposição; mas, quando se torna um hábito, conseguimos.

Se não tomamos cuidado nas pequenas coisas, o mal toma conta da nossa vida. Os vícios e os pecados, se não os vigiarmos, também acabaremos não os percebendo. Quando vemos, já estamos fazendo o mal.

Como o Senhor habita na nossa consciência, temos de fazer o exercício de sempre perguntar a Ele como e o que fazer, pois nossa consciência é um Sacrário!

A voz do Senhor sempre nos pede para fazermos o bem, amar e cuidar dos nossos. A consciência é a voz de Deus. Temos de formar e educar nossos jovens para pensar, conversar e buscar o Senhor, porque o mal quer vencer.

Mesmo que as pessoas nos façam mal, devemos fazer o bem a elas, porque faz parte da nossa essência amar e cuidar. Temos de estar em sintonia com Deus para interpretar o que Ele fala para cada um de nós.

Antes de qualquer coisa, é preciso querer fazer o bem e, depois, perseverar, porque muitos começam nesse caminho, mas poucos permanecem nele. Não podemos deixar que outras vozes do mundo abafem o Deus que existe em cada um de nós.

Mesmo diante do pecado, se estamos em sintonia com Deus, no mais íntimo do nosso coração, podemos produzir flores. Amando, fazendo o bem e evitando o mal deixamos o Espírito Santo agir em nosso coração.

Que o Espírito do Senhor nos conduza para que possamos viver numa sociedade melhor!

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Padre Mario Marcelo, scj


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo