Deus está conosco no combate

Padre Roger
Foto: Regiane Calixto

Meus irmãos, o Senhor quer realizar maravilhas no meio de nós! Tenha certeza disso! O combate espiritual, o combate da oração, é necessário. Precisamos pedir ao Senhor que também os nossos familiares experimentem o que experimentamos com Ele, pois são batalhas na paróquia, batalhas no serviço, e, muitas vezes, até desfalecemos na batalha espiritual. Por isso, Deus quer nos fortalecer nesta hora.

De onde vai brotar esta fortaleza de Deus? Vamos pegar o livro do Gênesis no capítulo 15, versículo 1, que diz assim: “Depois desses acontecimentos, o SENHOR falou a Abrão numa visão, dizendo: “Não temas, Abrão! Eu sou teu escudo protetor; tua recompensa será muito grande”.

O Senhor diz para nós, assim como disse a Abraão: Ele é nosso escudo protetor. Assim como nas batalhas antigas os guerreiros tinham seu escudo, nós temos um escudo, que é o Senhor. E existe um escudo melhor do que este?

É decisão do Altíssimo, Ele quer ser nosso escudo, nossa defesa, nossa proteção, nossa segurança! A segurança da sua vida não é um plano de saúde, não são as coisas deste mundo. A segurança da sua vida é o Senhor! A segurança do seu combate é o Senhor. A sua segurança está no Todo-poderoso!

No capítulo 21, versículo 22, do livro do Gênesis está escrito assim: “Por aquele tempo, Abimelec e Ficol, chefe do exército, vieram dizer a Abraão: Deus está contigo em tudo o que fazes. Portanto, jura-me por Deus, aqui mesmo, que não me enganarás, nem a meus filhos, nem a meus descendentes, e que terás comigo e com a terra na qual estás andando a mesma lealdade que eu tive contigo. E Abraão disse: Eu juro”.

Deus está conosco e precisamos fazer a opção de caminhar com Ele; quando fazemos essa escolha as pessoas começam a notar que há algo diferente conosco. As pessoas precisam reconhecer que o Senhor está conosco, assim como Abimelec reconheceu que Ele estava com Abraão. O diabo é que tem de ter medo de nós e não nós dele, pois hoje em dia há muitos que jogam as culpas de tudo nele [diabo].

Combatente, eu quero dizer a você que veio aqui participar deste acampamento: você tem de ser um católico que vai à Santa Missa, que se confessa constantemente e o diabo não terá poder sobre você! Mas se você é um católico “meia boca”, que não vai à Missa e não se confessa, infelizmente, tenho que lhe dizer: você é uma presa fácil para o maligno.

Leve seus filhos desde pequenos à Celebração Eucarística. Ainda que as crianças façam bagunça, não deixe de levá-las à Santa Missa, pois quando crescerem elas vão ser apaixonadas por Jesus. Vó, insista em levar seus netos à Missa, leve-os para a catequese e eles serão protegidos por esta fé e este escudo, que é o Senhor. Talvez seu filho se desvie, talvez ele saia do caminho do Senhor, mas uma hora ele voltará porque ele foi feito para o céu e não para o inferno! Vai chegar o dia em que ele voltará, nem que seja no último dia de sua vida ele gritará o nome do Senhor e será salvo, como diz a Palavra de Deus.

Combatentes, não se desesperem! Esperem no Senhor e muitas vezes vocês serão desgastados, esgotados, mas na presença do Senhor serão fortalecidos. Quem deixa de ir à Missa fica “anêmico espiritualmente”, sem “vitamina”, sem força e sem vida. Você precisa buscar o Senhor sempre! Na Adoração Eucarística, na Santa Missa, nós vamos nos fortalecendo, pois Deus é por nós! Se olharmos para nossa história da salvação iremos ver que Deus esteve sempre presente na vida dos seus; o Senhor é por nós! Ele é imutável e se Ele acompanhou esse povo do passado, Ele também está conosco.

No livro de Josué capítulo 1, versículo 1, está escrito assim: “Após a morte de Moisés, o servo do SENHOR, falou o SENHOR a Josué, filho de Nun e ajudante de Moisés: “Moisés, meu servo, morreu. Agora, levanta-te e atravessa o rio Jordão, tu e todo este povo, para a terra que vou dar aos filhos de Israel. Eu vos dou todo lugar que a planta de vossos pés pisar, conforme prometi a Moisés. O vosso território se estenderá do deserto e do Líbano ao grande rio, o Eufrates, por toda a terra dos heteus, até ao Grande Mar, a ocidente. Ninguém te poderá resistir enquanto viveres. Assim como estive com Moisés, estarei contigo. Não te deixarei nem te abandonarei”.

Padre Roger Luis
Foto: Regiane Calixto

Nós precisamos acreditar que Deus é capaz de vencer os gigantes que se apresentam diante de nós, precisamos acreditar que o Todo-poderoso é capaz de nos tornar vencedores!

O combatente é assim: ele acredita que o Altíssimo lhe dará a vitória! Agora se você ficar com pensamentos negativos o diabo o levará à derrota. Quanto poder nós temos dado aos nossos problemas, aos nossos inimigos, às nossas fragilidades? Quem conheceu o padre Léo? O câncer matou esse homem de Deus, mas não venceu o combatente, que ele era, pois ele venceu! Deus venceu nele, ele já não tinha a visão completa, só tinha os 40% dessa capacidade, mas durante os meses em que ficou no hospital escreveu vários livros.

É Deus quem nos fortalece para vencermos! No dia da tribulação, no dia da sua luta, acredite, pois assim como o Senhor disse a Josué, Ele diz a você: “Eu estarei contigo e não te abandonarei!”. Nós precisamos acreditar em Deus, acreditarmos que Ele é vencedor e está conosco. Josué venceu todos os exércitos, porque ele era um grande guerreiro? Não! Mas, porque o Senhor vencia por ele!

Quando Josué viu a muralha de Jericó, Deus lhe disse que desse 7 voltas ao redor dela e no sétimo dia esta caiu. Quantas muralhas se levantam em nossas vidas? Você precisa acreditar, assim como esse homem de Deus, que o Senhor as fará cair.

Você crê? Você acredita, combatente? A sua palavra tem muito poder diante de Deus, mas também tem muito poder diante do inimigo e dependendo do que você diz, você pode experimentar a vitória ou a derrota. Quem me dá a vitória é o meu Deus, Ele é o Todo-Poderoso, o Vencedor das batalhas e só Ele pode fazê-lo vencer todas as batalhas, só Ele pode lhe dar a vitória, só Ele pode derrubar as muralhas! Deus está com você, Ele não o abandonará! Combatente, acredite no Deus vitorioso!

Eu encerro esta palestra com o texto de II Macabeus capítulo 8, versículo 18 que diz: “Eles confiam, dizia ele, nas suas armas e na sua audácia, mas nós colocamos nossa segurança no Deus Todo-poderoso, que pode ,comum só leve aceno, desbaratar tanto os que nos atacam como o universo inteiro”.

Deus veio habitar no meio de nós, Ele armou Sua tenda no meio de nós e está conosco e Jesus mesmo nos diz: “Eu estarei convosco por todos os dias até os fins dos tempos”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo