Deus não brinca conosco, Ele cumpre as Suas promessas

Diácono Renan Félix
Foto: Wesley Almeida/ Cancaonova.com

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem” (Hebreus 11,1).

 

Vivemos muito da fé e da confiança, exemplo disso se dá quando pegamos o ônibus e acreditamos, ao ver a pessoa sentada no banco de motorista, que ele seja o motorista. A Palavra traz a fé em Cristo Jesus, e só quem fez a experiência com Cristo pode confiar n'Ele. A fé é se lançar em Cristo, com tudo o que fazemos e somos, como uma criança que, mesmo no alto, se lança no colo do pai, porque confia nele.

O mundo nos ensina a ter segurança nas coisas materiais, por isso, quando se tem um carro, a termos seguro contra roubo, e a termos um seguro de vida para quando morrermos e deixarmos nossos flhos amparados. No entanto, a fé no Senhor nos ensina a ir além.

Sem esperança na vida eterna vamos viver frustrados, pois são tantas situações que vivemos neste mundo, que precisamos acreditar no que vem além, acreditar naquilo que ainda não aconteceu.

É fácil ter fé quando o milagre acontece, mas fé de verdade é você continua acreditando mesmo quando as coisas não acontecem ou demoram a acontecer.

Deus não brinca de ser Pai, Ele não brinca de nos amar! A fé anima o nosso coração, mesmo nos momentos de sofrimento acreditamos no milagre.

Nesses dias, fui visitar o pai do padre Roger Luís porque ele está acamado com câncer. Ele me acolheu com um sorriso e eu disse a ele: "Pai, Deus está fazendo!", e ele me disse: "Não, filho, Deus já fez!" Que lição desse homem que, apesar de estar com tanto sofrimento, acredita na ação de Deus! Infelizmente se eu perguntasse a algumas pessoas o que é uma vida perfeita, muitas diriam que é uma casa na praia, estar com os pés para o alto, na rede, vivendo de renda, que os filhos façam uma boa faculdade e se casem. Mas vida perfeita não é aqui na terra, a vida perfeita é o céu.

Se até hoje muitos homens brincaram de cuidar de você, Deus não brinca, Ele realmnete cuida de você! E a única coisa que Deus nos pede é que confiemos n'Ele.

A fé é a certeza daquilo que ainda se espera. Eu aprendi com o monsenhor Jonas a todos os dias esperar a vinda do Senhor. Há pouco tempo, tivemos uma visita de Deus na Canção Nova por intermédio de um jovem que ainda não era da comunidade, mas estava se preparando para entrar nessa obra de Deus. Ele tinha 19 ou 20 anos, estava bem de saúde, fez o estudo bíblico e foi dormir e, assim, ele morreu.

Nosso coração precisa arder de desejo pelo céu! Precisamos estar prontos para o céu a qualquer momento.

No YouCat (Catecismo da Igreja Católica juvenil) diz o que "o céu é um interminável momento de amor. Nada mais nos separa de Deus, porque o nosso espírito ama o que toda a vida procurou. Juntamente com os anjos e os santos, alegramo-nos ao lado de Deus e com Deus. Quem observa um casal de namorados olhando-se carinhosamente, quem vê um bebé procurando tranquilamente os olhos da mãe, como se quisesse gravar para sempre o seu sorriso, fica com uma ideia, ainda que longínqua, do que é o céu. Poder ver Deus face a face é como um instante de amor, único e infindável" [n. 1023-1026,1053].

“Deus não brinca com você”
Foto: Wesley Almeida/ cancaonova.com

:: Veja mais fotos no Flickr

E como está escrito na Palavra de Deus, coisas que os olhos não viram, e os ouvidos não ouviram e nem chegaram ao coração do homem são as maravilhas que Deus preparou para os que O amam (cf. 1 Coríntios 2,9). 

Precisamos desejar o céu! Olhem o que o livro do Apocalipse diz: “Vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis” (Apocalipse 21,1-5).

Gente, eu quero ir para o céu, porque lá não existem lágrimas, não existe mais dor. E quando eu estiver pronto para o céu, quero morrer, porque quero chegar ao céu, porque o nosso coração deseja estar na presença de Deus. Deus tem algo muito maior para você, pois Ele não brinca com você! 

 

A fé exige de nós uma nova postura. A santidade é feita de pequenas coisas, e para entrarmos no céu, precisamos ser santos. E o santo não é perfeito, é aquele que é pecador, mas que não desiste do ceu. Você tem que mostrar ao mundo a sua fé, mas aplicada na sua vida. Seja coerente. Deus quer de nós uma fé concreta, uma fé que se manisfeste em uma vida nova. Queira mudar de vida.

 

Existem muitas pessoas na China que, para ir à Santa Missa, colocam a vida em risco. E em vários lugares do mundo os cristãos são perseguidos e mortos, enquanto muitos de nós estamos sendo Evangelhos vivos "meia-boca"! 

 

O mundo está como está, porque nós não somos verdadeiros cristãos, por isso precisamos crescer na fé. Assim como um bebê na barriga da mãe, que cresce a ponto de ter que nascer, e se encaixa no ventre materno para nascer, nós somos assim também: crescemos tanto que o mundo não "cabe" mais em nós, porque o nosso coração se dilata em Deus, porque nascemos para Deus e para as coisas do Alto, para as coisas que não vemos.

Precisamos ser cristãos de verdade. Eu tenho uma "santa inveja" das pessoas que são apaixonadas pelas escolas de samba, pois sou do Rio de Janeiro e via centenas de pessoas dando a vida por essas escolas, dia e noite fazendo as fantasias para a escola desfilar, e mais: sem ganhar nada em troca. E nós? Estamos nos doando pelo Reino de Deus?

 


Padre Renan Felix


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo