Deus não o deixa sem resposta

Padre Edimilson
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
O Evangelho de hoje nos apresenta realidades muito próximas do nosso dia. Temos a figura de Sarah e Tobit, os quais são caluniados e difamados por serem fiéis a Deus naquilo que lhes era proposto.

A morte dos sete maridos coloca Sarah em depressão, de onde ela não via saída; assim como Tobit, que sofria com várias acusações. Ambos chegam ao ponto de rezar, pedindo a Deus a morte, pois seria melhor do que viver daquela forma.

Ao contrário do que haviam pedido, o Senhor providencia que se conheçam e Tobias acaba se tornando o oitavo marido de Sarah. Todos os anteriores não haviam sido consumados, pois o esposo sempre morria na noite de núpcias.

Porém, dessa vez, antes de consumarem o casamento, Tobias, filho de Tobit, convida Sarah para se ajoelharem e rezar louvando a Deus por tudo que Ele havia feito na vida deles. Isso mostrou gratidão, pois, com um coração amargurado e desesperado, ele temia ter o mesmo fim dos demais maridos.

Por fim, a Palavra nos mostra que o Senhor envia o Arcanjo Rafael para libertar aquela família da maldição de um demônio que habitava o quarto de Sarah.

O Senhor nos mostra que precisamos dobrar nossos joelhos e orar por aquilo que realmente precisamos. Caso contrário, vamos chorar pela nossa falta de ação e fé.

Isso acontece quando os pais, ocupados com trabalho e seus prazeres, acabam “terceirizando” seus filhos para professores, escolas, babás, catequistas etc. Se não sabemos o que nossos filhos fazem, não podemos saber pelo que devemos rezar.

Infelizmente, existe um demônio de morte buscando o seio de muitas famílias para trazer a desgraça. Por isso, você não pode continuar sendo um mero espectador de tudo o que estamos vivendo.

"O Senhor não abandona jamais um coração justo e humilde", diz padre Edimilson.
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Talvez você diga agora: “Mas isso nunca vai acontecer na minha casa!”. E eu peço a Deus que isso realmente seja uma palavra profética para sua vida e da sua família, mas não podemos ser como o soldado negligente, que desistiu de vigiar e baixou todas as defesas.

O salmista vai nos dizer que, de todos os lados, somos cercados, porém, isso não quer dizer que isso nos coloca em uma posição passiva. Por que você acha que Deus respondeu a Tobit? Por que ele foi um homem morno? Claro que não! Foi porque ele se apresentou com sinceridade e, principalmente, humildade, reconhecendo que precisava posicionar-se diante de Deus.

O tempo é difícil, mas o Senhor quer permanecer na sua fidelidade para conosco. Por isso, acredite, homem e mulher, vocês não estão sozinhos, porque são acompanhados por Deus.

Foram quatro anos de cegueira para Tobit. Foi o tempo que Deus levou para responder a oração dele. Assim como Sarah esperou, aproximadamente, seis anos para que a sua oração fosse atendida. Muitos podem chamar isso de demora, mas nós chamamos da hora da graça.

Talvez, você sinta que a alegria já o deixou e que não há mais lugar para esperança no seu coração. Acredite, pois o Senhor não abandona jamais um coração justo e humilde, que busca, antes de tudo, fazer a Sua vontade. Por isso, não se abata, não deixe que sua fé morra, pois o melhor de Deus está por vir.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Padre Edimilson Lopes


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo