Deus nos quer da forma que nos criou

Padre John Baptist
Foto: Wesley Almeida / cancaonova.com

Louvado seja o Senhor! Deus é bom o tempo todo. A beleza que somos representa a obra maravilhosa que Deus é. Quando olhamos para a natureza, Deus fala a nós por intermédio dela. O que você está vendo é bom, e o que você é também o é, diz o Senhor.

Deus está dizendo a mim e a você que nós fomos desenhados por Ele, portanto, Ele quer que sejamos da forma exata como Ele nos criou. Somos embaixadores de Deus aqui. As pessoas precisam ver o Senhor em nós. E se não O veem em nós não é por culpa d'Ele, mas sim por nossa culpa, minha e sua.

Hoje nós somos chamados a refletir sobre as raízes das nossas machucaduras e feridas. Somos chamados a meditar sobre elas com o Evangelho de São João, capítulo 4. Em resumo, Deus nos fala: Parem de duvidar!

Quando deixamos a dúvida sobre o outro sobressair, começamos a diminuí-lo. E essa dúvida surge da nossa humanidade, desde os nossos primeiros pais [Adão e Eva].

Existe um limite sobre nossa existência, pois não somos Deus. Deus Pai nos dá tudo por causa do Seu amor por nós. Ele cuida de nós, por isso criou tudo que precisaremos usar. Ele criou o primeiro homem para governar tudo. Adão foi o primeiro ecologista por conhecer o nome de todas as plantas e animais. No entanto, mesmo caminhando com Deus, vivendo com Ele, ele ainda queria mais uma coisa: uma esposa; então Deus inaugurou o relacionamento do homem com a mulher. Por essa razão, tudo se fundamenta em Deus Todo-poderoso.

Nossas feridas começam na dúvida que temos de Deus. O Altíssimo nos disse que nos daria tudo o que nós precisamos, mas que existiria um limite. No entanto, esse homem tentou fazer algo que o Senhor Deus não havia lhes dado permissão. Quando Adão e Eva se escondem, significa que estavam com medo. O medo é a primeira ferida e sentimento de dúvida do ser humano.

Em várias ocasiões queremos ver e entender as coisas com a nossa mente. Vamos à igreja e vemos Jesus Cristo, e mesmo assim ainda somos tentados com a dúvida.

No sacramento do matrimônio nós assumimos esta promessa diante do outro: "Eu vou te amar da mesma forma que Jesus nos ama, até a morte. A Palavra de Deus também diz: Vou me entregar a você não por dominação, mas por amor, para dar a você tudo o que sou, e nada pode nos impedir disso até Deus nos chamar. Esse mesmo compromisso o Senhor fez conosco! Tudo Ele nos deu. Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém".

O teor agnóstico [que duvida de tudo, inclusive da existência de Deus] tem entrado em nossas vidas! Não permitamos! Devemos acolher o que o Deus tem para nós.
A tentação não quer que ouçamos a voz de Deus, assim como ela fez com Adão e Eva. Você fica se perguntando se realmente tem que rezar, se tem que ir à igreja. Ficamos levantando muitas dúvidas em nosso interior. Não alimente a tentação em você! Ou a confusão tomará conta da sua vida. E não é isso que o Senhor quer para você. Não ultrapasse o limite que Deus colocou para você.

Quando fazemos a colheita, nós não agradecemos o que o Senhor nos deu. E ainda pegamos o que Ele não nos deu, diz-nos o Senhor! Não podemos agir como Adão e Eva! 

Quando Deus nos encontra e fala ao nosso coração nós vemos Sua glória e também quando O ouvimos. Ao escutar o chamado de Deus, Adão responde ao Senhor e percebe que está nu diante da presença d'Ele. Portanto, Deus quer restaurar nossa nudez, libertar-nos de nossos medos e dúvidas. Quando há o abandono e a separação em nossa vida [do Senhor], buscamos respostas no ocultismo. E é justo aí que começa a complicação. Quando estamos em pecado, não conseguimos mais dar frutos, trabalhamos tanto e recebemos tão pouco, justamente porque comemos do "fruto proibido". Deus nunca nos acusa, Ele nos convence.

"Deus fala hoje conosco: Cadê você? Por que você está se escondendo de mim?", alerta padre John
Foto: Wesley Almeida / cancaonova.com

Deus fala hoje conosco: Cadê você? Por que você está se escondendo de mim? Venha, Eu o amo do jeito que você é. Não fiquem se culpando um ao outro! 

Adão ficou culpando a Eva por ter comido o fruto. E ainda diz a Deus que foi ela quem lhe causou esse problema.

Quando estudamos o Catecismo da Igreja Católica, vemos que há um anjo do bem que luta contra o anjo do mal. Nós não devemos ouvir somente o que está em nossa mente, mas ouvir a Palavra de Deus. Precisamos assumir a figura do publicano, que retrata a ferida do orgulho, para o nosso arrependimento acontecer e para a glória de Deus.

Deus tem um projeto para nós! Sejamos humilhes na presença de Deus Pai, Ele nos fortalecerá, nos dará a vitória e aumentará nossa fé.

:: Assista a um trecho desta pregação no Canal da WebTVCN no You Tube

O Espírito Santo nos conecta com o céu. Ele nos leva a um relacionamento profundo com Deus Altíssimo. Não podemos perder este contato com Deus. Não alimentemos a dúvida e os questionamentos, pois dessa forma, acabaremos nos esquecendo do Doador dos dons, que é o Senhor.

Muitas vezes, queremos controlar tudo em nossa vida, que tudo seja para o nosso próprio bem e do nosso jeito, e não o que Deus quer para nós. Isso nos causa decepção e nossa mente e corpo ficam doentes. Por essa razão a ferida fundamental que temos é o abandono [por nos distanciarmos de Deus]. Quando, por exemplo, você diz: "Eu não sou querido porque fiz o que meu pai e minha mãe não queriam que eu fizesse".

"Quando vamos para cama com a falta de perdão, geramos sentimento de medo em nosso interior", destaca padre John.
Foto: Wesley Almeida / cancaonova.com

Quando vamos para cama com a falta de perdão, geramos sentimento de medo em nosso interior, e isso nos paralisa e nos impede de ser livres.

Lembrem-se de que, quando forem para o casamento com esse homem, com essa mulher, estarão tocando nele (a) pela primeira vez em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Deus quer nos restaurar por inteiro, pela intercessão da Virgem Maria, e como filhos de Deus, temos a força de esmagar a inteligência do demônio! Por isso, seu corpo, sua mente e seu espírito precisam estar conectados em Deus. Não uma coisa ou outra, mas todo o nosso ser precisa estar conectado em Deus.

Jesus é nosso verdadeiro Deus e verdadeiro Homem. Ele quer tocar em cada um de nós e nos transformar.

Transcrição e adaptação: Carlos Biajoni (@cncarlos)


Padre John Baptist Bashobora


Sacerdote da diocese de Mbarara, Uganda/África

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo