Deus quis ter uma família

Por que a Igreja no primeiro domingo depois do Natal nos apresenta a Sagrada Família? Porque a família é sagrada, não só a de Jesus e Maria. Por que é sagrada? Porque é instituída por Deus.

Para salvar a humanidade, o Verbo de Deus se fez carne e assumiu tudo que precisava para sermos resgatados. Ele veio como criança, adolescente, jovem, adulto e foi para o céu abrir as portas para nós. Até pela realidade do túmulo Ele passou, e em tudo que a humanidade precisava passar, por isso Ele começou pela família. A humanidade não pode ficar de pé sem a família.

Deus é uma família, são três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Deus é um só e subsiste em três pessoas.

Quando Deus quis que humanidade existisse, Ele fez um projeto. Quem faz alguma coisa sem projeto faz tudo errado.

Deus disse ao homem: “Deixa seu pai e sua mãe e se una a uma mulher”. O homem e a mulher unidos por Deus para serem uma só carne. Tem muito casal que vive junto, mas não estão unidos.

Nós casados, noivos, namorados temos que ter a coragem de diante de Deus perguntar: “Estamos unidos ou apenas juntos?” Ou somos casados de verdade, ou é melhor não casar?

A Igreja hoje coloca diante de nós a Sagrada Família para que a gente se espelhe n’Ela. A vida da Sagrada Família foi muito mais dura que a sua família. Logo que o Menino Jesus nasceu o velho Simeão fez a profecia dizendo que uma espada de dor ia atravessar o peito de Maria. Mudar para o Egito para não matarem o Menino, num sol abrasador do deserto. A perda do Menino em Jerusalém por três dias. Depois encontra Seu Filho a caminho do calvário cheio de sangue e depois O ver pregado na cruz. Veja quanta dor, por isso Deus coloca a Sagrada Família como modelo.

Ficar vendo filme pornográfico na internet é infidelidade. Se você busca Deus em primeiro lugar, nada vai faltar para sua família. Não tenha medo de ser um pai honesto que não aceita dinheiro sujo. Seja humilde, silencioso, o último. José era assim. José foi um homem excelente que só falou pelos seus gestos, quando Jesus começou sua vida pública ele já tinha morrido.

"Deus deu a nós casais duas missões: fazer o outro crescer e multiplicar"
Foto: Elcka Torres

Mulheres sejam submissas aos seus esposos. O homem sustenta o lar e a mulher sustenta o homem nessa missão. É uma ajuda amorosa por causa de Deus. Hoje as mulheres trabalham muito mais do que antigamente, ela era mais protegida porque ficava em casa, mas ela pode continuar essa submissão.

São Paulo diz: “maridos amai vossas esposas como Cristo amou a Igreja”. As famílias estão arrebentas por causa do amor falso entre os casais. Se você construir sua família com amor falso ela não vai subsistir. Há casamentos que não foram válidos porque não aconteceu por amor. A Igreja não anula casamento, mas declara quando ele não foi válido. Não é fácil cumprir a promessa de fidelidade até a morte, viver com a mesma pessoa a vida inteira, mas a Igreja sabe que é esta luta que nos santifica.

Deus deu a nós casais duas missões: fazer o outro crescer e multiplicar, ou seja, ter filhos. A beleza do casamento não é só entrar no navio com sua esposa e fazer uma turnê pelo mundo, mas pegar a sua mulher e fazê-la crescer para Deus.

Tem muitos pais que não têm coragem de dizer “não” para os filhos, e eles se estragam. Temos que corrigir nossos filhos na hora certa, do jeito certo e no lugar certo. O primeiro catequista da criança precisa ser o pai e a mãe.

Infelizmente a moral foi jogada no lixo só interessa o prazer do corpo, por isso estamos vendo as famílias sendo destruídas. As crianças têm direito de ter um pai, “seja homem rapaz, assuma essa criança”. A imoralidade do sexo antes do casamento arrebenta a família. A criança não é infeliz porque não tem roupa, mas porque não tem pai e mãe.


Prof. Felipe Aquino


Doutor em engenharia mecânica, pregador e escritor

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo