Deus tem compaixão das nossas feridas

"Deus tem compaixão da sua lesão e se debruça sobre ela", disse Ir. Maria Eunice
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Vamos deixar que o Espírito Santo aja e interceda por nós. Talvez você pense que o Ele venha de algum lugar, mas o Espírito Santo é Deus, Aquele que nos revela, ensina e advoga nossas causas juntos ao Senhor. É este Espírito que habita em nós e move a nossa vida.

Diga estas Palavras do Evangelho: "Em verdade, em verdade, vós digo: quem não nascer de novo não poderá ver o reino de Deus". Peça a Deus para abrir seu coração ao Espírito Santo.

Neste tempo de graça, somos convidados a olhar para o coração transpassado do Senhor e depositar nele as nossas enfermidades interiores.

São tantas as feridas internas que carregamos; e nesta ferida exposta de Jesus vamos pedir as curas para as nossas chagas. Muitas vezes, nós nos encontramos perdidos, e quem nos encontra é Jesus. Por isso seu coração ficou transpassado para salvar a cada um de nós.

Quando o coração de Jesus foi apunhalado pela lança pontiaguda do soldado e jorrou sangue e água, a humanidade foi curada das suas chagas. É ao lado do Senhor que você pode curar todos seus machucados.

Só em Deus vamos encontrar a cura das nossas feridas interiores, pois o coração d'Ele foi doado a nós. O maior sacramento de cura interior é a comunhão. Só o homem pode se alimentar do Corpo e do Sangue de Cristo para que Ele se torne vida em nós, curando todas as nossas lesões.

Entregue suas enfermidades a Deus, porque você foi chamado a amar mais e melhor. Deposite no coração d'Ele as feridas que estão abertas em seu coração: são traumas emocionais, interiores, que recebemos ao longo da caminhada. É preciso que você cure estes machucados.

O mundo está repleto de pessoas com ferimentos abertos. Deus tem compaixão da sua lesão e se debruça sobre ela, porque Ele é a eterna misericórdia. A palavra "misericórdia" é tão forte que esconde dois significados importantes: miséria e coração. Isso é Deus, compadecido do nosso sofrimento e curando todos as nossas amarguras.

Precisamos estar no coração de Deus, pois Ele é o Cordeiro que tira todos os pecados do mundo. Portanto, é preciso retirar esta dor, mas não podemos nos entregar ao pecado,  ainda mais depois que Jesus nos deu livre acesso ao Seu coração. De maneira nenhuma, deixe-se entregar ao pecado, porque não podemos nos tornar escravos deste mal.

Todos somos pecadores e não podemos nos entregar, porque o Senhor veio até nós e deixou a porta do Seu coração aberta para que deixemos ali nossos pecados.

"Não existe sofrimento algum que Deus não possa curar", afirma Ir. Maria Eunice
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com


Deus cuida de nós, portanto, entregue suas enfermidades e as retire do seu coração. A minha cura está nas 'chagas gloriosas' de Cristo, portanto lançai suas misérias. Se não nos utilizarmos de Suas chagas para nos curarmos, não entraremos no Reino dos Céus.

Hoje, temos uma aliança de sangue com Jesus, pois Ele veio até nós para curar todos os males do mundo. Não importa o tamanho da sua amargura, da sua dor e da sua tristeza,  é preciso que você entregue estes sentimentos na cruz de Jesus, pois Ele é a cura e a força.

Não existe sofrimento algum que Deus não possa curar. Quando você tiver uma grande dor, seja ela qual for, olhe para cruz e para a chaga aberta; tenha a certeza de que é dali que vem o remédio.

 

 

Transcrição e adaptação:  Alessandra Borges


Irmã Maria Eunice


Missionária da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo