Diga 'não' à tentação do desânimo

\”Levanta-te e come! Ainda tens um caminho longo a percorrer.\” (1Rs 19,7) São essas as palavras que Deus dirigiu a Elias. Todos nós queremos seguir as palavras desse profeta. Ele tinha esse fogo de Deus que pedia que lutasse para preservar a fé em Deus, em meio a um povo pagão. Elias sofreu por causa dos sentimentos de desânimo e pediu a Deus que este sentimento desaparecesse. Muitas vezes, essa também é a nossa experiência.

Hoje é dia dos pais. Quantas vezes, os pais dizem que não vale a pena educar os filhos, porque lá fora eles aprendem tudo errado. Então, muitos genitores abandonam seus filhos, mas essa não é uma atitude correta.

Começa, hoje, a \”Semana da Família\”, que a CNBB organiza para todas as dioceses viverem. Quantos obstáculos existem contra as famílias… Daí, a gente começa a desanimar e a dizer: \”Eu não vou mais me preocupar\”. Cuidado, meus irmãos, para não caírem nesta tentação. A tentação é parar. Foi o que fez Elias: quis abandonar sua missão, mas Deus não o deixou acomodado. Mais uma vez, ao lado deste profeta estava o pão e a água. Ele tomou esse alimento, caminhou quarenta dias para chegar ao Horeb, montanha do Senhor.

Nós, também, temos de caminhar para chegarmos à salvação do mundo. Muitas vezes, imitamos Elias. Hoje, eu estou pedindo a Deus que não nos deixe mais \”dormir\”.

Neste encontro, aprendemos que a nossa missão é evangelizar. O Reino de Deus não é simplesmente um momento de oração, mas se constrói no dia-a-dia, cada um vivendo a sua vocação. Todas as vocações incluem responsabilidade e Deus nos dá não só sua Palavra, mas também a Eucaristia.

Quem vive a Palavra de Deus se torna missionário. E Jesus não quis nos dar somente sua Palavra, mas deu sua carne. Eis o alimento para nos ajudar a enfrentar o mundo. O mundo não é somente violência – ele foi criado por Deus. Por isso devemos enfrentá-lo não com medo, mas com alegria pois temos a Eucaristia que nos dá força para enfrentarmos nossas responsabilidades.

Devemos colaborar para construir a comunhão ao nosso redor. Esta é a força das comunidades: a Eucaristia. Na Eucaristia se encontra a força, em Jesus que dá sua vida por nós. Quem vive da Eucaristia e participa das Novas Comunidades deve estar pronto para morrer no seu \”eu\”, para assim nascer numa vida nova.

Nós seremos discípulos e missionários quando fizermos da Eucaristia a nossa força.
Aos domingos, nunca devemos deixar de participar da Celebração Eucarística. A vida deve ser uma Eucaristia terrena, uma doação contínua. Nós ainda temos um longo caminho a percorrer. Vamos percorrê-lo na alegria, na força da Palavra e da Eucaristia, para que assim não contristemos o Espírito Santo e Ele se servirá de cada um de nós como instrumento.

Que nós possamos, depois desse encontro, transformarmos as nossas comunidades e deixar o Espírito Santo agir para que assim construamos o Reino de Deus.

Transcrição: Willieny Isaias
Fotos: Claudenilson José

A transmissão deste evento só pôde acontecer por causa da contribuição dos sócios do Clube do ouvinte Canção Nova. Faça parte desta família! Associe-se e contribua também via internet .

.: Hotsite: lançamento CD Espera no Senhor – Eliana Ribeiro


Dom Bernardino Marchió


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo