Dom de ciência

Emanuel Stênio
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Precisamos clamar o Espírito Santo sobre a nossa mente, para que ela seja transformada e purificada, e tudo o que está em desordem possa entrar em equilíbrio. Para isso, precisamos do dom de ciência e entendimento, a fim de que possamos ter a clareza da graça de Deus.

Em Corintios, vemos as manifestações do Espírito Santo, que vêm com os dons infusos: o dom de ciência, de entendimento ou inteligência; dom de sabedoria, de conselho, piedade, fortaleza e temor a Deus. 

“Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;”(1Cor 12,7).

O Senhor concede o dom de cura, de línguas, de profecia etc., para o bem de todos; por isso os recebemos, para que possamos fazer o bem a todas as pessoas.

Papa Francisco, em uma de suas catequeses, disse que a ciência do Espírito Santo não se limita ao conhecimento humano, mas também dá ao homem a graça de não se exaltar acima do Criador.

Deus nos concede a graça de sermos portadores do Espírito Santo por meio do batismo. Mas, muitas vezes, não permitimos que Ele opere em nossa vida. Deus, na Sua infinita misericórdia, derramou um novo Pentecostes pela Renovação Carismática.

Corinto era uma comunidade perseguida pelo pecado. Paulo teve medo de ir até lá, porque era uma cidade perdida. Mas ele levou a Palavra de Deus para o povo daquele lugar. E que bonito vermos que, na Palavra, diz: “Não lhe faltou dom algum”.

Peregrinos participam da pregação de Emanuel Stênio
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com


Você precisa retornar ao grupo de oração! Abrir-se aos dons!

Há algum tempo, monsenhor Jonas Abib andava pelas cidades pregando: "Renovação! Renova-te!". Na Terra Santa, também ele pregou esse tema. Nós precisamos nos renovar usando os dons do Espírito Santo.

Se você não experimentou a graça do batismo, peça-a ao Senhor, porque Ele quer lhe dar esse dom. Assim como o dom físico, o dom espiritual é aprimorado conforme o usamos. 

Hoje, Deus quer nos dar o dom do esclarecimento para que possamos ver com os olhos d'Ele. Assim como aconteceu com São Paulo, cujas escamas caíram de seus olhos, assim é o dom de ciência e entendimento para nós. Existe um dom, mas sem a prática e o exercício não temos como aprendê-lo e aprimorá-lo. Assim também é o músico, ele precisa pegar o violão, dedicar tempo ao treino para ser um bom violeiro. Assim é o dom, precisa ser exercitado para colaborar com a graça de Deus.

Quando estamos orando, o Senhor se manifesta e nos dá uma palavra ou uma imagem relacionada àquilo pelo que estamos rezando, que é fonte de cura para nós. O dom de ciência precisa ser acompanhado do dom de discernimento. O dom do entendimento nos coloca em profunda sintonia com o Senhor.

No livro 'Dons de ciência e sabedoria', de Márcio Mendes, lemos que "o dom de ciência é manifestado na oração, onde a pessoa se encontra com Deus. Ela tem a revelação das suas fraquezas e recebe o remédio para sua alma". 

Padre Pio tinha essa dom aguçadíssimo! Quando as pessoas não eram verdadeiras com ele, Deus lhe dava a graça do dom de ciência. Então, ele perguntava: “Mas e esse pecado?”.  Por meio desse dom, Deus revela nossas fraquezas, a fim de que sejamos curados por Ele.

Muitas enfermidades físicas são consequências de somatizações. Aquilo que vivemos vai se acumulando, somatizando, o que resulta em algumas doenças físicas e espirituais. Essas doenças são reveladas a uma pessoa quando ela ora por você. Deus nos revela, por meio do dom de ciência, realidades escondidas.

Precisamos pedir o dom de ciência, de esclarecimento. Até mesmo para descobrir os nossos medos e sermos curados. A pessoa que estuda pode até falar bem, mas existe um dom de revelação que Deus usa para nos curar por inteiro. Peça-o a Deus! 
 
Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D'Onofrio.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo