É hora de lançarmos a rede

Padre Alessandro
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Meus irmãos, estamos vivendo um tempo difícil, basta observamos os critérios de valores nos quais os homens têm se pautado, os quais têm destruído nossas famílias, nossos relacionamentos, enfim, nossa sociedade. Muitos têm perdido alguns princípios morais fundamentais, e o certo é que, quando se perde os princípios, todos os nossos relacionamentos são esvaziados.

O essencial do homem é dirigir toda sua vida para a união com Deus. Quando olhamos para as realidades que vivemos, para a consciência das pessoas que nos rodeiam, percebemos que, cada vez menos, estas estão ligadas aos valores da eternidade. O mundo não tem pensando no céu, esquecendo, inclusive, de Deus. Não quero assustar vocês, mas a realidade do juízo final é concreta. No Evangelho de hoje, encontramos isso: “Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos” (Mt 13,49). 

Quem vive a luz de Deus, esforçando-se para ter uma vida santa, não teme o juízo final. Este momento não é para temermos, mas sim para contemplarmos a ação amorosa do Senhor. Quando temos medo da morte, é sinal de que algo está desajustado dentro de nós. Portanto, agora é a hora de as ajustarmos.

Quando nossos pensamentos e atitudes são conduzidos conforme a vontade de Deus, há uma realidade divina que nos espera. E a vida de santidade, na grande maioria das vezes, é construída a partir da comunidade, ou seja, na Igreja. Esta é uma assembleia, reunião de pessoas que fazem parte da grande família de Deus, buscam, juntos, antecipar o céu entre nós, quer seja na celebração da Santa Missa ou nos demais sacramentos, principalmente na busca sincera de seus membros pela santidade.

"Hoje, o Senhor quer nos reconstruir", afirma padre Alessandro
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Meus irmãos, na Igreja recebemos a Eucaristia, esta deve produzir o efeito do desejo pelo céu em nossa vida; assim, ao comungarmos, devemos viver na expectativa de um dia nos encontramos, plenamente, com o Senhor.

Na primeira leitura da liturgia de hoje, o Senhor nos revela a forma que Ele trabalha em nós. Quantas vezes Deus mexe, de novo, no barro que somos e nos reconstrói, nos molda dia a dia segundo a sua vontade. Muitas vezes, não queremos nos colocar como vaso nas mãos de Deus, mas precisamos aprender a esperar e ter perseverança que, no tempo d'Ele, todas as coisas serão realizadas segundo sua vontade. Por isso, Deus, na Igreja, vai nos formando, dia após dia, e agora é a hora de irmos para Ele, pois o oleiro quer trabalhar em nós.

Somos chamados a responder ao Senhor, afirmando que desejamos ser reconstruídos. Ele está esperando o nosso 'sim' para que vivamos em Sua vontade; assim, seremos vasos novos. Meus irmãos, precisamos nos colocar como colaboradores do Senhor e lançar nossas redes na evangelização. É Deus quem nos reconstrói e Ele também deseja reconstruir todos aqueles que estão longe, no pecado, por isso precisamos ajudá-Lo, anunciando Seu amor a todos os homens, preparando o povo para Sua vinda.

Hoje, o Senhor nos convida a prepararmos, inteiramente, nossa vida para a Sua vinda, lançando fora todo o pecado. Que o grande oleiro, que é o Senhor, nos forme segundo a Sua vontade.

Deus nos abençoe.

Transcrição e adaptação: Ricardo Gaiotti

 


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600



Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: Conheça nossos aplicativos para iOS
:: Conheça nossos aplicativos para Android

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova 

 


Padre Alessandro


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo