É possível amar para sempre

Magda e André. Fotos: Daniel Mafra/ cancaonova.com

Magda e André. Fotos: Daniel Mafra/ cancaonova.com

Eu e André vamos partilhar com você que é possível amar para sempre. Para chegarmos a essa credibilidade precisamos fazer um caminho até essa verdade.

Existem dois fatores que, muitas vezes, estragam o amor entre nós. De fato, não temos a convicção real do que é o amor, então, as experiências que temos acabam gerando um trauma pelo resto de nossa vida.

Magda: Antes de conhecer o André, eu tinha uma história, meus pais eram separados. Muitas brigas entre eles, discussões dentro de casa que me fizeram não acreditar no amor. Eu não conseguia ver, ao meu redor, esse “amor para sempre”. Eu era uma Magda que não acreditava em mim, não conseguia ter uma estima necessária para pensar que alguém pudesse gostar de mim.

André: Meu pai bebia muito, chegava em casa bêbado todos os dias. As tentativas de amor geravam em mim muitas frustrações; porém, eles iam sempre à igreja, e isso foi gerando no meu coração uma posição diferente sobre o amor. Ao contrário da Magda, que não acreditava no amor, eu já tinha uma convicção de que o casamento era bom e cresci com a vontade de me casar, de viver o amor e ter a oportunidade de construir uma família diferente.

Vamos meditar a Palavra em Mateus 11, 28-30:“Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve”.

Quais são as suas marcas, as suas feridas? Nós queremos amar para sempre, mas estamos desacreditados; estamos marcados por tantas coisas, pelos fardos pesados  que  carregamos. Aquelas paixões que não deram certo ficam marcadas em nós como fardos. Não dá para amar para sempre se continuarmos carregando esses pesos, se continuarmos com nossas mágoas!

Há pessoas que acreditam não existir amor para elas, mas precisam entregar seus problemas a Deus, para crerem que o amor é para sempre.

Se você quer amar para sempre, existem dois passos que precisam ser dados. O primeiro deles é aceitar Jesus e deixar que Ele entre em sua vida. O segundo passo é o batismo no Espírito Santo. Se você quer ter uma vida em Deus, precisa renovar, dia após dia, a entrega do batismo.

Sem a graça de Deus não podemos amar para sempre, só com o Espírito Santo podemos perdoar e aceitar os nossos fardos!

A cada dia adquirimos fardos, mas temos de os entregar ao coração de Deus. Só com a força do Espírito Santo conseguiremos; sem Ele as Palavras de Deus serão em vão!

Peregrinos participam do Acampamento Revolução Jesus na Canção Nova. Fotos: Daniel Mafra/ cancaonova.com

Peregrinos participam  do Acampamento Revolução Jesus na Canção Nova.  Fotos:  Daniel Mafra/cancaonova.com

Magda: Eu já era missionária na comunidade Canção Nova e queria muito namorar, amar alguém. Um dia, um padre chegou até mim e disse: “Magda, você não sabe amar nem a si mesma, como vai amar alguém?”. Desde aquele momento, comecei a pedir a ajuda do Espírito Santo.

O que rola hoje no mundo? Existe nos relacionamentos um medo de não dar certo, são muitas as satisfações e explicações. O medo é negativo, pois começamos a pensar somente em nós, mas compromisso é responsabilidade com o outro.

O verdadeiro sentido do “para sempre” é o amor que cultivamos dia após dia. Estamos na cultura do “provisório”, mas, na verdade, quando nos casamos, é como se assinássemos um papel dizendo que vamos pensar nos dois e não somente em nós mesmos!

Qual é a resposta para amar para sempre: “O perfeito amor lança para fora todo o medo”. O namoro é um exercício para o casamento, mas temos de ter o pensamento de amar para sempre!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida


Magda e André Florêncio


Casal de missionários da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo