Ele veio para salvá-lo e livrá-lo do mal

Ironi Spuldaro
Foto: Natalino Ueda/ Fotos CN

“Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém”

Que hoje seja o dia do cumprimento da promessa de Deus em suas vidas, alegremo-nos: hoje, é o dia do Senhor!

Queridos, é impossível seguir a Deus e não ser tentado, até mesmo Jesus, o Filho de Deus foi tentado, é o que nos diz o evangelho de São Mateus: “Então o Espírito conduziu Jesus ao deserto, para ser tentado pelo diabo. Jesus jejuou durante quarenta dias e quarenta noites, e, depois disso, sentiu fome. Então, o tentador se aproximou e disse a Jesus: "Se tu és Filho de Deus, manda que essas pedras se tornem pães!" Mas Jesus respondeu: "A Escritura diz: 'Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus."Mt 4,1ss

Perceba que foi o próprio Espírito Santo que conduziu Jesus para ser tentado, mas tenha a certeza de que é Ele quem nos livra de cairmos no pecado: “Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal”. É o Espírito quem nos livra do mal.

O Senhor quer retirar de nós o espírito de bisbilhoteiro de olha para si mesmo e não olhar para Deus e para os outros. É incrível o quanto a nossa fragilidade serve de barreira para a graça de Deus, estejamos atentos ao olhar de Deus que está sobre nós. Na tentação o inimigo quer tirar a nossa atenção para não vermos a graça de Deus acontecer,

“Quando tentado, que ninguém diga: "Deus está me tentando." Porque Deus não é tentado a fazer o mal nem tenta a ninguém. Cada um é tentado pelo seu próprio desejo, que o atrai e seduz; a seguir, o desejo concebe e dá à luz o pecado, e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.” Tg 1, 13-15

Tentação é pecado? Não, senão Jesus também teria pecado durante o deserto, ao ser tentado por três vezes: Jesus é livre de todo o pecado.

Na tentação do deserto, o diabo usou da Palavra para tentar a Jesus, ou seja, ele é conhecedor da Palavra. O diabo conhece a nossa vida, mas é o Senhor que tem o poder sobre ela. O lugar do demônio é no abismo!

A tempos atrás eu entrei numa depressão profunda, cheguei ao ponte de pensar que eu iria morrer, tudo isso por achar que as outras pessoas eram culpada e não reconhecia o meu pecado. Precisava reconhecer que o demônio era o derrotado e não eu.

"Lembre- se: o seguimento de Cristo requer assumir a Cruz."
Foto: Natalino Ueda/ Fotos CN

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

Vivia negando as pessoas, me sentia como vítima! Irmãos, era isso que o demônio queria: que eu me sentisse um derrotado.

Meu filho de dezesseis anos, depois de rezar por mim disse que eu estava como um anzol, me deixando levar pela cilada do demônio, mas depois daquele dia eu tomei posse da libertação em minha vida.

Saia dessa tristeza de dizer que as coisas não tem mais jeito em sua vida! Deus quer libertá-lo de todo o mal. A Palavra de Deus nos diz: “Tudo é possível a aquele que crê” Mc 9,23. Se você quer ficar livre de todo o mal, creia em Deus. Não existe mágica e a fé não é um sentimento, mas um adesão a vontade de Deus.

“Você não pode servir a dois senhores!” Mt 6, 24. Deus quer lhe perguntar: A quem você servir? Lembre- se o seguimento de Cristo requer assumir a sua Cruz.

Não vá atrás de uma fé fácil e passageira, o mundo quer um deus empregado: eu mando e ele obedece, me dando o que eu quero.

O que vemos por aí, é católico que fala mal da Igreja Católica, isso é secularismo, que Bento XVI teve que enfrentar em seu pontificado. Diga não ao secularismo!


Ironi Spuldaro


Membro do Conselho Nacional da RCC Brasil

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo