Em atitude de escuta

Dom Dominique Rey
Foto: Lucilene Silva

O Evangelho de hoje nos mostra Jesus no momento da transfiguração. Isto quer dizer, realidade daquilo que Ele é. Aparece claramente em plena luz. Jesus como filho de Deus, fazia e dizia coisas extraordinárias, mas a potência e o vigor de toda a sua divindade estava escondida na sua humanidade. No momento da transfiguração Ele aparece a Pedro, Tiago e João, em toda a sua verdade.

Os três apóstolos vão descobrir a glória de Jesus de maneira tão misteriosa, e ao mesmo tempo tão frágil, como para que reconforta-los antes que eles mesmos venham encontrar Jesus crucificado.

Eu tenho certeza que cada um de vocês, já viveu um momento de transfiguração, aquele momento interior da certeza da presença de Jesus. “Ele está aqui!" Ele nos trás a sua paz e somos transformados pela sua alegria. Todas as vezes que fazemos este encontro com Jesus, se for verdadeiro, existe em nós uma transfiguração, acontece algo diferente, uma alegria interior, Ele está lá.

Como Cura D'Ars, quando erguia a hóstia e dizia: “Ele está aqui!” São momentos sempre passageiros, mais temporários que intensos, para nos reconfortar. Depois vamos ter momentos difíceis, de provação, e então vamos lembrar daquele tempo de graça, assim como povo de Israel.

Quando no deserto o Senhor dizia: “lembrem-se que vocês foram escravos!” Da mesma forma o Senhor vem nos reconfortar.

No evangelho quando Jesus aparece com toda a sua luz, desce sobre Ele uma Palavra do Pai que diz: “Este é o meu filho muito amado, escutai-o". Os discípulos se lembravam sempre das Palavras que Deus falou naquela montanha tão santa, que os convidava, a concentrar o seu olhar no Cristo, e mais particularmente na Palavra de Jesus, “Escutai-o!”

'A mulher é um sinal de acolhimento para a humanidade'
Foto: Lucilene Silva


Vocês se lembram do encontro com Marta e Maria em Betânia?“ Jesus chamou a atenção de Marta. “Você esta muito agitada, dispersa, a parte mais importante é a de Maria, cuidar e escutar. Ele fala particularmente para a mulher ser uma pessoa de escuta.

Porque será que existe mais mulher na igreja? Porque com certeza esta mais aberta a dimensão de acolhida e de escuta.

O Senhor diz a cada mulher: Respeite a sua vocação de acolher a vida, acolher o Senhor. Deixe-se, entregue-se para ser elaborada, para ser feita. Esta é a riqueza que você pode levar para o seu marido, sua família e as pessoas que estão a sua volta.

'Shema! Escuta Israel, deixa-me conduzi-lo. É isso que o Senhor nos pede'
Foto: Lucilene Silva

Cabe aos homens respeitar as mulheres pois elas são um sinal de disponibilidade e acolhimento para toda humanidade.

Deus repetiu para o seu povo no deserto: Shema! Escuta Israel, deixe-me fazer, deixe-me conduzi-lo. 

A escuta não é passiva. Escutar é dar-se! É o que fazemos em todas as missas, na primeira parte a gente escuta a Palavra de Deus, na segunda, nos damos, nos entregamos a Ele.

Senhor Jesus, porque eu te escuto, não tenho outra coisa a dar a não ser eu mesmo! É isso que o Senhor quer que façamos.


Dom Dominique, França


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo