Escola de discípulos e missionários

Quem nos convence é o Espírito Santo, mas a sua vida precisa convencer as pessoas do Deus que você vive e experimentou. Ou então elas serão iludidas porque você vai estar pregando uma mentira. Um Deus grande, que se fez pequeno para que você O encontre, é esse Deus que você precisa viver e experimentar.

Além de tudo isso, é um Deus que ressuscitou. O missionário precisa pregar um Deus que ressuscitou, não um Deus que está no sepulcro e que acaba sendo uma ilusão. Estamos vivendo ainda este fervor da Ressurreição do Senhor. É desse Ressuscitado que você precisa falar, porque experimentou o Cristo ressuscitado, um Deus que se aproxima de você, que acredita e investe em você, e que lhe diz: “Você tem jeito!”

As pessoas acham que por causa do pecado, elas não têm mais jeito, mas é este Deus, que experimentamos, que lhe diz: “Se você tem jeito, o outro também tem”. Nós não podemos excluir as pessoas da nossa vida, porque o missionário é chamado a evangelizar as pessoas que estão à margem da sociedade, sobre as quais o mundo diz: “Estas pessoas são um lixo”. No entanto, são essas pessoas que nós precisamos acolher e amar. São essas pessoas, que ninguém quer e aceita, que precisamos trazer para perto do Senhor. É até elas que precisamos ir e lhes dizer que Deus as ama, mas com o testemunho de nossas vidas. É muito fácil evangelizar aqueles que já estão com Deus. Mas são essas pessoas, desprezadas, que Deus quer.

Como São João Batista apontou: “Este é o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo”. Desta mesma maneira, precisamos apontar Jesus, porque nós não somos o centro. Jesus é o centro de nossas vidas e precisa ser o centro da evangelização. É só pregando este Deus que você experimentou, sendo um verdadeiro discípulo, que as pessoas vão sair das seitas e voltar para Jesus. Uma vez que experimentamos esse Jesus, precisamos sair e testemunhá-Lo.

Meditemos: Mateus 28,19-20

É preciso estarmos 24 horas com o Senhor, até nossa respiração tem de ser cheia de Deus. As pessoas se fecham para Deus por causa daqueles que dão contratestemunho, quando suas vidas condizem com aquilo que pregam. É preciso conduzir as pessoas para um encontro pessoal com Jesus. É terrível olhar para pessoas que tiveram esse encontro, que até cantam na igreja, mas não vivem de acordo com o que a Palavra de Deus ensina e dão contratestemunho, fazendo com que muitos se afastem da Igreja.

Nosso papel é levar as pessoas para Deus, o missionário é aquele que testemunha a vitória de Deus sobre o pecado. Você está disposto a testemunhar a vitória de Deus na sua vida? Este é o papel do missionário: testemunhar para aqueles que estão lá fora, para que saibam que para eles também há solução. Ou você tem testemunhado que você se deixa seduzir pelo pecado?

Este Deus, que lhe deu vida nova, tem de ser testemunhado por você. Comece a testemunhar aquilo que você vive e experimenta da Palavra de Deus. Você precisa ter o mesmo ardor e disposição que o apóstolo Paulo teve depois do encontro dele com Jesus.

Sua vida e sua evangelização têm de ser autênticas, caso contrário, você pode ser arrastado pelas opções do mundo, e não será capaz de evangelizar. Deixe sua vida velha de pecado! Este Deus, que entra em nossa história e que faz história conosco e quer estar com todos, deseja que você seja um missionário autêntico, que você testemunhe tudo o que Ele realizou em sua vida, em sua história.


Padre Reinaldo Cazumbá


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo