Escolhe, pois, a vida

Padre Hamilton
Foto: Elcka Torres

Estamos refletindo o quanto Deus nos ama, e o que Ele fez para nos salvar. Foi Deus quem realizou a criação, a natureza tão linda. Toda a obra saída das mãos de Deus canta a glória de Deus. Olhar para a natureza e não ver sinais da bondade e ternura de Deus é quase impossível.

Deus criou o paraíso terrestre para nele habitar com o homem. Nós somos criaturas, pessoas limitadas, a todo momento estamos verificando nosso limite. Nem sempre conseguimos levar a frente o nosso propósito. Todos nós somos criaturas e somos limitados, mas nós não gostamos de nos reconhecer limitados. Todos nós sem exceção somos limitados porque somos criaturas, nós saímos das mãos de Deus, das mãos do criador.

Muitos de nós reclamamos que Deus não nos ajuda, isso é mentira, é uma injustiça contra Deus. Pois Deus nos criou para viver no paraíso. Todos nós temos duas opções na vida, a árvore da vida e a árvore do bem e do mal. E qual foi a sedução do maligno? Seduziu a mulher da árvore da vida e os arrastou para a árvore do mal.

A grande tentação é o homem não aceitar ser criatura, mas ser como Deus. Ainda hoje o homem sofre essa tentação de querer ser como Deus, e isso produz uma cultura de morte. Apesar do homem ter querido viver sua vida sem Deus, Deus não desistiu, o Senhor foi atrás do ser humano, deu a vida e nos salvou.

Nós hoje podemos resistir, não precisamos fazer o caminho que Adão e Eva fizeram. Nós podemos fazer um caminho diferente, podemos tomar uma decisão de estar com Deus.

' A oração é o oxigênio da alma para vencermos as tentações diabólicas', padre Hamilton
Foto: Elcka Torres

A oração é o oxigênio da alma para vencermos as tentações diabólicas. Nossos primeiros pais no paraíso optaram pela morte, eu e você, todas as vezes, que não nos deixamos ser conduzidos pelo Senhor optamos pela morte. E dentro de nós há um grito pela vida.

Hoje é domingo da “tentação”, pois Jesus foi tentado pelo demônio. A Igreja nos ensina que Jesus conduzido pelo Espírito Santo deixou-se ser tentado pelo demônio para dizer que assim como nosso Senhor venceu o inimigo, também nós, cheios do Espírito Santo com Jesus, venceremos as tentações.

O demônio veio tentar Jesus quando Jesus sentiu fome. A tentação de nós nos acomodarmos. Muitas vezes estamos desanimados e corremos a tentação de cruzar os braços, e aí vem a tentação e vamos desanimando da vida. Não podemos ficar parado, quem fica parado, aceita qualquer coisa que aparece por aí.

Na segunda tentação o demônio levou Jesus no templo mais alto para que ele pulasse dali de cima. Quantos de nós estamos provando a Deus e colocando Deus na parede. Não temos direito de colocar Jesus na parede. Deus não nos cura porque a gente merece, Deus nos cura porque nos ama.

A terceira tentação o demônio disse para Jesus o adorar que ele daria o reino a Jesus. Não podemos nos colocar no lugar de Deus. E nem podemos adorar a não ser a Deus. Tudo que eu coloco no lugar de Deus me escraviza.

As tentações que o Senhor passou e venceu, se estivermos com Ele também passaremos e venceremos.


ADQUIRA ESTA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


Padre Hamilton Nascimento


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo