Espalhar a doutrina de Jesus

Padre Vagner Baia
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
Vivemos um tempo, no qual queremos fazer da nossa casa e da nossa família um começo do céu. Buscamos viver a alegria do céu aqui, pois esse é o primeiro passo para ajudar nossos entes queridos a alcançar a meta final.

O mundo precisa de pessoas novas, renascidas do coração de Deus, assim como seu Filho renasceu no terceiro dia. Não há nada mais belo do que alguém que renunciar suas vontades e se dispor a viver os desígnios do Senhor.

Infelizmente, quando nos fechamos para essa realidade, abrimo-nos às falsas doutrinas e às seitas que desejam nos tirar do caminho da salvação. Elas nos apresentam uma realidade totalmente deformada, na qual não existe certo e errado para que percamos todas as referências morais.

O demônio é mentiroso e sempre nos oferecerá muitas coisas, aparentemente, boas, mas jamais irá cumprir suas promessas. Qualquer coisa que você alcance com o auxílio do mal virá carregada de muitos problemas e tribulações.

Tudo que ele quer é nos colocar na posição de desgraçados, ou seja, fora da graça de Deus. Para ele, quanto mais distante estivermos do Senhor, mais fácil será para ele nos levar para a condenação eterna.

Não permita que a ambição e o orgulho sejam maiores do que o seu desejo pelas coisas do Alto. Nada neste mundo é capaz de equiparar as recompensas que receberemos no céu.

Dentro de casa, muitas vezes, espalhamos brigar e ofensas; ao invés de abençoar, amaldiçoa. Cada vez que você fala mal de um parente, do seu trabalho, na sua faculdade, dos seus amigos, você os está amaldiçoando.

Por isso, cada palavra do seu dia deve ser de bênção, porque essa pode ser a motivação que aquela pessoa precisa para chegar ao céu.

"Nossa oração precisa estar em sintonia com o coração de Deus", diz Padre Vagner
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Nossa oração precisa estar em sintonia com o desejo do coração do Pai. Deus é e sempre será o nosso alimento, pois, da mesma forma que o povo do Antigo Testamento foi alimentado com o Maná, nós somos alimentados com o próprio Corpo e Sangue de Cristo.

Isso acontece para que eu rompa com tudo aquilo que é sinal de morte, tristeza, miséria e qualquer mal que possa atingir a humildade. Nossa vida precisa testemunhar, com alegria, a vitória de Cristo sobre a morte.

A sua vida e tudo que nela existe precisa ser consagrado ao Senhor, ao Rei de todas as coisas do céu, da terra e abaixo dela. Não tema quando a dificuldade se colocar diante de você, porque Aquele que guia é maior que tudo e já lhe deu a vitória.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo