Eu sou feliz. E você?

Márcio Todeschini
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com
As surpresas de Deus em nossas vidas acontecem a todo momento, por isso devemos estar atentos aos sinais. A vontade d'Ele, muitas vezes, pode não ir ao encontro do que buscamos, mas é inútil lutar contra os desígnios de Deus. É uma batalha perdida, porque Ele sabe o que é melhor para nós.

Deus nos marca de formas distintas. Geralmente, em nosso encontro pessoal com Ele, somos tocados por uma Palavra, e essa passagem deve ser direção na nossa vida, pois não nos foi dada por acaso.

Felizes são aqueles que esperam, pois esperam no Senhor. Mas nós só vamos experimentar o poder dessas palavras se, realmente, optarmos por Jesus hoje. É necessário que renunciemos e abdiquemos de nossas vontades pela vontade d'Ele.

A nossa meta deve ser a eternidade, pois a real felicidade está lá, na intimidade que recebemos quando escolhemos por Ele. Nós encontramos o amor fecundo e verdadeiro do Pai que, em alguns casos, perdemos durante a nossa vida.

Aquele que fez sua experiência com Jesus e encontrou o amor d'Ele, deseja a vinda gloriosa de Cristo e não teme a morte, pois sabe que é apenas a porta para a eternidade. Assim como São Francisco, que chama a morte de irmã, via nela a possibilidade de ter seu encontro definitivo com o Senhor.

Infelizmente, a morte também traz a saudade. Como diz o poeta, só sentimos saudade do que é bom. Na última semana, eu perdi minha avó; ela era devota de Nossa Senhora de Fátima e foi responsável por boa parte da minha formação mariana. Só há uma coisa que gostaria de ter dito a ela antes que partisse, que hoje eu sou realmente feliz, porque estou nos braços de Deus.

É o amor de Deus que precisa estar nos nossos corações, para que sejamos capazes de transmiti-lo para nossos filhos e capacitá-los para serem bons cristão. Se as coisas já estão difíceis hoje, imaginem daqui algumas décadas.

O amor de Deus que precisa estar nos nossos corações
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Você não pode ter medo de impor limites ao seu filho. É preciso saber dizer "não" a ele, porque é através desse "não" que seu filho dirá "sim" a Deus no futuro. Precisamos testemunhar a graça do Senhor na nossa vida; não podemos deixar que elas passem em branco sem tocar a vida de outra pessoa.

Como está sua vida hoje com Jesus? Talvez precisemos trilhar em busca de uma cura, de um coração puro. Só aquele que consegue um coração curado é capaz de contemplar Deus em Sua plenitude.

No Antigo Testamento, o cordeiro era usado para remissão dos pecados através do sacrifício, mas quando Deus falou com Abraão, seu pedido era que o sacrificado fosse seu filho Isaac. Então, quando o menino o questiou sobre qual seria o sacrifício, Abraão simplesmente olhou para o céu e disse: "Deus proverá".

Devemos pedir a fé de Abraão, pois ele foi fiel a Deus até o último momento de sua missão, e foi recompensado com a graça do Senhor. Sejamos capazes de ser obedientes e amáveis para aceitarmos a vontade d'Ele em nossas vidas.

Abra seu coração hoje para Jesus e volte para o convívio d'Ele. Peça perdão por todos seus erros, receba Jesus Eucarístico através do Seu sangue derramado no madeiro. Abra-se à verdadeira felicidade, aquela que só é encontrada n'Aquele que nos amou primeiro.

 
Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo