Família que reza permanece unida e feliz

Padre Chrystian Shankar
Foto: Daniel Mafra/cancaonova

Já começamos o dia muito bem com o Santíssimo Sacramento. Quero fazer um convite: dias 17, 18 e 19 de outubro haverá Acampamento para as Famílias aqui. Nesta pregação de hoje eu quero falar sobre a importância de Deus na sua família e a importância da sua família para Deus. Diga comigo: “Eu preciso levar a minha família para Deus, e preciso trazer Deus para minha família!”. Um casal que vive assim é um casal feliz.

Quem está no meio de nós é Deus. O mais gostoso do sanduíche não é o pão, é o recheio; no entanto, o pão é essencial. Desejo que, em sua família, vocês façam da presença de Deus um “sanduíche”. E não se esqueçam de que o “recheio gostoso” é a presença de Jesus, com a mulher de um lado e o homem do outro. O que une o casal não é o dinheiro, nem pode ser a cama, o interesse, as finanças. O que une o casal é Deus!

Um casal estava casado havia 60 anos. A mulher preparava o café da manhã para o marido ao acordar e sempre abria o pão e tirava todo o miolo, passava manteiga nele e o deixava para ele. Ele acordava e dizia a ela: “Que amor e que dedicação!” Depois que eles completaram 60 anos de casados, ela perguntou ao marido: “O que eu poderia fazer melhor para você?” E ele respondeu: “Meu sonho nesses 60 anos era comer o miolo do pão”.

Cuidado para não viverem tantos anos de casados e um ser um desconhecido para o outro em casa. Você sabe qual a cor que sua (seu) mulher (marido) mais gosta? E qual é o prato preferido dela (dele)? Qual o livro, o lugar de que ela (ele) mais gosta? É preciso saber essas coisas! Coloquem Jesus no centro de sua família e vocês serão um casal feliz. O casal que vive em Jesus se ama com gestos concretos.

Uma esposa veio à Canção Nova. O marido não queria, mas veio assim mesmo, chateado, sem respeitar o limite de velocidade. Havia uma blitz e o policial pediu os documentos. A mulher já foi contando as imprudências do marido no trânsito. O policial devolveu os documentos e disse: “Vá em paz e que a Canção Nova o fortaleça. Quem tem uma mulher assim do lado não precisa ser multado.”

Há horas em que você precisa olhar para seu marido (esposa) e perguntar: “Estou sendo um (a) bom (a) motorista nessa longa viagem? Temos nos perdoado? Deus está no centro da nossa família?” Onde Jesus está é onde queremos estar. Esposa, onde você gosta de estar? No salão de beleza, no shopping, em casa? Você faz festa quando o marido chega ou quando ele sai de casa?

Casamento é diálogo, amor e oração. Casal que não reza vive pela metade. Há marido e mulher que são rivais, vivem se espetando um ao outro e estabelecendo outras prioridades no lugar do cônjuge. A mulher espera uma palavra apaixonada, mas o marido lhe diz: “Vou lavar o meu carro”. Não coloque as coisas que você tem à frente do seu (a) companheiro (a). Há maridos que tratam o carro e o cachorro melhor que as esposas. Da mesma forma, existem mulheres que não querem saber do marido por causa da novela. Falta-lhes presença, diálogo e atitude.

Aqui na Canção nova não é diversão, é compromisso e mudança de vida! Não adianta voltar para casa e ficar do mesmo jeito. Sejam mais carinhosos e mais presentes um na vida do outro! Quais são as três consequências na vida da pessoa que encontrou Jesus: caridade, felicidade, santidade. Você se casou para ser e fazer o outro feliz, para amar e para ser santo. Quem casa quer ser feliz, quer amor, quer ir para o céu. Santidade é buscar Deus; felicidade é buscar o crescimento do outro; caridade é buscar amar o outro.

O mundo está entrando num processo de putrefação familiar. Em muitas escolas não podemos mais celebrar o Dia das Mães, o Dia dos Pais, o Dia dos Avós. E o que estão fazendo com a cabeça dos adolescentes nas novelas! Eles vão vendo e vendo certas cenas e logo estarão fazendo o que viram. Você não pode mudar o mundo, mas pode zelar por sua família. Coloque o Senhor no centro e viva como tal.

No mundo de hoje tudo é permitido, por isso as pessoas não querem ser cristãs, porque Jesus diz muitos “nãos”. O Cristianismo é dizer “sim”! Diga “sim” à santidade, ao amor e à caridade. Quando você olha para a cruz, a cruz é um sinal de “+”. Jesus quer mais de mim. Ele quer mais do casal, mais do padre, mais da Igreja! Contudo, o mundo só quer “menos”, mas nós queremos “mais”. Você tem que fazer a diferença na sua cidade, na sua paróquia, na sua família.

Todos os casais aqui devem ser pregadores para as famílias. Arregacem as mangas! Não vá para a igreja por causa da sua (seu) mulher (marido), vá para a igreja por causa de Jesus e leve seu (a) marido (mulher). Dizem que a religião é coisa de mulher, mas Jesus começou a Igreja com os apóstolos, com homens. É o marido que tem que puxar a mulher para a Igreja. Saia de “Sodoma e Gomorra” e volte para Deus. (cf. Gen 19, 1-29).

"Você não pode mudar o mundo, mas pode zelar por sua famíla", disse padre Chrystian
Foto: Daniel Mafra/ cancaonova

                                                                                                                                                                                            : Veja fotos no Flickr
Você é um (a) marido (esposa) ciumento (a)? Incentive seu (a) marido (esposa) a ser fiel a Deus. Quem é fiel a Deus não trai. Quem é fiel a Deus permanece fiel aos homens. Não peça fidelidade primeiro a você, mas a Deus. Você não está com ele (a) 24 horas por dia. Mas se ele (a) for fiel a Deus vai ser fiel a você, porque Deus estará com ele 24 horas por dia.

Apareceram dois anjos e foram até a casa de Ló e disseram a ele que deveriam sair porque a cidade deles seria destruída. Saia de “Sodoma e Gomorra” e não olhe para trás! A Bíblia quando fala: “olhar para trás” significa ter saudade do passado. Deus está falando para você: saia da situação que o faz perecer. Não olhe para trás. Coisas novas começam hoje. Deus começa uma nova aliança com cada casal. Não olhem para trás, saiam da “cidade” e subam para o monte. Deixem o passado no passado. Saiam do relacionamento triste e negativo, que tem muito boteco e pouco amor; muito salão de beleza e pouca paixão! Jesus quer que vocês tenham um casamento de qualidade, Jesus quer restauração.

Se você quer um casamento novo, suba para o monte [de oração] com seu (a) esposo (a). Não se afaste da Igreja. Casal que não reza junto acaba separado. Procurem as coisas de Deus. Reservem tempo para ser de Deus. Não deem o que sobra para Deus. O principal é a Santa Missa, depois vem o restante. Vocês não dão para a visita o resto da comida. Deem para Deus o essencial. O profeta Ezequiel recebeu o rolo e o comeu. Palavra de Deus é para ser comida, ingerida, para que ela se encarne no meio de nós. “E a Palavra se fez carne”. A Palavra tem que se fazer carne no seu matrimônio.

A Canção Nova quer ser para vocês um recomeço. Vocês vieram não para passear, mas para Deus reconstruir o casamento de vocês. Vocês podem encontrar casais tão felizes como vocês, mas não mais que vocês! Mulher, mãe, esposa, qual foi a última vez que você viu o seu marido, sozinho, lendo a Palavra de Deus? Nunca viu? Esposo, a mesma pergunta… Toda vez que vou para minha casa eu vejo minha mãe com a Bíblia na mão, por isso ela tem um filho padre. Faça, na sua casa, um altar, coloque um forro bonito para acolher a Sagrada Escritura, a imagem da Sagrada Família, um terço, e todos os dias reúna sua família para rezar ali, de mãos dadas, um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória ao Pai, para começar. Depois me encontre e partilhe o que Deus fez a partir desse dia. Leia um versículo bíblico. Ou vocês se alimentam da Palavra de Deus ou não serão um casal santificado.

Não olhe para o passado. A mulher de Ló, quando olha para trás, vira uma estátua de sal. Não olhe para trás. Lembrar o passado é virar estátua de sal. A partir de hoje, não jogue na cara do outro o passado negativo dele. Viva de hoje para frente.

Falei sobre o Pão da Palavra, agora sobre o Pão da Eucaristia. Existem pessoas que acham que o ofertório é o recreio da Santa Missa. Mas não. O padre está oferecendo o pão e o vinho; e você vai oferecer sua família no altar. Na Celebração Eucarística Deus nos pega por inteiro. Há lugar para todos, muitas vezes, é uma celebração de aniversário e outras de sétimo dia de falecimento… Há lugar para sua vitória e para sua derrota. Quando o padre está presidindo a Santa Missa, os fiéis não devem ficar voando, desatentos. Na hora da leitura do Evangelho é o próprio Deus falando conosco. Prestem atenção. Só assim vocês vão sair renovados. Quando as coisas apertarem: suba para o monte, o monte da ascese, o monte da Eucaristia.

Na hora do ofertório, quando o padre pega a patena e reza, ali está sua vida, seu casamento. Entregue, nesse momento, suas vitórias, derrotas, sua família e todas as suas intenções. Na patena do altar está a hóstia. Entregue sua vida para a santificação da sua família. Assim como o Espírito Santo transforma a hóstia em Corpo de Cristo, Ele santifica sua vida.

Quando o padre ergue o cálice é o seu momento. Coloque naquele cálice sua doença, a fraqueza do seu (a) esposo (a), seus filhos que não passaram no vestibular e todas as suas necessidades. Seja a vida na patena, sejam as dores no cálice, vida e morte se encontram no altar e, na Eucaristia, o casal se santifica. Vinho é festa, partilha e vida! A água pingada no vinho é você, é sua vida, seu casamento, sua família. A Igreja coloca você no cálice do Senhor. Ninguém consegue tirar aquela gotinha de água dali. Mergulhe sua família no cálice do Senhor e ninguém vai conseguir separar sua família dele [do cálice do Senhor]. Pão da Palavra e pão da Eucaristia. Saia da “cidade”, não olhe para trás, suba para o monte.

Deus enxugará os seus olhos de toda lágrima (cf. Ap 7, 16). Família que reza unida permanece unida e feliz. Tudo o que acontecer em sua casa coloque em oração. Deus gosta daquilo que é humano. Não queira ser anjo, somos homens. Deus, no início, nos fez homem e mulher. Nossa fragilidade não nos afasta de Deus. O Evangelho que você ouve é para o seu casamento. Afaste da sua casa toda indiferença, falta de paciência, descrença… Nada mais doe no coração do (a) marido (mulher) do que sentir que está sendo enganado. Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Viva a verdade! Coloquem amor na sua casa, vivam o que Deus quer que vocês sejam. Saia da cidade, não olhe para trás e suba para o monte, que é a Igreja. Casal que reza unido, que coloca na patena a vitória e, no cálice, a dor, é um casal santificado. Aquilo que Deus uniu o mundo não vai separar.

Transcrição e adaptação: Thaysi da Silva Santos


Padre Chrystian Shankar


Pároco do Santuário Nossa Senhora Aparecida em Divinópolis – MG

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo