Famílias, progridam no Senhor!

Padre Vicente
Foto: Célia Grego

O carisma de Betânia se refere ao cuidado, ao amor, a evangelização, cuidar com delicadeza da juventude, pois nossos jovens são os que mais sofrem os ataques do 'encardido' e de família. Deus quer famílias restauradas, curadas, transformadas. Deus espera que nos caminhemos na direção de uma família restaurada. A comunidade Betânia existe para acolher cada um como o próprio Cristo e sinalizar neste acolhimento a própria família.

É bom olhar para os valores que não passam da família e não desistir deles, eu quero te dizer: 'Não desista da sua família, dos seus filhos, de quem você ama, de quem Deus colocou no seu caminho.' Você não pediu, mas se veio, Deus tem um propósito, ninguém passa pela nossa vida, por acaso, por isso não desista da sua família.

Deus quer a nossa família curada, restaurada e não podemos desistir, pois o mundo quer o contrário. Vamos à palavra, pois é ela que nos dá a direção, é da palavra que tudo parte e tudo para ela precisa voltar: Tessalonicenses 4,1-12 “Enfim, irmãos, nós vos pedimos e exortamos, no Senhor Jesus, que progridais sempre mais no modo de proceder para agradar a Deus. Vós o aprendestes de nós, e já o praticais. Oxalá continueis progredindo cada vez mais. Sabeis quais são as normas que vos temos dado da parte do Senhor Jesus. A vontade de Deus é que sejais santos e que vos afasteis da imoralidade sexual. Saiba cada um de vós viver seu matrimônio com santidade e com honra, sem se deixar levar pelas paixões, como fazem os pagãos que não conhecem a Deus. Neste assunto, ninguém prejudique ou lese o irmão, pois o Senhor é vingador de todas estas coisas, como já vos dissemos e atestamos. Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. Portanto, quem rejeita esta instrução não é a um homem que está rejeitando, mas ao próprio Deus, que vos dá também o seu Espírito Santo. A respeito do amor fraterno, não é preciso que vos escrevamos, porque vós mesmos aprendestes de Deus a vos amar uns aos outros. Aliás, já tendes praticado este amor para com todos os irmãos em toda a Macedônia. Por isso, contentamo-nos em vos exortar, irmãos, a fazer novos progressos. Que vos empenheis em viver tranqüilos, ocupando-vos dos vossos próprios negócios e trabalhando com as próprias mãos, como vos ordenamos. Assim, estareis levando uma vida digna aos olhos dos que não são da comunidade, e não tereis necessidade de ninguém.”

Essa carta nos ajuda a entender o que Deus espera de nós, principalmente em relação a família. São Paulo numa viagem para Grécia, escreve esta carta, no inicio do cristianismo, onde os primeiros cristão traziam o desejo de que o Senhor voltasse logo. E a fé vai alimentando a certeza de que Jesus está voltando. E ele diz aos primeiros cristãos que Jesus está voltando e por isso não tem como viver de qualquer jeito, chega de cristão que vive desajuizadamente, então ele envia esta carta, os chamando a fé e questionando-os: “em que vocês acreditam? Para quem estão olhando? Jesus está voltando”, e depois de exortá-los a certeza da segunda vinda, vai os animando na certeza daquilo que eles acreditam e dizendo: “Se você sabe que o Senhor está voltando, reveja o seu modo de viver”, não impondo um jeito de viver, mas propondo, pois ninguém obriga a nada.

Padre Vicente
Foto: Célia Grego

São Paulo tem uma dinâmica: primeiro, ele nos exorta a olhar para aquilo que cremos, que experimentamos em Deus, o evangelho está claro que Deus é proposta, “se tu queres”, pois se não for com liberdade nada acontece, pois não é de fora pra dentro, é de dentro para fora.

Ele apresenta a fé, exorta a reavivar a chama, e depois diz: “Crês nisso?” Para nós de Betânia, essa é uma palavra forte, a pergunta “Crês nisso?” Se crês então caminha, e o convite do Senhor é este, e nesta reflexão sobre as famílias: “Enfim, irmãos, nós vos pedimos e exortamos, no Senhor Jesus, que progridais sempre mais no modo de proceder para agradar a Deus”. Muitos querem que você regrida, mas não pare, São Paulo nos diz: “progrida, não pare, pois a vontade de Deus é está, você sabe de quem ouviu, e se não sabe precisa saber, precisa experimentar.”

São Paulo nos exorta a sabedoria e a inteligência, e para família a sabedoria é muito importante, pois todas famílias tem problema, e o ataque vem de todos os lados, nunca sabemos de onde vem o 'tiro', quando nós menos esperamos, e então se não estivermos firmes, se não tivermos constância, não ficaremos de pé. E São Paulo sabendo da pressão que viviam os primeiros cristãos, que é a mesma pressão que sofre a família, nos exorta.

E a vontade de Deus é que as famílias vão de encontro aos valores aprendidos na intimidade do lar. Muitos de nós experimentamos esses valores dentro de casa, e então é preciso retomar esses valores que não passam e que fazem toda a diferença na família, pois sem isso ela não fica de pé. E é por isso que tantas famílias ficam no meio do caminho.

“Deus não nos chamou na impureza, mas para santidade”, com valores que não passam, e no que se refere a família nós estamos deixando que os contra-valores falem mais forte que os valores.Quando eu olho para esta palavra, nos exortando para mudança de atitudes diante das nossas família.

Não manche esse bem precioso que é o matrimônio. Cuidado! Pois estamos sendo cozidos com os contra-valores do mundo, você não pode desistir da sua família, dos seus valores. Você não pode permitir que ela seja cozida no caldeirão dos contra-valores.

Que a luz dos verdadeiros valores de família possamos responder a esta palavra de Deus.

Daniel e Carla
Foto: Célia Grego

Daniel e carla, partilham do ser família em Betânia:

 Ouça a partilha

Transcrição e adaptação: Regiane Calixto

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo