Fazei discípulos e missionários pela Vida

Tônio
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

Somos a Comunidade católica do Jesus Menino e hoje temos 37 filhos adotados. Todos os anos temos um momento aqui na Canção Nova. Somos muito agradecidos por isso, pois, a cada dia, estamos crescendo na companhia dessa obra de Deus [Canção Nova] por ter essa grande oportunidade.

Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábio, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.Porque os judeus pedem sinal, e os grefos buscan sabedoria. Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. Mas para os que são chamados, tantos judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de deus, e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens” (Corínthios 1,18-25).

Ao nos colocarmos diante da pessoa com deficiência nos perguntamos: "Onde está o letrado e o sábio?" Precisamos refletir sobre isso, pois o mundo caminha para o desejo de querer descartar os deficientes; e a Igreja precisa acordar e olhar mais para esta realidade. Mesmo as pessoas com deficiência são completas, afinal todos nós temos alguma deficiência [em alguma área de nossa vida].

Muitas crianças cuidadas por nós foram abandonadas, deixadas pelas mães nos hospitais, sem mesmo tê-las conhecido. Algumas mães tentaram abordar seus filhos, por isso eles nasceram com deficiência. Essas mães não conhecem o amor, na realidade, o mundo não quer conhecer o amor.

O Papa João Paulo II nos diz: “Uma nação que mata suas crianças não tem futuro”.

Mais uma vez diante de tanta dor, sofrimento e abandono nos perguntamos: "Onde está o letrado e o sábio?"

O homem esqueceu a sensibilidade de Deus, estamos querendo ser Deus.

Como seria bom que os governos escutassem isso: Não matem as crianças! Nós não queremos brigar e lutar contra o governo, mas, como somos Igreja, sabemos que estas crianças são preciosas e cada uma tem seu valor.

Nossa comunidade cuida, com muito carinho, dos filhos que encontramos abandonados, pois vemos, em cada um, que o Senhor transforma estas vidas, eles são especiais.

"Precisamos ajudar a salvar vidas!", afirma Tônio.
Foto: Maria Andrea/Cancaonova.com

Por meio da Canção Nova vemos que Deus age na nossa vida e na vida dos filhos que Deus tem confiado a nós.

De Teologia e Filosofia temos muito na Igreja, agora precisamos ter sabedoria para tocar as pessoas. Temos que mostrar para o mundo que existe amor.

Quando falamos com o Senhor, Ele age muito rápido, podemos perceber isso a cada dia na nossa comunidade, porque Jesus fala muito forte ao nosso coração. Precisamos estar atentos para escutar o Senhor.

Nós somos "pró-vida", a favor da vida, somos católicos e unidos ao Papa Francisco. Nós cuidamos de nossas crianças e as amamos!

Precisamos ser contra o abordo! Lute conosco! O que nos toca são coisas simples na vida, e com isso a realidade de Deus acontece. Afinal, o Senhor tira aquilo que é mais desprezível para os homens e faz algo especial, por isso temos que estar atentos aos detalhes.

A Igreja precisa acordar, perto de nós existem pessoas morrendo. Precisamos olhar mais à nossa volta e ver estas mulheres que estão pensando em abortar. É necessário ir ao encontro delas e ajudá-las, porque todos somos especiais. Elas precisam conhecer o amor!

Deus é Sagrado, o homem também sagrado. O Senhor sempre tem algo a nos falar por meio da vida. Esta cultura da morte precisa sair da nossa vida!

Todos nós podemos ser "pró-vida", isto é, a favor da vida. Vamos ajudar, não matemos. Saiamos do nosso comodismo para olhar à nossa volta. Precisamos ir ao encontro dessas pessoas que querem abortar e ajudá-las.

Precisamos ajudar a salvar vidas!

Um dos nossos filhos da "pró-vida" sempre fala: “Eu não tenho pernas, mas meu coração anda”.

A luta sempre vai existir, mas Deus está no comando! Um dos nossos filhos, que antes tinha visão e agora a perdeu, nos diz: “Eu não tenho visão, mas o Senhor está no comando da minha vida; eu não quero a visão do mundo”.

Alguns desses filhos que cuidamos foram tentativas de aborto. Eles são pessoas especiais para nós e para Deus!

Nossa vida é um dom de Deus!

Transcrição e Adaptação: Thaís Rufino de Azevedo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo