Fazer o bem aos fracos

Padre José Augusto
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN
Veja a primeira leitura de hoje, que está em Atos dos Apóstolos 13, 13-25:

“Paulo e seus companheiros embarcaram em Pafos e chegaram a Perge da Panfília. João deixou-os e voltou para Jerusalém. Eles, porém, partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga em dia de sábado, sentaram-se. Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: 'Irmãos, se vós tendes alguma palavra para encorajar o povo, podeis falar'.

Paulo levantou-se, fez um sinal com a mão e disse: 'Israelitas e vós que temeis a Deus, escutai! O Deus deste povo de Israel escolheu os nossos antepassados e fez deles um grande povo quando moravam como estrangeiros no Egito; e de lá os tirou com braço poderoso. E, durante mais ou menos quarenta anos, cercou-o de cuidados no deserto. Destruiu sete nações na terra de Canaã e passou para eles a posse do seu território, por quatrocentos e cinqüenta anos aproximadamente. Depois disso, concedeu-lhes juízes, até o profeta Samuel'.

Em seguida, eles pediram um rei e Deus concedeu-lhes Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim, que reinou durante quarenta anos. Em seguida, Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’. Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele do qual nem mereço desamarrar as sandálias’”.

Na nossa vida cristã, muitas vezes, nos sentimos muito sozinhos. Mas Deus sempre manda alguém para nos consolar. Aquele que consolou Saulo foi Barnabé. Nós conhecemos o verdadeiro amigo na hora da dor.

Muita gente perdeu a confiança nas pessoas por causa de uma traição, não acredita em mais ninguém. Nós somos exigentes com os outros, cobramos demais das pessoas o que nem mesmo nós conseguimos carregar.

Anunciar o Evangelho não é jogar na cara do irmão o que ele fez ou deixou de fazer. Precisamos ter um coração melhor e acolher o próximo na sua dor. Temos que fazer o bem para aquele que está perdido na sua fraqueza. Pois, um dia, nós também fomos assim.

"Faça o bem a todos, principalmente aos fracos"
Foto: Wesley Almeida/ Foto CN

Qual é o ensinamento da Palavra de Deus hoje? Tomemos cuidados com aquelas pessoas que fazemos o mal, pois um dia podemos precisar delas. Jesus pede para que o bem que Ele fez a nós seja feito ao outro também.

Não é fácil cuidar de um irmão que está triste, quando ele está bem tudo é ótimo. Tenha paciência para cuidar do seu pai que está na velhice, do seu amigo drogado, da sua irmã deficiente… É fácil julgar os outros, dizer a eles o que fazer ou não. Cuidar que não é fácil!

Faça o bem a todos, principalmente aos fracos. Filhos, tenham paciência com os seus pais. Pais, tenham paciência com os seus filhos. Ás vezes você só cobra, não acolhe. Muita gente entra no pecado não porque quer, mas, sim, porque procura um refúgio para os seus problemas.


Transcrição e adaptação: Ariane Fonseca


ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE (12) 3186 2600


Padre José Augusto


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo