Fazer um encontro pessoal com Jesus

Padre Roger Luis
Foto: Mariana Lazarin / CN

A Igreja hoje celebra a solenidade de São Pedro e São Paulo. Eles são os dois pilares da Igreja. “No dia seguinte, João estava lá, de novo, com dois dos seus discípulos. Vendo Jesus caminhando, disse: “Eis o Cordeiro de Deus”! Os dois discípulos ouviram esta declaração de João e passaram a seguir Jesus. Jesus voltou-se para trás e, vendo que eles o seguiam, perguntou-lhes: “Que procurais?” Eles responderam: “Rabi ( que quer dizer Mestre ), onde moras?” Ele respondeu: “Vinde e vede”! Foram, viram onde morava e permaneceram com ele aquele dia. Era por volta das quatro horas da tarde. André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que tinham ouvido a declaração de João e seguido Jesus. Ele encontrou primeiro o próprio irmão, Simão, e lhe falou: “Encontramos o Cristo!” ( que quer dizer Messias )Então, conduziu-o até Jesus, que lhe disse, olhando para ele: “Tu és Simão, filho de João. Tu te chamarás Cefas!” ( que quer dizer Pedro ). No dia seguinte, ele decidiu partir para a Galiléia e encontrou Filipe. Jesus disse a este: “Segue-me”! ( Filipe era de Betsaida, a cidade de André e de Pedro. ) Filipe encontrou-se com Natanael e disse-lhe: “Encontramos Jesus, o filho de José, de Nazaré, aquele sobre quem escreveram Moisés, na Lei, bem como os Profetas”. Natanael perguntou: “De Nazaré pode sair algo de bom?” Filipe respondeu: “Vem e vê”! (João 3,35-46)

André apresentou Jesus a Pedro, um Cristo completo, um Jesus que faz milagres, mas também que sofreu e morreu na cruz. E essa é a missão da Canção Nova, apresentar um Messias com tudo o que Ele é. Jesus, ao se encontrar com Pedro, muda toda a vida dele, muda a sua história, ele [Pedro] deixa os seus sonhos para fazer aquilo que está no Coração do Senhor.

Jesus foi à região de Cesaréia de Filipe e ali perguntou aos discípulos: “Quem é que as pessoas dizem ser o Filho do Homem?” Eles responderam: “Alguns dizem que és João Batista; outros, Elias; outros ainda, Jeremias ou algum dos profetas”. “E vós”, retomou Jesus, “quem dizeis que eu sou?” Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Jesus então declarou: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi carne e sangue quem te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. Por isso, eu te digo: tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e as forças do Inferno não poderão vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. Em seguida, recomendou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Cristo" (Mateus 16, 13-20).

Quem é Jesus para você? Quem é Jesus na sua família? Você tem mostrado com sua vida quem é Jesus? Você tem proclamado com a sua vida que Jesus é o Messias?

Jesus a quem Pedro declara como Filho de Deus é um Cristo inteiro, que vem trazer milagres, prodígios que veio para que tivéssemos um encontro pessoal com Ele e nossa vida fosse transformada. O Senhor veio libertar os pobres sim, mas não podemos reduzir Sua missão somente a isso, Ele veio para que tivéssemos um encontro com Ele.

"O que mudou a vida de Pedro e Paulo foi o encontro pessoal com Jesus Cristo!", afirma padre Roger
Foto: Mariana Lazarin / CN

Jesus voltou para a Galiléia, com a força do Espírito, e sua fama se espalhou por toda a região. Ele ensinava nas sinagogas deles, e todos o elogiavam. Foi então a Nazaré, onde se tinha criado. Conforme seu costume, no dia de sábado, foi à sinagoga e levantou-se para fazer a leitura. Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, encontrou o lugar onde está escrito: “O Espírito do Senhor está sobre mim, pois ele me consagrou com a unção, para anunciar a Boa Nova aos pobres: enviou-me para proclamar a libertação aos presos e, aos cegos, a recuperação da vista; para dar liberdade aos oprimidos e proclamar um ano de graça da parte do Senhor”. Depois, fechou o livro, entregou-o ao ajudante e sentou-se. Os olhos de todos, na sinagoga, estavam fixos nele. Então, começou a dizer-lhes: “Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir.” (Lucas 4,14-21)

Jesus disse: “Em mim se cumpre essa profecia de Isaías é libertar os pobres, curar os que estão cegos fisicamente, mas também espiritualmente”. Jesus tem um novo tempo para sua vida. Um tempo de graça, de restauração para sua vida. Pois foi isso que Ele veio trazer.

São Pedro, em sua primeira pregação, disse que Jesus de Nazaré era um homem credenciado pelos sinais e milagres que Ele fez. A Igreja toda tem o direito de experimentar o Cristo por inteiro que nos visita e nos toca. No tempo em que vivemos se nossa evangelização não for carismática, não vamos atingir as pessoas que estão imersas no pecado. Hoje os discursos são tão grandes para que paremos de falar sobre as curas, os milagres de Jesus que eu me questiono se estou errado, mas a Palavra de Deus me dá um respaldo. E eu toco nos milagres do Senhor. Eu entendo a via da perseguição, mas vou continuar pregando, pois o Senhor me deu um espírito de coragem e não de covardia.

Eu me questiono se as pessoas que estão sofrendo não têm o direito de vivenciar os milagres do Senhor, mas a Palavra de Deus vem em meu socorro, em Atos dos Apóstolos está escrito que Pedro e João foram presos por fazerem um milagre, ma a comunidade deu suporte a eles, orando para que crescessem os milagres e prodígios. O desejo de Jesus é que as pessoas experimentem a graça dos prodígios e milagres, que esses acontecimentos se multipliquem.

Uma coisa que tem sumido é o temor de Deus, basta ver como o pecado hoje é tido como algo natural. Muitos não se preocupam com isso dizendo que Deus é misericordioso, mas a misericórdia de Deus é a justiça. Precisamos proclamar Jesus na Sua totalidade. Cristo é o mesmo de ontem, de hoje e de sempre e Ele continua realizando milagres e prodígios. E você tem o direito de experimentar esse Cristo a quem Pedro e Paulo experimentaram.

:: Veja fotos no Flickr

:: Veja + fotos também no Facebook


Cegos recobram a vida, paralíticos andam, mortos ressuscitam e a Boa Nova é anunciada, mas depende muito de você. Você quer? Depende de você querer e entender esse mistério.

Saulo perseguia os cristãos, mas Jesus entrou na sua vida e o transformou completamente. Quando nós nos abrimos à experiência com Cristo, Ele renova e muda toda nossa vida. Não importa o que você era antes, como vivia, se era alguém frio na sua fé, que não acreditava que Jesus poderia fazer algo na sua vida, mas agora Deus começou a convencê-lo de que você pode ter um vida reta.

O que fez a diferença na vida de Pedro e Paulo foi o encontro pessoal com Jesus. O Senhor está operando também na sua vida, não tenha medo do que o Senhor fará em sua vida. Jesus Cristo quer libertar você, lhe dar vida nova, foi isso que os pilares da Igreja experimentaram.

Nós não pregamos poesia, pregamos o Evangelho. Não temos medo porque nós experimentamos o Espírito Santo, que nos libertou do medo, que nos deu um avivamento.

Saulo recebeu o Espírito Santo quando Ananias impôs suas mãos sobre ele. Pedro ficou cheio do Espírito quando foi batizado no cenáculo junto com Maria, e após esse batismo ele fez uma pregação na qual se converteram 3 mil pessoas; com certeza, ele não pregou poesia.

Que hoje você experimente os milagres e prodígios que Deus tem para você!

Regiane Calixto

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo