Há um novo começo

Deus é bom, em todo momento Deus é bom! Esta frase, “Deus é bom”, faz parte de uma canção cantada por uma mãe americana, esta mãe havia deixado seu filho ir pescar e surfar com outras crianças, e as crianças morreram afogadas, a mãe tendo uma fé muito grande em Jesus Cristo e vendo os marinheiros trazerem os corpos das crianças, ao invés de cair no desespero, ela manteve a fé que tinha e surpreendeu a todos que estavam ali no local. Ela disse às pessoas que estavam ali, “Deus é bom sempre” e mesmo agora vendo meu filho morto, eu não desistirei, pois Deus é bom e é sempre bom, foi daí que nasceu a canção. Uma vez eu fui pregar no Congo, que é um país que está ressurgindo de uma situação de guerra que durou muitos anos, e devia ser uma nação muito rica, pois eles foram colonizados pelos Belgas, eles têm ouro, urânio, café, peixe, e tem madeira rara em suas florestas, mas mesmo com toda a riqueza que possuem ainda não haviam estradas, somente agora estão abrindo algumas estradas que conectam as vilas, isso quer dizer que há sempre um novo começo.

Deus quer fazer o Brasil um país de poderosa evangelização, diz Padre John Batist
Foto: Robson Siqueira

Lá no Congo tive muitas dificuldades, pois estava sendo chamado a um país em guerra, minha família dizia, “não vá”, mas uma vez que o Espírito de Deus penetra em todo nosso ser, não é possível resistir a Deus, quando Deus nos chama, iremos sempre. Saindo do meu escritório à noite, eu pretendia chegar mais cedo na fronteira do país, porém tive que atender umas crianças órfãs, há em nós cristãos, características de Deus e devemos ouvir e ajudar o povo que sofre e chora, por isso não pude sair antes e acabei me atrasando. Estando decidido ir ao Congo mesmo o país estando em guerra, tive que pedir a algumas pessoas para viajar e eu sempre peço a eles que não me impeçam, pois sei que se não for aos lugares onde fui chamado algo pode acontecer, desta forma fui enviado em missão, pelo meu bispo, meu colegas sacerdotes. Chegando lá, a fronteira do país estava fechada, lá tem muitos governantes, porém nós sabemos que somente Deus esta no controle de todas as coisas. Os soldados que estavam ali na fronteira perguntaram, porque vem aqui nesta situação de guerra? E eu disse, eu sei que corro o risco, mas me chamaram aqui e eu vim isto não foi uma resposta humana, e sim o Espírito Santo respondeu por mim. Um soldado mulher disse para mim, você não é o padre John Baptist, que prega com autoridade? Eu disse sim, e ela então me disse, se teu Deus tem poder me cura que eu estou doente. Aqueles soldados armados costumavam a matar muitas pessoas e por estarem armados achavam que tinham todo o poder em suas mãos, mas para mostrar-lhe um caminho novo, eu pedi que se ajoelhassem e clamei sobre eles o Espírito Santo.
Estávamos em dois, um amigo meu sacerdote e eu, fechamos os olhos e quando abrimos vimos os soldados rolando no chão com suas armas, e não via nenhum poder em suas armas, e me perguntei cadê o poder daquelas armas? E pensei ainda, se eu fosse um inimigo deles, teria os matado neste momento, logo depois disso, eles nos deixaram entrar. Quando alguém disser a você uma palavra que lhe coloque medo, por exemplo, uma maldição não aceite isso, pois Deus não nos criou como estúpidos e Jesus morreu por nós, para nos salvar.

Padre John Batist
Foto: Robson Siqueira

Fixe sempre o seu olhar em Jesus, pois não há situação que possa nos derrotar. Quando cheguei naquele lugar e os soldados me disseram, você vai morrer, eu pensei, eles não têm nenhum poder sobre mim, e por isso qualquer que seja a situação em que passamos devemos crer que Jesus veio para nos dar a vida e vida em abundância. Eu rejeitei a palavra daqueles que diziam que eu ia morrer, então eu e meu amigo padre, entramos numa mata e nos encontramos com caminhões cheios de soldados e nós humanamente, morremos de medo, mas no Espírito éramos fortalecidos. Alguns soldados perguntaram a nós, quem são vocês? E nós ficamos com medo de falar nossos nomes, porque sendo simples homens sabíamos que eles nos matariam, e dissemos a eles, nos somos enviados de Deus, somos filhos de Deus e o soldado virou as costas e foi falar com seu capitão, nos ouvíamos o que eles falavam, pois aprendemos a língua deles e dou até uma sugestão a vocês para que também aprendam mais uma língua, pois vocês estão se tornando evangelizadores poderosos e precisarão falar outras línguas.

Deus quer fazer o Brasil um país de poderosa evangelização para estabelecer o seu reino, então, vão e não tenham medo. O Papa recentemente veio visitar esta nação, e tudo isto faz parte de um plano de Deus para o Brasil, e vocês terão que levar as nações a mensagem de Jesus Cristo, não fiquem para trás, é um novo começo.

Mas como estava dizendo lá no Congo, os soldados vieram nos dizer, se vocês estão proclamando a palavra de Deus podem entrar, e vocês já sabem o que está acontecendo aqui? Então fomos à missão depois de uma palestra minha, uns lideres me procuraram e disseram se eu podia falar aos soldados guerrilheiros, eu notei que aqueles guerrilheiros eram um povo cristão, e eles me diziam, somos católicos, somos cristãos, mas temos que defender nosso povo, por isso guerrilhamos, a medida que rezamos juntos todos eles foram sendo libertados das opressões, havia lá uma senhora rezando por nós a frente de Jesus eucarístico, e chegou uma mensagem a ela que o filho dela estava morrendo, o menino ficou doente de repente e o marido foi leva-lo ao hospital. Logo que recebeu a noticia, ela foi para o hospital, mas o filho já havia morrido, o marido dela era um homem de muita fé. Quando aquele marido encontrou com sua esposa, ao invés de criticá-la porque ela deixou o filho para ir rezar em uma conferência conosco, ele disse a ela, louvemos ao Senhor, e esta atitude, esta fé daquele homem, só pode ser ação do Espírito Santo, pois a atitude que geralmente se toma é a de criticar, porém aquele homem agiu diferente. A esposa disse a ele, louvemos ao Senhor e vamos levar o corpo do nosso filho para junto do povo de Deus que está rezando na conferência, então eles trouxeram o corpo do menino, puseram num saco, pois eram pobres e não tinham como comprar um caixão, e puseram numa sala ao lado de onde estavam rezando.
Os soldados que estavam nos protegendo na assembléia que acontecia, louvavam ao Senhor e de repente viram o saco se mexer, pensaram que era uma bomba, foram ao casal e disseram o que vocês trouxeram naquele saco, parece ser uma bomba e o pai disse a eles, não ali esta nosso filho que morreu há poucas horas atrás, quando foram ver o menino tinha ressuscitado. É um novo começo! Desde este dia aquele país mudou.

Meu irmão, minha irmã, não pense no teu passado, se isso te faz depressivo, deixe Deus criar um novo começo para você, segue a Jesus Cristo. As escrituras nos dizem que no inicio Deus se movia sobre a terra, hoje Deus se move, Ele paira sobre sua situação, Ele põe ordem em sua vida, Ele te cura, Ele te tira do ódio e da ira, Ele te eleva dos lugares baixos em que você se encontra para os lugares altos. Se você acredita que o Senhor pode fazer isso, você receberá o que precisa.

São Pedro assim como os outros apóstolos, quando viram que Jesus havia sido crucificado, perdeu a esperança, quando Jesus foi preso, Pedro havia tentado resolver os problemas com suas próprias maneiras, eles não se voltaram a Deus que sempre os fortalecia, e então eles ficaram muito pobres, enfraquecidos, quiseram voltar a vida velha, pois está é a nossa tendência.
O amor que Deus põe em mim e em você, se deixarmos Deus nos usar, nós teremos um poder salvífico. Tenha sempre a palavra de Deus com vocês e a ouçam e serão recriados. O amor de Deus nos cura de todos os males!

Transcrição: Flávio Costa



ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600

Padre John Baptist Bashobora


Sacerdote da diocese de Mbarara, Uganda/África

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo