Homilia da Santa Missa de encerramento

Padre Alexandre Paccioli
Foto: Natalino Ueda

O evangelho de hoje nos traz a lembrança de que somos alvos da misericórdia de Deus.

Jesus aparece para Santa Faustina, aquela freira simples na Polônia, a qual nos revela que o principal atributo de Deus é a misericórdia. O Senhor é rico em misericórdia conosco, com a nossa família.

Deus não mede esforços para buscar aqueles que são pecadores. A paixão do Pai é o pecador; um amor absurdamente gratuito e tremendo. Jesus derrama um amor especial pelos pecadores.

Aqueles que estão na lama, destruídos, perdidos, são eles os alvos da misericórdia de Deus. Você é alvo da misericórdia divina.

O filho pródigo estava numa situação de miséria. Imagina que ele tinha tudo o que o pai dele podia lhe dar, mas quis esbanjar seus bens. Quando se viu na condição de tristeza e miséria total, caiu em si, tomou forças e voltou para casa do seu pai.

“O Pai não nos espera apenas de vez em quando; Ele espera sempre!” Quando nos sentimos pesados, por causa da lama do pecado, precisamos saber que o Senhor nunca desistirá de nós. Nossa condição é de pecadores, mas temos de nos levantar.

" Deus não mede esforços para buscar aqueles que são pecadores",  diz Padre Alexandre Paccioli.
Foto: Natalino Ueda

  :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

 

Nesta Quaresma, estamos vivendo um processo de transformação. O Senhor nos dá uma missão: receber o pecador nos braços e levá-lo para a misericórdia.

Um grande perigo é buscarmos somente aquelas pessoas que estão bem. Hoje, Deus nos convida a acolher os enfermos na alma. Um dos maiores segredos para experimentarmos o amor do Pai é sendo humildes diante d'Ele. Cheguemos diante do Senhor com toda humildade.

Não deixe para experimentar a misericórdia divina só no final da vida. Deus está esperando por você na confissão. Quem de vocês já tocou a morte de perto? Eu já toquei, várias vezes, a morte bem de perto. Não deixes para a última hora para você se encontrar com o Senhor.

Meus irmãos, eu poderia relatar inúmeras experiências nas quais fui resgatado pela misericórdia de Deus. Em todas as situações, via-me sempre inclinado para clamar a salvação do Pai.

O coração do homem deseja, ardentemente, encontrar-se com Deus. ”Inquieto está meu coração até que descanse em Deus” (Santo Agostinho). O Senhor vai sempre "puxá-lo" para a Sua misericórdia.

Você precisa acreditar que o sacerdote pode absolvê-lo de seus pecados. Ali está o trono da misericórdia.

"Um pouco de fé pode muito" (São João Crisóstomo).

 

Transcrição e Adaptação: Cristiane Viana

Assista ao programa 'Mulheres de Fé' pela TV Canção Nova


Padre Alexandre Paciolli


Sacerdote da Arquidiocese do Rio de Janeironão

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo