Impossíveis tornem-se possíveis

Coloque a mão no seu coração e cante: “Deus me vê, não é indiferente a minha dor. Deus me entende quer me envolver de amor. Ele quer me fazer feliz, tem muitos planos e sonhos pra mim, basta confiar, saber esperar e Ele agirá”.

Ouça a música: "Deus te vê"

O Senhor já curou e tocou muitos corações que se sentiam abandonados por Deus. Até você chegava a pensar que Deus não existe, Jesus já tocou seu coração.

“Um dia estava ele ensinando. Ao seu derredor estavam sentados fariseus e doutores da lei, vindos de todas as localidades da Galiléia, da Judéia e de Jerusalém. E o poder do Senhor fazia-o realizar várias curas. Apareceram algumas pessoas trazendo num leito um homem paralítico; e procuravam introduzi-lo na casa e pô-lo diante dele. Mas não achando por onde o introduzir, por causa da multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o arriaram com o leito ao meio da assembléia, diante de Jesus. Vendo a fé que tinham, disse Jesus: Meu amigo, os teus pecados te são perdoados. Então os escribas e os fariseus começaram a pensar e a dizer consigo mesmos: Quem é este homem que profere blasfêmias? Quem pode perdoar pecados senão unicamente Deus? Jesus, porém, penetrando nos seus pensamentos, replicou-lhes: Que pensais nos vossos corações? Que é mais fácil dizer: Perdoados te são os pecados; ou dizer: Levanta-te e anda? Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder de perdoar pecados (disse ele ao paralítico), eu te ordeno: levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa. No mesmo instante, levantou-se ele à vista deles, tomou o leito e partiu para casa, glorificando a Deus. Todos ficaram transportados de entusiasmo e glorificavam a Deus; e tomados de temor, diziam: Hoje vimos coisas maravilhosas” (Lucas 5,17-26).

Jesus começando sua vida pública, já fazia "sucesso", vinha gente da Galiléia para ouvir suas pregações. Quem era aquele paralítico? Era alguém que queria apenas assistir o que Jesus fazia? Fisicamente era um doente. O que se passa dentro do coração de alguém que é impossibilitado de fazer coisas que todos podem fazer? O povo sentiu compaixão dele e foi levá-lo até Jesus. Estava lotado aquele lugar, então subiram pelo telhado e o desceram.

Jesus que vê o coração, que conhece os nossos pensamentos, – ainda a palavra nem chegou à nossa boca e Ele já sabe o que se passa -. Tudo Deus sabe e vê. Jesus viu a fé do povo que levou o paralítico, talvez o paralítico nem tivesse tanta fé.

Ouça: Eliana testemunha o acidente que sofreu

Eu sofri após o acidente, mas sabia que um dia voltaria andar, então eu oferecia meu tempo de recuperação por aqueles que eram impossibilitados de andar. Eu pedi a graça a Deus de testemunhar que mesmo na dor podemos sorrir. Pedia isso todos os dias.

Muito maior que minha dor, é uma pessoa que não pode andar. Será que esse paralítico tinha amigos? Numa época em que os doentes eram excluídos, será que ele não era visto como amaldiçoado? Imagine o coração desse homem, por causa da solidão que ele vivia.

Talvez o paralítico quisesse até suicidar. Ele deveria estar todo atrofiado e ferido. Imagine o coração desse homem que nem tinha Deus, era visto como amaldiçoado. Imagine quantas vezes ele murmurou, e por causa da impaciência tratava todo mundo mal.

Quando Jesus viu aquele homem, a fé daquele povo. Ele disse: “Homem teus pecados estão perdoados”. Os fariseus começam a criticar Jesus dizendo que só Deus podia perdoar. E Jesus disse: “Para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder de perdoar pecados (disse ele ao paralítico), eu te ordeno: levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa”.

Aquele homem precisava ser perdoado de seus pecados, da murmuração, da mágoa, do abandono… Jesus queria fazer aquele homme feliz por dentro, queria abraçar, perdoar aquele homem. Jesus é a misericórdia, a compaixão. Ele vê, mas não para acusar, Ele vê tudo não perder você de vista, para que naquela hora em que você disser: “Jesus entra na minha vida”. Ele estar esperando por você.

Talvez você não seja o paralítico, mas está levando um paralítico. Quem é que não se estacionou na depressão? Deus hoje quer nos perdoar de todo sofrimento que vivemos como: vê um filho preso, um filho na prostituição, o marido que se separou…

Quem é que diante das paralisias da vida, ao invés de confiar no Senhor, partiu para outro lado como macumba, seicho-no-iê, e outras seitas. Deus vê, Ele sabe que no fundo quando vamos em busca das seitas nossa sede é d’Ele.

Nesta hora temos que chamar a comunidade, pedi para levar a comunhão, rezar, chamar o padre, grupo de oração… São os amigos de Jesus quem vai nos levar até Jesus. São nesses momentos de luta que temos que dobrar nossa oração.

Ouça: Eliana testemunha libertação da depressão pós-parto

Após ter tido meu filho eu tive uma depressão pós-parto por causa dos hormônios. Eu sentia uma angústia muito grande, chorava muito. Até que uma irmã de comunidade me visitou e disse: “Eu sei que é difícil, já passei por isso, mas eu falava tudo para meu filho. Pedia para ele ter paciência comigo”. Eu não tinha forças para fazer aquilo, mas passei a fazer como a minha irmã de comunidade me disse. E falava tudo para ele, dizia para ele: “Meu filho amar é decisão e eu me decidi de amar você”. Chorava e pedia a Deus que curasse o coração dele de toda a rejeição. Hoje o Daniel é uma criança amável.

Para Deus tudo é possível. Basta abrir o coração e se aproximar com fé do coração de Jesus. Eu ouvi isso de uma irmã de comunidade: “Deus não demora, capricha”. Você já viu um pedreiro caprichoso? Ele demora, porque está caprichando no serviço, e depois que fica pronta, que maravilhava.

Deus não demora, Ele está caprichando na sua vida. Talvez você só vai saber mesmo o que vai acontecer, quando você estiver diante d’Ele e Ele disser: “Você esperou”. E os anjos e santos e Jesus de braços abertos irão te receber porque você esperou até fim.

Se hoje Jesus quer te libertar no perdão, abra seu coração e deixa Jesus te transformar. O amor de Jesus te sustenta, não tenha medo, não se desespere, não queira abandonar. Espera no Senhor e Ele tudo vai realizar no tempo d’Ele.

Não murmure. Quando a gente murmura negamos a presença de Jesus em nós. Talvez as pessoas já até te falaram: “Seu marido te traiu? Traia ele também”. Não minha irmã! Faça diferente, vai doer, mas esse é caminho. Quem segue a Jesus tem a sua cruz, mas você vai ser feliz, vai sorrir.

Transcrição: Willieny Isaias
Fotos: Natalino Ueda


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600


VENHA PARA O HOSANA BRASIL 2007

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo