Jesus quer que cresçamos em fé

Padre Christian Shankar
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com
“Hipócritas! Sabeis distinguir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos? Essa raça perversa e adúltera pede um milagre! Mas não lhe será dado outro sinal senão o de Jonas! Depois, deixando-os, partiu” (Mateus 16,4).

Meus irmãos, não se iludam, porque vocês conhecem os sinais do que é certo e do que é errado. E nós podemos ver os sinais se nossa família vai dar certo ou se vai dar errado. A mulher tem que olhar para o marido e ver quais são os sinais que ele está dando de que algo vai dar certo ou não.

Quais são os sinais de que sua família está prestes a entrar numa tempestade?

“À tarde daquele dia, disse-lhes: Passemos para o outro lado. Deixando o povo, levaram-no consigo na barca, assim como ele estava. Outras embarcações o escoltavam. Nisto surgiu uma grande tormenta e lançava as ondas dentro da barca, de modo que ela já se enchia de água. Jesus achava-se na popa, dormindo sobre um travesseiro. Eles acordaram-no e disseram-lhe: Mestre, não te importa que pereçamos? E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: Silêncio! Cala-te! E cessou o vento e seguiu-se grande bonança. Ele disse-lhes: Como sois medrosos! Ainda não tendes fé? Eles ficaram penetrados de grande temor e cochichavam entre si: Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?” (Marcos 4,35-41)

Quem já não perguntou a Jesus: “Mestre, não te importa que pereçamos?” Por que a nossa família ainda não é o que ela deveria ser? Por que somos medrosos, perdemos o sono com preocupações, com as contas, com os filhos, com o marido. Mas o medo não vem de Deus, o que vem dEle é a fé.

Esse céu do qual falamos, o Reino de Deus, não é algo inventado, mas real. Nós vivemos uma vez só. Você acha que nós sacrificaríamos tanta coisa por um sonho? Não. Estamos aqui por que acreditamos em Jesus, no Emanuel.

Acredito em um Deus que se preocupa comigo, que se preocupa com a minha família. Estamos aqui para sermos totais a Deus. Jesus quer que cresçamos em fé, em felicidade, mas todas as vezes que tiramos os olhos do Cristo, a tendência é que nosso barco afunde.

"O cristão não tem problemas, ele tem desafios."
Foto: Maria Andréa/cancaonova.com

Meus irmãos, casamento não é carro, porque o carro fica velho e você troca. No casamento, tem de ser “até que a morte os separe”. O cristão não tem problemas, ele tem desafios. O problema vence você, mas o desafio é para você vencer.

A tempestade é imprevisível, mas podemos ver os sinais. É hora da sua família deixar de ser o que é para se tornar melhor. Você, esposa, precisa ser melhor. Você, que é marido, precisa ser um esposo melhor, muito melhor do que está sendo para sua esposa. O cuidar-se é muito importante.

Digo sempre para os jovens: se você quer ter uma profissão que lhe dê dinheiro, cuide da terceira idade, porque o Brasil está caminhando para a terceira idade e não tem quem cuide deles. Nós temos que cuidar das pessoas que estão próximas a nós; cuidar do outro é importantíssimo.

Ouro sinal de que a tempestade está chegando em nossa casa é quando trocamos o “nosso” pelo “meu”. Deixa de ser o nosso carro e passa a ser o meu carro; deixa de ser a nossa casa, mas a minha casa.

Se você pensar na sua família, verá que o seu tesouro é sua família. Muitas vezes, os jovens tem paciência de ficar o dia todo limpando o carro, mas não tem cinco minutos para dar atenção à mãe. Não há a maneira certa de fazer a coisa errada. Para Deus certo é certo, errado é errado.

Na sua família, certas coisas têm de ser cortadas no início; se deixar crescer, você perde o controle da situação. Esteja como estiver sua família, faça qualquer coisa, mas nunca pule do barco. Mantenha-se firme aconteça o que acontecer.

Nós não podemos abandonar nosso barco. Por mais difícil que esteja seu casamento, por mais ondas que tenham na sua vida, não desista da sua família.

Nós não entendemos tudo o que Deus faz, não compreendemos tudo o que acontece na nossa vida, mas precisamos confiar no Senhor.

Meus irmãos, o seu filho não pertence às drogas, mas a Deus. Seu marido não pertence ao adultério, mas ao Senhor. Não tenha medo de nada, porque você pertence a Deus.

Quando Jesus está no barco da nossa vida, ficamos com medo quando ele se distancia da praia. Mas não podemos ter medo e uma única coisa podemos dizer: “não dá mais para voltar”, porque o barco é Cristo.

Assista um trecho dessa pregação:
 


Transcrição e adaptação: Michelle Mimoso


Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Veja também:

 
 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo