Jesus tem pressa, por isso precisamos estar preparados

Padre Donizete Heleno
Foto: Wesley Almeida
Iremos falar hoje sobre a realidade familiar e usaremos como base a passagem bíblica “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”. Talvez na sua casa nem todos consigam viver essa passagem, e o que venho trazer para você nesta tarde é o significado do “para que” servimos ao Senhor.

Para colocarmos nossa vida inteiramente a serviço do Senhor, precisamos ter uma atitude de gratuidade para com Ele. Eu separei três passagens bíblicas para melhor exemplificar isso e atingirmos a todos.

Iremos começar falando com as mulheres, acompanhe comigo: Marcos 1,29 “Assim que saíram da sinagoga, dirigiram-se com Tiago e João à casa de Simão e André. A sogra de Simão estava de cama, com febre; e sem tardar, falaram-lhe a respeito dela. Aproximando-se ele, tomou-a pela mão e levantou-a; imediatamente a febre a deixou e ela pôs-se a servi-los.”

Assim como Jesus entrou na casa da sogra de Pedro, Ele quer entrar em sua casa e em sua vida. Os discípulos apresentaram-na ao Senhor e Ele a levantou. Assim também Cristo quer se aproximar de você, entrar em sua casa, para levantar você e sua família de toda situação de morte que vocês estão vivendo. E veja qual foi a atitude da sogra de Pedro: imediatamente levantou-se e se pôs a serviço de Jesus, servindo-O com gratuidade.

Vamos agora falar com os homens, acompanhem comigo: Lucas 19,6: “Jesus tinha entrado em Jericó e estava passando pela cidade. Havia ali um homem chamado Zaqueu, que era chefe dos publicanos e muito rico. Ele procurava ver quem era Jesus, mas não conseguia, por causa da multidão, pois era baixinho. 4.Então ele correu à frente e subiu numa árvore para ver Jesus, que devia passar por ali. Quando Jesus chegou ao lugar, olhou para cima e disse: “Zaqueu, desce depressa! Hoje eu devo ficar na tua casa”. Ele desceu depressa, e o recebeu com alegria. Ao ver isso, todos começaram a murmurar, dizendo: “Foi hospedar-se na casa de um pecador!”.Zaqueu pôs-se de pé, e disse ao Senhor: “Senhor, a metade dos meus bens darei aos pobres, e se prejudiquei alguém, vou devolver quatro vezes mais”.Jesus lhe disse: “Hoje aconteceu a salvação para esta casa, porque também este é um filho de Abraão.”

O personagem principal dessa passagem é Zaqueu e o nome dele significa “o puro, o inocente”, que era cobrador de impostos, roubava o próprio povo, tinha uma vida corrupta e se deixou levar pelo pecado. Mas nem tudo está perdido, pois Jesus também hoje quer entrar em sua casa e devolver-lhe a pureza. Hoje o Senhor também quer ter esse encontro com você para que você também possa servi-Lo.

Quando Zaqueu experimentou Jesus ele desceu depressa da árvore. Ele não ficou calculando o que teria a perder, pois tudo o que ele havia juntado a vida toda não lhe servia mais para nada.

A conversão é para agora, é para hoje!
Foto: Wesley Almeida


Jesus tem pressa, por isso precisamos estar preparados. O Senhor quer a nossa salvação hoje. A conversão é para agora, é para hoje!
Zaqueu desceu depressa da árvore, ele quis a conversão, quis que Jesus entrasse em sua casa. Cristo não tem vergonha de nossos pecados, seja qual for a impureza que você esteja vivendo, Ele quer entrar em sua vida!

Zaqueu pôs se de pé e disse: “Senhor, a metade dos meus bens darei aos pobres, e se prejudiquei alguém, vou devolver quatro vezes mais”. E, dessa forma, ele tomou posse da graça de Deus em sua vida. O Pai restituiu-lhe a identidade. É isso que o Senhor quer fazer com você agora: Ele quer restituir-lhe a integridade.

Hoje Deus Pai lhe dá a graça de ser honesto com todos, sendo testemunho vivo de quem você serve.

Agora vamos falar dos filhos: Lc 15,17: Passagem do filho pródigo: “Então caiu em si e disse: “Quantos empregados do meu pai têm pão com fartura, e eu aqui, morrendo de fome. Vou voltar para meu pai e dizer-lhe: ‘Pai, pequei contra Deus e contra ti; já não mereço ser chamado teu filho. Trata-me como a um dos teus empregados’.Então ele partiu e voltou para seu pai. Quando ainda estava longe, seu pai o avistou e foi tomado de compaixão. Correu-lhe ao encontro, abraçou-o e o cobriu de beijos. O filho, então, lhe disse: ‘Pai, pequei contra Deus e contra ti. Já não mereço ser chamado teu filho”.

Quando esse filho caiu em si ele se recordou do amor do pai e pai simboliza o amor familiar. Ele retomou a consciência de que tinha um pai, de que tinha uma família, na qual ele tinha amor, carinho e era bem tratado. Isso diz alguma coisa para você? Muitos jovens não voltam para casa porque lá não têm um ambiente de amor para acolhê-los.

Pai, mãe, seus filhos só vão voltar para casa se, no seu ambiente familiar, houver acolhimento, amor e carinho, e isso se dá a partir do testemunho de vida de vocês.

E tem que existir uma decisão pessoal do jovem de voltar agora. Não fique adiando a sua conversão, assuma a sua responsabilidade, assuma as consequências das escolhas que você fez, jovem! Volte hoje ao Senhor e sirva-O com toda responsabilidade.

Não basta se encontrar com Jesus. É preciso se dispor a servi-Lo. Assim como é preciso gastar tempo com a família, o seu lar precisa ter um ambiente para a oração. Nós precisamos cuidar primeiramente da Igreja doméstica, para que, assim, possamos testemunhar juntos: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”.

A Palavra de Deus não é para nos acusar, mas para nos libertar, para nos dar a consciência de que passos devemos dar. Talvez seja um perdão para ser pedido ou para ser concedido. Por isso faça a experiência de apresentar ao Senhor toda a sua situação familiar.

Transcrição e adaptação: Mariana L. Gabriel

Assista a um trecho desta pregação:


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600


 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova  

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo