Juventude nova na efusão do Espírito

Estamos terminando uma caminhada que começamos na quarta-feira passada. Uma caminhada no conhecimento deste amor que jamais acabará. Daqui a pouco, estaremos voltando para nossas casas, lutas e desafios.

Vamos refletir sobre esta vida “depois de Cristo”, ou seja, após termos feito a experiência do encontro pessoal com Ele.

Padre Fabrício Andrade
Foto: Robson Siqueira/Cancaonova.com

A Palavra de Deus nos exorta em Efésios 5, 14 -18: “Eis por que se diz: “Desperta, tu que estás dormindo, levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará”. Portanto, ficai bem atentos à vossa maneira de proceder. Procedei não como insensatos, mas como pessoas esclarecidas, que bem aproveitam o tempo presente, pois estes dias são maus. Não sejais sem juízo, mas procurai discernir bem qual é a vontade do Senhor. Não vos embriagueis com vinho — pois isso leva ao descontrole —, mas enchei-vos do Espírito”.

Nesses dias, andando pela Chácara de Santa Cruz, vendo cada atividade paralela deste evento, eu fui observando os maravilhosos frutos deste acampamento PHN colhidos principalmente nos Confessionários, no atendimento a esses jovens em busca de conversão.

O Senhor nos adverte a não procedermos como insensatos. E o que é o insensato? É aquele que não tem senso. Enquanto as mídias seculares fazem uma apologia ao ‘coração insensato’, a Canção Nova – através de encontros como este – vai mostrando aos homens como deve ser seu proceder.

A Palavra de Deus diz que “o vinho leva ao descontrole”. No lugar do vinho, posso colocar a cerveja, a cachaça, o vício, enfim, tudo aquilo que tem causado descontrole em sua vida. E como fazer para vencer este descontrole? Como tomar a posse desta vida nova?

A resposta está na própria passagem em Efésios 5: “Enchei-vos do Espírito”.

“Estar cheio do Espírito Santo” e “o amor que jamais acabará” tem tudo a ver. É uma dupla inseparável. Neste seu amor precisa ter a ação do Espírito Santo.

Não podemos ser preguiçosos na leitura do Catecismo da Igreja Católica. Ele nos ensina que o amor de Deus foi derramado em nossos corações através do Espírito Santo. Meus irmãos, não existe vida nova sem a experiência do Espírito Santo. Olha a “dobradinha” aí! O amor verdadeiro está em comunhão com o Espírito de Deus.

O que me garante poder dar frutos diante de tudo aquilo que aprendi, que ouvi – nestes dias de PHN – é a experiência com o Espírito Santo.

O Catecismo da Igreja Católica, no número 2818, diz: “Os últimos tempos que estamos vivendo são tempos da efusão do Espírito Santo”.

Não são palavras minhas. É a Igreja que ensina esta verdade. E isto está muito claro. O que pode conter esta enxurrada de iniquidade que temos visto? Alguma empresa de segurança? Algum órgão governamental? Não. O que vai salvar a juventude, as famílias e toda a humanidade chama-se amor.

O Catecismo da Igreja Católica fala a respeito de um combate decisivo entre a carne e o espírito. Veja: de qual combate a Igreja está falando? Exatamente desta luta que você tem medo de enfrentar quando sair daqui e retornar para sua cidade. Este combate diário contra este vício, este pecado que te atormenta. É disto que a Igreja está falando!

Pergunto: “Você gostaria de sair deste encontro sendo um homem conduzido pelo Espírito Santo?” Qual é a sua resposta? Se for ‘sim’, saiba: quem praticar as obras da carne não herdará o Reino de Deus, é o que a Palavra de Deus nos assegura.

E como herdar este Reino? Sendo conduzido pelo Espírito Santo! O Senhor nos apresenta os frutos do Espírito. E o primeiro é o amor. Este amor que jamais acabará. Quer voltar para sua casa mais alegre? Tendo domínio sobre suas paixões? Então peça o Espírito Santo! É necessário ser conduzido pelo Espírito Santo.

"Estamos nos perdendo porque temos medo da verdade", denuncia padre Fabrício Andrade
Foto: Robson Siqueira/Cancaonova.com

Vou lhe ajudar a entender o que é o Batismo no Espírito Santo: “Venha cá, meu filho! [dirigindo-se ao saxofonista] Me empreste seu instrumento musical. Agora eu vou tocar este saxofone, este belo instrumento [o padre faz um som desafinado o saxofone] Gostou? Não? Por quê? Porque o instrumento tem que estar nas mãos de quem sabe tocá-lo! Entende?”

Escute agora este músico tocando com harmonia este instrumento. É assim meus irmãos: nós somos os instrumentos nas mãos de Deus. Ele quer nos tocar neste momento. Como pode um mesmo instrumento produzir sons bons e sons ruins? Depende de quem o está tocando! Neste dia, Deus quer administrar a sua vida. Dê um ‘basta’ às obras da carne. Não viva mais escravizado pelo pecado! Permita que o Espírito Santo transforme a sua vida.

Você é um instrumento maravilhoso nas mãos de Deus. Acredite nisso! A Efusão do Espírito Santo é uma nova oportunidade para voltarmos às mãos d’Aquele que nos fez.

A eficácia de todo este encontro PHN depende da eficácia desta oração. Somente a partir desta experiência do Batismo no Espírito Santo é que você conseguirá corresponder ao desígnio de Deus positivamente. O Espírito Santo é que te fará produzir frutos de santidade, de conversão, de vitória sobre o pecado que te assola. Portanto, vamos clamar juventude PHN: “Vem, Espírito Santo!”

O Espírito vem em socorro da sua fraqueza, meu irmão! Até agora, você lutou sozinho. Mas a partir de hoje, você conta com a força, o auxílio do Espírito Santo de Deus. Eu quero abençoar a você, abençoar suas famílias, abençoar aos jovens universitários, àqueles que trabalham, que dividem as responsabilidades dentro do lar com o pai e a mãe. Quero abençoar aos jovens aqui presentes e pedir que, daqui deste encontro, saiam lideranças bem formadas para a nossa sociedade. Lideranças bem formadas pela ação do Espírito Santo.

Desça sobre você a bênção deste Deus Todo-poderoso: Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo