Levanta, pega tua cama e anda

Dr. Roque Savioli
Foto: Arquivo CN
Por que se tem tanta depressão hoje em dia? Primeiro porque existe uma sobrecarga muito grande em torno das pessoas. A sociedade cobra da gente que sejamos sempre os melhores. Se não somos os melhores a sociedade nos joga para baixo. É importante que nós saibamos estipular as nossas metas com aquilo que podemos atingir. Deus tem uma meta para cada um de nós. Deus não dá pra gente um fardo maior do que possamos carregar.

O segundo aspecto é o exagero de consumo, tanto para nossa autoimagem como para a sociedade em geral. Hoje em dia o ter é melhor do que o ser. Nessa sociedade capitalista de consumo se alguém não atende as expectativas se deprime.

O terceiro aspecto é que a sociedade de hoje não admite o sofrimento. A sociedade em que vivemos sempre procura minimizar um sofrimento. A gente precisa ter emoção. Não podemos nos isolar. O momento que você foge do sofrimento, a depressão vem e cobra algo de você.

Hoje em dia as coisa mudam muito bruscamente. Como essa juventude pode ter uma meta se o que hoje é bom amanhã já é ultrapassado? Quantas pessoas vivem uma irrealidade, vivem em função da sociedade. Você não pode viver em função dos outros, tem que se viver em função de si mesmo. Olhar os nossos defeitos é muito difícil. Olhar para dentro de nós as vezes é muito triste.

Na depressão a pessoa não aceita que está doente e pior ainda não quer tomar os remédios. Existe um certo confronto. A depressão atinge um ser humano que precisa tratar o lado físico e o lado emocional. Não basta tomar os remédios é preciso procurar tratar o lado emocional também. Uma pessoa com depressão profunda que você olha e percebe que ela vive na ausência total de Deus, como uma pessoa assim pode se tratar? Reviver coisas do passado com uma pessoa assim não adianta.

"Viver é administrar perdas, a única coisa que você não pode perder é a fé em Jesus"
Foto: Arquivo CN

A origem espiritual da depressão é uma assunto complexo. A pessoa com depressão se sente culpada por tudo. Muita gente acredita que pessoas com depressão tenham maus espíritos. Isso não existe. È um absurdo que no em pleno século XXI as pessoas acreditem nisso. Eu acredito que os espíritos ruins tornem as coisas piores, mas não que eles entrem na gente. Em vez de ficar louvado espíritos ruins temos que fazer como Paulo disse: “Buscai as coisas do alto”. A depressão põe para baixo, portanto, buscai as coisas do alto. Quando você não entende as coisas, você tem que transcender em Jesus. Aí você vai poder passar por essa situação. Mais dia menos dia a gente vai morrer, mais dia menos dia a gente vai sofrer e precisamos estar preparados para passar por isso.

Suba para montanha, tenha metas, ideais possíveis de serem realizadas. Deus não tira o nosso livre arbítrio, a escolha é sua. Nós temos que buscar a montanha e isso significa buscar quem nós somos de verdade. A depressão é o grito da alma. Na depressão você já perdeu tudo, então, olha para dentro de você. Veja onde você está errando. Suba a montanha, vá em direção a Jesus. Não se detenha na planice, àas vezes ficamos preocupados com tantas bobagens que a graça de Deus passa e a gente não vê.

A depressão paralisa as pessoas. Mesmo com a sua depressão Deus te aceita. Assuma que você tem depressão, mas diga também que você tem um Deus que te aceita mesmo assim. Levanta, pega tua cama e anda. A noite escura que você está passando agora tem que ser aproveitada, porque é na noite escura que você precisa encontrar a luz de Deus. Viver é administrar perdas, a única coisa que você não pode perder é a fé em Jesus.

Transcrição e adaptação: Pollyana Fonseca


Acompanhe as pregações pelo twitter @cancaonova e
retuite a mensagem que mais falar ao seu coração.

ADQUIRA ESTA PALESTRA PELO TELEFONE:
(12) 3186 2600

Veja também:

:: Vídeos sobre depressão na WebTVCN
:: Leia este conteúdo no Iphone
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova


Dr. Roque Savioli


Cardiologista e escritor de vários livros pela Editora Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo