Liberdade cristã

Quem você veio buscar aqui hoje? A quem você procura? Com certeza se você veio a Canção Nova é porque você busca uma pessoa, Jesus, Ele está no meio de nós, essa é a verdade mais linda.

Verinha, formadora da Comunidade Canção Nova
Foto: Célia Grego

Quando eu fui rezar para fazer essa pregação eu fiquei pensando: “O que é a liberdade?” No dicionário, liberdade é uma faculdade onde cada um pode decidir e agir segundo sua própria determinação. Quando cada um faz o que quer, nos tornamos pessoas egoístas, auto-suficientes, donos de nós mesmos, e a liberdade cristã é totalmente diferente.

“Vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não abuseis, porém, da liberdade como pretexto para prazeres carnais. Pelo contrário, fazei-vos servos uns dos outros pela caridade, porque toda a lei se encerra num só preceito: Amarás o teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18)” (Gálatas 5, 13-14).

O que nos determina como pessoa, que diz que somos seres humanos, é a nossa liberdade. Para mim não há maior expressão do amor de Deus do que isso: Ele nos fez livres.

Deus deixou o homem tão livre a ponto do homem poder decidir em querer a vida ou a morte. Deus nos fez livres a ponto de correr o risco de nos perder para sempre. Meu coração se enche de gratidão a Deus quando penso que Ele pode sofrer a partir das escolhas que faço para minha vida.

Nós podemos escolher fazer o bem ou fazer o mal. Onde está a diferença daquilo que chamamos de liberdade cristã? A verdadeira liberdade está orientada para o amor, nos coloca num caminho onde saímos de nós, e não se centraliza em nós mesmos. A minha liberdade me ensina que devo respeitar o outro, a minha liberdade é a de criatura, a liberdade de Deus é infinita, a minha liberdade é finita porque sou criatura. É uma liberdade que não me permite fazer tudo que quero, mas me provoca fazer um questionamento, pois tem como fim o querer de Deus sobre mim. Quanto mais obedientes ao projeto de Deus sobre nós, mais somos livres. Lá fora o homem acha que deve fazer o que quer para ser feliz. Só é verdadeiramente livre quem faz a experiência do amor de Deus. Quando faço a experiência do amor de Deus, essa experiência devolve a mim a dignidade de pessoa.

'A verdadeira liberdade está orientada para o amor'
Foto: Celia Grego

Santo Agostinho diz: “Ame e faça o que quiseres”. O fundamento da liberdade cristã é o amor.

Ser livre não significa fazer o que eu quero, mas perguntar para Deus o que Ele quer que eu faça.

Deus respeita a liberdade de cada pessoa. Muitas vezes colocamos a culpa em Deus dos sofrimentos que padecemos, acusamos o Senhor dizendo que Deus quis assim. Deus não quis assim, se Deus é amor, seria incoerente Ele desejar o sofrimento para nós. Nós precisamos nos tornar responsáveis pelas escolhas que fazemos, e não podemos nos deixar oprimir pelos nossos sentimentos.

Quando escolhemos o bem nos tornamos pessoas livres. As escolhas boas para nossa vida nos fazem pessoas lúcidas diante das situações que nos acontecem no dia a dia. Mesmo diante das fatalidades, eu posso fazer a escolha pela vida, pois Deus me dá essa capacidade. Todo dom comporta uma tarefa, eu não posso esperar que as coisas caiam do céu. Se eu não tenho a referência do amor de Deus, as minhas escolhas podem me levar a um caminho de morte.

A liberdade cristã como caminho de libertação nos ajuda a encarnar o sentido pelo qual Deus nos chamou a existência. Se você for honesto com você mesmo, todas as vezes que você escolher pelo mal a sua consciência vai o acusar e você se sentirá mal. Mas quando somos capazes de fazer o bem nos sentimos mais felizes.

Ninguém tem o poder de destruir nossa liberdade interior. A coisa mais bonita que descobri é que nem mesmo a minha história sofrida de abandono tem poder de destruir aquilo que Deus quer fazer em mim. A nossa história, por mais dolorosa, não tem o poder de impedir aquilo que Deus quer que sejamos, e isso acontece na medida em que me abro ao amor de Deus.

Transcrição: Willieny Isaias


ADQUIRA ESSA PREGAÇÃO PELO TELEFONE
(12) 3186-2600

Vera Lúcia Reis


Missionária da Comunidade Canção Nova e Teóloga

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo