Maria e as bem-aventuranças

Ivanildo Silva OBM
Foto: Wesley Almeida

“E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos; E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados; Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos; Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus; Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.” (Mateus 5,1-11)

O mundo tem nos enchido de falsos valores. As coisas hoje estão invertidas. O fato de todo o mundo fazer algo errado não torna o incorreto correto. Encontre os valores corretos!

O que significa ser bem-aventurado? Significa uma alegria que venha da profundeza da alma, a qual nenhuma coisa, objeto e pessoas não podem nos dar. Uma criança quando está brincando e tiramos o brinquedo dela ela chora. E as bem-aventuranças não são assim, é uma alegria que não passa. Bem-aventurança significa felicidade completa; no dicionário diz que é a verdadeira felicidade concedida no céu!

Seremos bem-aventurados de verdade quando vermos Deus tal como Ele é, é o que nos diz o Catecismo da Igreja Católica. “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 3). Jesus nos indica os caminhos para alcançarmos essa graça. O Papa Francisco chamou as bem-aventuranças de novos mandamentos!

Quando eu tinha treze anos, eu vivi uma experiência de porta a porta, e havia o sítio Agostinho e lá visitávamos o povo de casa em casa. Era só reclamação e, algumas vezes, não conseguíamos rezar. Fomos a várias casas, em uma delas tinha um tronco de madeira para nos sentar, uma geladeira e uma cama, era uma casa muito simples. Falava a senhora que Deus não nos deixa faltar nada, o que ela disse é verdade. E pensei: “Nossa! Mas na casa dela está faltando tudo!". A senhora mostrou o quintal e disse que tudo o que ela plantava na horta crescia.

Um coração de pobre não significa miséria material, mas sim a pobreza da alma. Podemos ter tudo, mas ter uma alma vazia. Existem pessoas que dizem que nunca serão missionárias, por medo de passar fome. Mas não nos falta nada, Deus é providente.

"Podemos ter tudo, mas ter uma alma vazia," ressalta Ivanildo Silva
Foto: Wesley Almeida

Olhando para essas bem-aventuranças, onde vamos encontrar Maria? Ser pobre significa ser humilde. Maria é bem-aventurada por excelência. Pobre, porque Maria não só foi serva, mas se fez serva. Para viver as bem-aventuranças é preciso ser cheio do Espírito Santo, e Maria foi fecundada pelo Espírito Santo.

Nossa Senhora, quando foi visitar Isabel, disse: “Shalom”. Isabel disse: “Assim que sua saudação chegou aos meus ouvidos, o meu ventre se estremeceu com o Espírito Santo". Maria era cheia do Espírito Santo.

Quantas vezes, as mães ouvem os filhos dizerem a elas: “Você não é mais minha mãe!”, mas estas jamais deixarão de ser mães deles. Talvez você, que é filho, possa até dizer que não quer Maria como Mãe, mas ela continua sendo sua Mãe!

A quantas honras certamente Maria não renunciou? Quem terá a capacidade de medir a pobreza dessa mulher? Nós precisamos aprender com a Santíssima Virgem a sermos pobres e humildes.

Talvez chorar pode ser motivo de tristeza, mas se tivermos a coragem de ofertar a Deus as nossas lágrimas, quantas graças não receberemos! Você acha que Maria não chorou? Imagine a dor de ver seu filho na cruz? Quantas vezes ela não deve ter chorado com a incompreensão dos seus familiares! E deve ter pensado consigo mesma: "Foi para isso que Ele veio."

Bento XVI afirma que ”Maria é a nova Eva. Deus se fez pobre para nos enriquecer! A maternidade de Nossa Senhora é um bem supremo de Deus".

Pensamos que santidade é algo inalcansável. Mas santidade é conquistada nas coisas pequenas. O Catecismo da Igreja Católica diz que a santidade é uma virtude moral. O jeito que eu trato o outro vai dizer seu eu busco a santidade ou não.

A Mãe de Deus é cheia de graça, Imaculada desde sua concepção. Mulher bem-aventurada. Estava grávida e foi ajudar sua prima na sua velhice. A Virgem foi pacífica, durante a vida contemplou a paz, invadindo o coração de tantos pecadores.

Sinta-se feliz por fazer parte dessa geração que proclama Maria como bem-aventurada! Isso é um privilégio!

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D'Onofrio

 


Ivanildo Silva


Missionário da Comunidade Obra de Maria

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo