Maria, mãe que serve no amor

Frei Elias Vella
Foto: Natalino Ueda/Cancaonova.com

Quando eu era um padre jovem, eu ficava me perguntando porque na bíblia aparece três vezes a citação da genealogia de Jesus. E hoje, eu consigo compreender melhor esta razão e explico para vocês. Ao ler a genealogia de Jesus, eu sempre percebo que a sua árvore genealógica não é pura, há na descendência de Jesus pessoas que foram assassinos, idólatras, prostitutas e pagãos. O mesmo podemos dizer da árvore genealógica da Virgem Maria e imagino que certamente, se fossemos analisar a nossa árvore, certamente também iremos identificar a mesma coisa.

Por isso, falamos tanto nos dias de hoje da cura da árvore genealógica. E pedimos que Jesus que nos liberte de todo tipo de negatividade que podemos ter recebido de nossos antepassados e agradecemos por todas as coisas boas que herdamos de nossos antepassados.

Hoje celebramos o nascimento da Virgem Maria, e devemos nos alegrar, pois, assim como o nascimento de um bebe sempre é uma grande alegria para nós seres humanos, no céu existe também uma grande festa, os anjos dançam de alegria, porque, a cada bebe que nasce, um plano de Deus tem início. Um plano que foi especificamente designado para aquele bebe que nasceu, assim também aconteceu com a Virgem Maria.

Maria é um dom dado por Deus a nós. Ela também é a nossa mãe. Ser mãe é servir, um serviço feito a partir do amor.

Você se lembra, quando Jesus lavou os pés dos seus discípulos e disse “ “Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor; quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo. Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos"(Mateus versículos 26-28)

Nesta citação, Jesus coloca de cabeça para baixo todo conceito de serviço e de autoridade. Porque, nas relações normais as autoridades que são servidas, mas Jesus veio dizer que a autoridade é aquele que serve.

Quando Pedro viu esta situação ele não conseguiu suportar e reagiu, mas Jesus respondeu de uma maneira estranha: “Se eu não te lavar os pés não terá parte comigo.”e conclui: “Se eu, o Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns aos outros.”

O discípulo não é maior que o seu mestre. A grandeza de Maria está no fato dela ser a serva e discípula de Jesus.

Maria não é grande porque ela foi concebida Imaculada, ou porque ela foi Assunta aos Céus, ou porque ela é mãe de Deus, mais poque ela é discípula de Jesus por excelência.

Maria é discípula de Jesus, porque ela está lavando aos nossos pés, nos servindo da graça de Deus. Maria também é a nossa mãe, e mãe é aquela que nos serve por amor. E isto é muito importante, Maria é mãe da Igreja, e eu sou, você é igreja. Maria é a nossa mãe e ela esta lavando os meus pés.
Não é possível viver sem uma mãe. É Maria que imprime o rosto de Jesus em nosso coração.
Maria é aquela que me ajuda abrir o coração para receber o Espírito Santo.

"Ser mãe é servir, um serviço feito a partir do amor"
afirma: Frei Elias Vella
Foto: Natalino Ueda/Cancaonova.com

 

  Veja + fotos no Flickr

A religião é uma experiência de vida, um fato, nós precisamos de uma mãe, não podemos caminhar sozinhos, precisamos de alguém que nos ajude nos momentos de dúvida, que alguém segure em nossa mão e nos mostre o caminho. Por isso nos alegramos com o nascimento da Virgem Maria, porque ela é a nossa mãe.

Devemos ter um coração agradecido a Deus, pelo nascimento de Maria, a mãe de Jesus e nossa mãe. Porque é Maria quem nos conduz ao sentido da vida, que é o seu Filho Jesus.

Podemos rezar com Maria, podemos rezar junto com ela e não apenas a ela.

Eu não tenho dúvida que aqui no Brasil existe uma linda devoção a Maria, mas não é suficiente ter uma devoção a Maria, precisamos caminhar para algo mais maduro, um experiência com Maria.

Nas bodas de Caná, Maria intercede a Jesus dizendo: “Eles não tem mais vinho” mas Jesus disse a sua mãe, “Maria, minha hora ainda não chegou” , mas ela, toma a iniciativa e vai até os serventes e diz: “fazei tudo o que Ele vos disser.”

Lembrando que esse foi o primeiro milagre de Jesus, Ele não havia feito nenhum milagre antes, mas porque, Maria conhecia o coração de Jesus, ela ousou e assumiu o risco e de pedir a ajuda ao seu Filho por aquele casal das Bodas de Caná.

Se Maria fez isso por aquele casal, também não fará por cada um de nós que estamos aqui? Convido você para colocar nas mãos de Maria os seus problemas, para que ela interceda por você e com você junto a Jesus.

Tenhamos um coração grato a Deus pela vida de Maria, por nos aceitar como filhos, por nos abrir o coração para o Espírito Santo, por enviar os seus anjos para nos apoiar. Digamos juntos: obrigado Maria, pois você caminha comigo; obrigado Maria, porque hoje eu aprendi algo muito importante, que “Eu não posso viver sem Mãe”.

 

Transcrição e Adaptação: Mariana Lazarin Gabriel

Confira um trecho desta pregação:


Frei Elias Vella


Franciscano e exorcista

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo