Meu refúgio, minha fortaleza, meu Deus, eu confio em Ti!

Nesta pregação, quero que cada um compreenda um pouco mais sobre o Salmo 90, porque muitos o têm como um amuleto ou deixam a Bíblia aberta, neste versículo da Palavra de Deus, para que ela lhes traga proteção.

O que Deus vai fazer, na nossa vida, só depende de nós. Quero dizer que o Salmo 90, aberto na nossa casa apenas para enfeitar, não serve de nada se não o rezarmos todos os dias.

Nós precisamos rezar sempre este Salmo: “Tu que habitas sob a proteção do Altíssimo, que moras à sombra do Onipotente, dize ao Senhor: Sois meu refúgio e minha cidadela, meu Deus, em que eu confio. É ele quem te livrará do laço do caçador, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com suas plumas, sob suas asas encontrarás refúgio. Sua fidelidade te será um escudo de proteção. Tu não temerás os terrores noturnos, nem a flecha que voa à luz do dia, nem a peste que se propaga nas trevas, nem o mal que grassa ao meio-dia. Caiam mil homens à tua esquerda e dez mil à tua direita, tu não serás atingido. Porém verás com teus próprios olhos, contemplarás o castigo dos pecadores, porque o Senhor é teu refúgio. Escolheste, por asilo, o Altíssimo. Nenhum mal te atingirá, nenhum flagelo chegará à tua tenda, porque aos seus anjos ele mandou que te guardem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão em suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra. Sobre serpente e víbora andarás, calcarás aos pés o leão e o dragão. Pois que se uniu a mim, eu o livrarei; e o protegerei, pois conhece o meu nome. Quando me invocar, eu o atenderei; na tribulação estarei com ele. Hei de livrá-lo e o cobrirei de glória. Será favorecido de longos dias, e mostrar-lhe-ei a minha salvação.” (Salmo 90)

"Lutemos até o fim e confiemos no Senhor. Não podemos desistir; temos de aguentar firme, assim como este Salmo nos ensina", disse padre Anderson.
Foto: Arquivo/Cancaonova.com
Quando nós dizemos 'o Senhor é meu refúgio', não quer dizer que Ele está à toa, mas que Ele espera que cada um de nós se refugie n'Ele. Podemos também dizer que nos guardamos em Deus, pois é preciso ter coragem para escolher o Senhor. Liberdade é quando você tem a coragem de se refugiar no Pai.

O Senhor é a nossa fortaleza, mas muitos pensam que essa "fortaleza"  é quando o Senhor nos tira de tudo aquilo que nos aflige e nos causa sofrimento. No entanto, fortaleza é muito mais que isso, é a nossa força para superar todas as dificuldades.

Deus é o nosso Pai e nós devemos nos submeter a Ele como Seus filhos. Será que cada um de nós se sente realmente filho de Deus? Viver como um filho d'Ele significa obedecer-Lhe, assim como num relacionamento de pai e filho.

Outro ponto que eu gostaria que cada um parasse para refletir é: nós, realmente, confiamos em Deus? Será que nós não precisamos perdoar ao Senhor? Veja que ousadia! Mas para que possamos dizer: 'Eu confio em Ti, Senhor' é preciso, antes, que nós Lhe perdoemos. Podemos perdoar a Deus diante da cruz, porque foi ali que Ele nos perdoou.

Quando fazemos a experiência da cruz temos a certeza de que o Senhor já nos deu tudo o que precisávamos, pois Ele sofreu antes mesmo que nós Lhe pedíssemos isso.

"Nós, que somos Igreja, teremos de passar pela cruz antes de ir para a glória", afirmou o sacerdote
Foto: Arquivo/Cancaonova.com
Este Salmo 90 quer nos mostrar a confiança de uma pessoa que experimentou o poder de Deus. Ao rezá-lo, declaramos, para nós mesmos e para todo o mundo, que experimentamos o poder do Pai e não estamos esperando por um grande milagre para vivenciar este amor.

O maior do ato do poder de Deus, na nossa vida, foi a nossa concepção. Ela demonstra o grande valor da vida humana, nos mostra que o poder de Deus é a primeira e a maior manifestação de amor. Por isso nós temos de agradecer a Ele pela nossa existência. Será que o Senhor fez com que existíssemos sem nenhum propósito? Não! Ele não nos criou para qualquer coisa, mas para que fôssemos únicos no universo.

Quando escolhemos Deus com uma opção de vida, sabemos que teremos de nos empenhar com muita bondade, caridade, amor e perdão. Para muitos, é mais fácil descartar o Senhor do que lutar para mantê-Lo presente.

Devemos lutar até o fim e não nos deixar viver pela onda do "tudo é normal e permitido". Lutemos com a certeza de que não seremos abandonados por Ele.

Não podemos desistir da nossa conversão. Convertamos o nosso coração para não perdermos a fé. Não nademos para "morrer na praia" nem nos deixemos ser influenciados pelas ondas impuras desse mar e pelas coisas que ouvimos. Temos de seguir o curso desse mar e não nos deixar envolver pelas mentiras. Lutemos até o fim para que, depois de uma longa natação, não acabemos "morrendo na praia".

Quando vivemos um sofrimento, é muito difícil ter esperança em Deus e acreditar n'Ele. Quando vemos a enfermidade bater à nossa porta e tudo começar a se desmoronar ao nosso lado, o Salmo 90 serve para nos convencer de que o Senhor é o nosso refúgio e a nossa fortaleza.

Mesmo que o Senhor não faça o milagre pelo qual esperamos, temos de continuar rezando, porque, ao rezar este Salmo, é como se estivéssemos morrendo afogados e, ao encontrarmos uma pedra, nos refugiássemos nela. Na hora da dor e do sofrimento temos de nos apoiar no Senhor.

Se em meio ao sofrimento segurarmos nas mãos de Deus, pois dessa aforma nunca afundaremos! O mundo de hoje precisa de cristãos com uma fé madura, pois quem não tiver uma fé segura no Senhor não vai resistir.

Nós, que somos Igreja, temos de passar pela cruz antes de irmos para a glória, e a Igreja confirma isso quando diz que o Senhor virá e que o fim dos tempos se aproxima. Eu creio que o Senhor virá, mas para que Ele venha é preciso passarmos pela cruz. Só assim alcançaremos a glória. E Palavra de Deus, no Salmo 90, confirma isso.

Viver este Salmo, no qual vemos que Deus é nosso refúgio, é a nossa grande certeza de fé!

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges


Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo